Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » A MORTE DE UZÁ
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A MORTE DE UZÁ”


II Samuel – 6
01. E TORNOU Davi a ajuntar todos os escolhidos de Israel, em número de trinta mil.
02. E levantou-se Davi, e partiu, com todo o povo que tinha consigo, para Baalim de Judá, para levarem dali para cima a arca de Deus, sobre a qual se invoca o nome, o nome do SENHOR dos Exércitos, que se assenta entre os querubins.
03. E puseram a arca de Deus em um carro novo, e a levaram da casa de Abinadabe, que está em Gibeá; e Uzá e Aiô, filhos de Abinadabe, guiavam o carro novo.
04. E levando-o da casa de Abinadabe, que está em Gibeá, com a arca de Deus, Aiô ia adiante da arca.
05. E Davi, e toda a casa de Israel, festejavam perante o SENHOR, com toda a sorte de instrumentos de pau de faia, como também com harpas, e com saltérios, e com tamboris, e com pandeiros, e com címbalos.
06. E, chegando à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus, e pegou nela; porque os bois a deixavam pender.
07. Então a ira do SENHOR se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta irreverência; e morreu ali junto à arca de Deus.
08. E Davi se contristou, porque o SENHOR abrira rotura em Uzá; e chamou àquele lugar Perez-Uzá, até ao dia de hoje.
09. E temeu Davi ao SENHOR naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca do SENHOR?

    INTRODUÇÃO

        Esta será uma mensagem forte e profunda, pois trataremos de um assunto sagrado. Pois nestes últimos tempos vejo uma igreja, uma noiva que ainda não está pronta para o casamento. Para tanto, gostaria que cada irmão leitor prestasse muita atenção nas linhas desta mensagem que muito nos ensinará.

        Eu tenho sofrido muito e posso dizer com muita coragem, e uma coragem que muitos pastores hoje não a têm. Quero proferir que sou feliz por ser um servo de Deus, mas não sou feliz no ministério de pastor, não estou realizado, pois quando leio a sagrada Escritura vejo momentos de plena manifestação da Presença e da Glória de Deus de forma íntima com alguns e de forma coletiva no meio do seu povo. 

Mas onde está esta presença nos dias de hoje? Por que a nuvem da glória de Deus já não mais se vê? Por que nossos cultos alegram somente a nós e não a Deus que deveria ser quem se alegrasse? Até quando vamos ficar acomodados nesse esfriamento espiritual? Até quando? Diga-me, por favor !!!

Quando meditava nesta passagem fiquei estarrecido com o acontecido e meu coração se estremeceu dentro do peito. 

Sei que outros pregadores já pregaram sobre esta passagem, mas quero também dar minha parcela de colaboração, acredite. Abra seu coração e se encha de uma simples, mas profunda palavra da parte do Senhor Jesus. 

    A ARCA DO SENHOR

Deus ungiu dois homens para um serviço celestial e então, no livro de Êxodo (Ex 37:1) a bíblia relata que um artista de nome Bezalel foi chamado por Moisés para construir a arca do Senhor, e segundo a Sagrada Escritura, Bezalel a fez de madeira de Acácia, que era uma madeira nobre e de muita durabilidade, onde nenhum cupim conseguia devorá-la. E depois de feita a arca nas medidas dadas por Deus, Bezalel cobre a arca de ouro puro, por fora e por dentro, embora o que se gastou para construir a arca por dentro daria ara construir sete arca por fora, mas esta é outra mensagem. Depois ele faz também dois varais de Acácia, também cobertos de ouro puro para condução da arca do Senhor. Faz também Bezalel a tampa da arca chamada de a Tampa do Propiciatório, esta de ouro puro com dois querubins ajoelhados onde a ponta de suas azas tocavam uma nas outras, simbolizando os guardiões da presença de Jeová, eles tocavam embaixo seus joelhos e em cima as pontas de suas azas, deixando no meio um círculo que simbolizava a eternidade.

        Deus diz a Moisés que esta arca representaria a sua presença, que no hebraico de pronuncia SHEKINAH, e onde a arca estivesse ali também estaria a presença do Senhor Jeová. E também diz que somente os levitas deveriam conduzir a Arca do concerto, arca da aliança, arca do Senhor, como queira, pois esta seria a herança da tribo de Levi, os serviços da casa do Senhor..

        Eu aprendo aqui que a presença de Deus é incorruptível, imutável, e que sua presença esta coberta de glória, pois se a Acácia é a madeira mais nobre e o ouro é o metal mais precioso, então assim é a presença do Senhor Jeová.

