Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » POR QUE SEU CASAMENTO FRACASSOU E CONTINUA FRACASSADO?
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Todo cônjuge, que enfrenta o deserto pela restauração familiar, precisa entender e aceitar duas verdades: 
1) O casamento fracassou, de forma geral, pela falta absoluta da presença de DEUS; de forma específica, pela falta de sabedoria em saber compreender o outro. 
2) Ele continua fracassado porque a sabedoria ainda não apareceu. 
A falta de sabedoria é o ingrediente que robustece a ira, a mágoa, o ressentimento no coração. Pela falta dela, as pessoas vão perecendo aos poucos: “O meu povo é destruído porque lhe falta o conhecimento (...)” (Oséias 4:6). A falta de sabedoria pode acarretar também o afastamento físico, a dureza do coração e o divórcio a uma das partes; e a outra, a morte espiritual em meio ao deserto. Sim, por não saberem reagir e se comportarem ante a guerra espiritual que se encontram, muitas pessoas vivem dando voltas no deserto, caminhando em círculo, sem sair do lugar. Um casal casado, sem sabedoria, faz o casamento sucumbir rapidamente, pois falta o ingrediente necessário à compreensão do estado espiritual do outro e, consequentemente, o perfeito posicionamento diante das adversidades. Por exemplo: geralmente, um marido ou uma esposa, que é vítima do adultério ou do caráter rixoso e insubmisso, não busca compreender porque seu cônjuge age assim e o que pode ser feito para ajudá-lo e para salvar o casamento. Ao contrário, esposas e maridos sofridos entram em uma zona de conflito com o outro, acusando-o, agredindo-o, contribuindo mais e mais para a proliferação de raízes malignas no meio do casal. Isso é o que eu chamo de FALTA DE SABEDORIA. Pior: quando correm atrás da ajuda, em algum templo denominacional, de algum pastor, a ausência de conselhos ou presença de conselhos errados ou inseguros fica muito mais latente, demonstrando que a FALTA DE SABEDORIA não é um problema que atinge somente os cônjuges dentro de casa, mas também as lideranças dentro dos templos. 
Não à toa, quando foi alçado à condição de rei sobre o povo de Israel, em lugar do seu pai, Salomão orou ao SENHOR pedindo SABEDORIA para julgar o povo: 
“Dá-me, pois, agora, sabedoria e conhecimento, para que possa sair e entrar perante este povo; pois quem poderia julgar a este tão grande povo?” (2 Crônicas 1:10)Salomão sabia que iria lidar com pessoas problemáticas e que precisaria deSABEDORIA e CONHECIMENTO para solucionar os possíveis entraves dentro dos relacionamentos humanos. E o SENHOR se agradou do pedido do filho de Davi:“Então Deus disse a Salomão: Porquanto houve isto no teu coração, e não pediste riquezas, bens, ou honra, NEM A MORTE DOS QUE TE ODEIAM, nem tampouco pediste muitos dias de vida, mas pediste para ti sabedoria e conhecimento, para poderes julgar a meu povo, sobre o qual te constituí rei, sabedoria e conhecimento te são dados; e te darei riquezas, bens e honra, quais não teve nenhum rei antes de ti, e nem depois de ti haverá” (2 Crônicas 1:11-12). Infelizmente, há muitas pessoas ainda, que se dizem cristãs, que preferem a morte espiritual dos cônjuges opressos pelo diabo (PORQUE ASSIM ESTARIAM LIVRES PARA SE CASAREM OUTRA VEZ) a verem a restauração do SENHOR na vida deles. 
Quando DEUS disse a Salomão que se agradou por ele não ter pedido a morte dos que o odiavam, foi porque havia ali esperança de restauração por meio do AMOR verdadeiro (não me refiro a sentimentos carnais). Observemos agora o conselho de Nosso SENHOR JESUS CRISTO aos Seus discípulos: “Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; PARA QUE SEJAIS FILHOS DO VOSSO PAI QUE ESTÁ NOS CÉUS; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos” (Mateus 5:44-45). Há maridos e esposas cujos cônjuges reúnem todas as más características do versículo acima: tornam-se inimigos, maldizem, odeiam, maltratam e perseguem. Mas para os maridos e esposas deles, o SENHOR JESUS aconselhou: AMEM, BENDIGAM, FAÇAM O BEM E OREM. Viver uma vida obediente a DEUS é o maior triunfo dos Seus filhos. Esse é o maior exemplo da presença da sabedoria de DEUS na vida de um ser humano. Ele não se envolve nem se contamina com a perturbação espiritual presente no outro; antes o compreende e se posiciona com sabedoria, sem desistir da vida dele. Esse é o chamado FILHO DE DEUS. O que, afinal, gera a separação e o divórcio? Não é a falta de sabedoria, o não compreender a condição espiritual do outro? Não é a mágoa, a dor, o ressentimento, a impiedade, a falta de perdão e de amor? Não é se julgar mais santo e mais perfeito que um cônjuge perturbado e opresso e julgá-lo já morador do inferno; e, de posse dessas impressões precipitadas, abandoná-lo, desistir da vida dele? O apóstolo Paulo, há muito anos, já havia advertido à igreja: “Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia” (1 Coríntios 10:12). Ou seja, Paulo, em outras palavras, estava afirmando: O MUNDO DÁ MUITAS VOLTAS. O QUE ESTÁ DE PÉ HOJE, AMANHÃ PODE SE ENCONTRAR CAÍDO, E O QUE ESTÁ CAÍDO HOJE, AMANHÃ PODERÁ ESTAR DE PÉ. Por isso, não devemos julgar nem atirar pedras em ninguém, mas AMAR e ORAR. 
Quantas pessoas, no passado, atiraram pedras de falso moralismo em mim, pedras de repúdio e de abandono, porque viram defeitos que, aos seus olhos, eram insuportáveis e inadmissíveis? Inúmeras. Quantas se sentiram santas demais e me olharam com olhar de desprezo e me subjugaram e hoje se encontram em uma situação espiritual infinitamente pior do que a minha? Tudo se resume a uma expressão: FALTA DE SABEDORIAO tempo é cíclico, rotativo, como uma roda gigante de um parque de diversões. Ora se está em cima, ora embaixo. Devemos ter cuidado apenas para um dia não nos encontrarmos caídos, enganados, cegos espiritualmente, sem forças para nos levantarmos, ficarmos de pé outra vez, longe da presença de DEUS. 
Lembre-se: se você está atravessando um deserto e crê que o seu casamento será restaurado, mas permanece caminhando sozinho (a), você ainda não é uma pessoa detentora de sabedoria. Você simplesmente acha que possui ferramentas suficientes para atravessar esse deserto solitariamente. Você está enganado(a)! Talvez não tenha compreendido ainda o quanto a travessia de um deserto é difícil, repleta de pressões, desafios, afrontas e perseguições. Você precisa de um pastor ungido de DEUS, um homem cheio da sabedoria celestial, para atravessar contigo todo o deserto, assim como DEUS fez com o povo de Israel quando levantou Moisés e o colocou como líder. Enquanto você não despertar para essa verdade, seu casamento continuará fracassado. E um último conselho bíblico para você, dado pelo apóstolo Tiago: “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente, e não o