    O ROUBO DA ARCA DO SENHOR

Nos dias de Eli houve negligência. O líder do Santuário era um Sumo Sacerdote chamado Eli, e seus filhos, Hofni e Finéias (I Sm-1:9). Estes relaxarem com a divina obra santa do Senhor, ou você nunca leu Jeremias 48:10, ENTÃO LEIA AGORA. Mas chega um dia em que Hofni e Finéias, levam a arca do Senhor para a batalha de forma, se incluindo ao versículo de Jr-48:10, e ali morrem e a arca do Senhor é levada pelos Filisteus, um povo inimigo.

        Talvez você esteja pensando como os Filisteus pegaram na arca e não morreram, e eu te digo que antes eles tivessem morrido. Mas Deus assim permitiu que acontecesse, pois também seria mais uma oportunidade de mostrar àquele povo que só Jeová é Deus. Então levaram a arca e a colocaram dentro do templo de Dagon, o deus dos Filisteus, e diz a bíblia que houve festa no arraial dos Filisteus. Porém, no outro arraial, meio do povo de Deus havia choro e tristeza.

        No arraial dos Filisteus alguém escuta um estrondo dentro do templo de Dagon, e pensam eles que a estátua de Dagon, que era de bronze, levantou a perna e esmagou a Arca do Senhor. Então todos correm para ver a tragédia de Deus. Mas no momento em que eles abrem as portas, Dagon estava dobrado, curvado, de cara no chão diante da arca do Senhor, e todos são acometidos de terríveis hemorróidas. Então eles colocam a arca em um carro de bois, juntamente com uma oferta de desculpas e mandaram a arca embora de lá. E os bois pararam em Quiriate-Gearim, e foi recolhida na cassa de um homem chamado Abinadabe, que traduzido é “Meu pai é nobre”.     

        Os tempos se passam, Deus chama um jovem profeta para ser o próximo sacerdote, que também seria juiz no meio de seu povo, seu nome, Samuel, que significa “ouvido de Deus”, ele agora liderava o povo que havia perdido o maior artefato espiritual da História da humanidade, a arca do Senhor, porém mesmo Samuel não mobilizou o povo para buscar a arca. Samuel é fiel ao primeiro rei de Israel, chamado Saul, que mesmo sendo um grande rei não mobilizou o povoa para buscar a arca do Senhor.      

    DAVI DECIDE BUSCAR A ARCA DO SENHOR

Davi é ungido rei em Hebrom, e ali governa fielmente sobre aquele pequeno povo, e como a palavra de Deus nos relata que aquele que é fiel no pouco, Deus o colocará no muito, então logo após a morte de Saul, chega à vez de Davi ser colocado no muito, então ele é ungido rei sobre todo o Israel (leia minha mensagem AS TRÊS UNÇÕES DE DAVI), e logo quando chega ele chama o profeta Abiatar que significa “Deus é pai”, e pergunta: Abiatar, onde está a Arca do Senhor? E Abiatar lhe respondeu que a muitos anos ela foi tomada do meio do povo de Israel.

        Então Davi resolve buscar a Arca do Senhor e trazer de volta a presença de Deus. E Davi reúne a elite da igreja da época, cerca de trinta mil pessoas, para trazerem de volta a arca que estava na casa de Abinadabe.

        Olhando claramente a intenção de Davi, ela parece ser louvável, e até acreditamos que Deus ficou muitíssimo feliz, mas quero lhe dizer uma coisa, Deus não se alegra com nossas intenções, ele quer que tomemos a atitude certa, pois a boa intenção de Davi o conduziu ao erro, pois Davi sabia como deveriam de fato conduzir a arca do Senhor.

        Chegando à casa de Abinadabe, este oferece um carro novo e bois novos para que se transportassem a arca do Senhor, assim como os filisteus fizeram e assim foi feito, porém no meio do caminho, bem na eira de Nacom, um dos bois tropeça e o carro cambaleia, mas um homem da tribo de Judá, chamado Uzá cujo nome significa “força”, que era filho de Abinadabe tenta segurar a arca, e no mesmo instante a irá de Deus se acendeu contra Uzá e ele foi morto, e ainda a bíblia que Deus abriu um buraco em Uzá, dava para ver de um lado ao outro. E naquele momento todos para e o rei Davi, creio eu em prantos de desespero, grita em temor o descrito no versículo nove, “COMO TRAREI A MIM A PRESENÇA DE DEUS?”. Então no vr.10, Davi resolve deixar a Arca do Senhor é deixada na casa de Obede-Edom, que traduzido é “servo-vermelho”, ou “escravo edomita”. Então Davi volta para casa, triste, cabisbaixo, envergonhado, frustrado, e chorando, e o pior de tudo, sem a SHEKINAH, sem a presença de Deus.

        Como trarei a mim a Shekinah de Deus? Esta pergunta ainda ecoa dentro das igrejas dos nossos dias. De “boas intenções o inferno está cheio” e a “pressa é inimiga da perfeição”, por isso Davi não conseguiu trazer a Arca do Senhor na primeira vez, embora soubesse como deveria ser feito.
        
    A EIRA DE NACOM

Então se chega a eira de Nacom e justamente neste lugar um dos bois tropeçam e o filho de Abinadabe põe a mão na arca com o intuito de ajudá-la a não cair, e neste momento um raio desce do céu e arromba o corpo de Uzá, de modo que quem estava de um lado poderia ver o outro lado.

Mas sempre digo que parece que Deus brinca com as palavras, pois a tradução para o nome “Eira de Nacom” é “Lugar onde não se pode tropeçar”.

Essa é uma verdade natural. Pois devemos observar a palavra de Deus para que não tropecemos na lei, ou então nossas vidas estarão em perigo. A Eira de Nacom representa o lugar onde muitos tem caído e jamais se levantado pois sabiam como deveriam se portarem e preferiram desobedecer a ordem de Deus. Por isso meu caro irmão, se sabe como deve fazer, não aja de outra forma.

    POR QUE UZÁ MORREU
Mas gostaria de lhes fazer uma pergunta. Por acaso você já se achou pensando que Deus foi demasiadamente duro com Uzá?

Pois eu sim! E então eu perguntei ao Senhor o porquê da morte de Uzá. Sabe o que aprendi que Uzá não morreu por irreverência como está aparentemente escrito no versículo acima (vr.7) seja irreverência ou imprudência, como está em nossas bíblias. Mas então o que teria matado a Uzá.

Alguns teólogos afirmam que a Arca do Senhor teria ficado fora de seu lugar por cerca de setenta anos. Agora veja. Penso que quando a arca chegou à casa de Abinadabe, Uzá e Aiô eram crianças e seu pai não se preocupou em orientá-los quanto a importância de se ter em casa a Arca do Senhor. Ao passar dos tempos a Arca do Senhor se tornou mais um móvel dentro da casa e assim as crianças foram crescendo sem dar a devida importância àquilo que merecia muita importância, a presença de Deus. Aquelas crianças se acostumaram com a Arca do Senhor, e para elas era algo comum em sua casa. Eles também passaram a não dar valor a Arca do Senhor. Eles banalizaram a importância da presença da Arca do Senhor. Eles foram imprudentes, ou seja, deixaram de tomar os devidos cuidados com a Arca do Senhor, e quem sabem até tocavam nela todo o momento enquanto brincavam dentro de casa. Eles foram irreverentes, ou seja, deixaram de ter respeito comas coisas sagradas, no contexto a Arca do Senhor.

O que matou Uzá foi algo chamado religiosidade. Foi isso que realmente matou aquele homem, religiosidade, pois só religiosidade pode causar:

*Comodismo;
*Banalização;
*Imprudência;
*Irreverência.

        O povo de hoje está se tornando religiosos, e não mais se importam com as coisas fora do lugar, pois se irreverência matasse, muitos morreriam hoje dentro das igrejas, e bem no meio dos cultos, pois hoje se conversa no meio do culto, se atende celular no meio do culto, se levanta para ir ao banheiro ou beber água no meio do culto. E assim nossas igrejas seria uma perfeita funerária aos domingos.

        Não! Definitivamente irreverência não mata, mas religiosidade mata.

    CONCLUSÃO

A Shekinah de Deus, não pode ser levada em uma carroça, e muito menos levada por animais, Deus não tem prazer em ver um povo ignorante. Aprenda que uma coisa, os levitas simbolizam os filhos de Deus, que são pecadores, mas tem o sangue do cordeiro para purificá-los, representa aqueles que não têm herança na terra, mas tem a presença de Deus, representa os humilhados que serão exaltados, representa a elite da terra, a noiva do cordeiro, pois eu sempre digo, e aprenda outra coisa, o Cordeiro Santo não vem buscar a Igreja, e sim a Noiva.

        Como trarei a mim a Shekinah de Deus? Faça essa pergunta a você todos os dias e não se acostume com as coisas fora do lugar. Não deixe que a religiosidade venha contaminar as igrejas e o culto a Deus.

        Hoje muitos pastores estão na condição de Uzá, que mesmo agindo como filisteus, fazendo as coisas como os filisteus. Eles não se importam com nada, desde que estejam em destaque, não pregam a verdade desde que os membros dizimem e ofertem nos cultos.

        Deus te abençoe; te ajude e lhe dê forças. Amém.
        
P
Por: Pr. Alexandre Augusto
Igreja do Evangelho Quadrangular - Itajubá/MG

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Seguidores do site pelo Google+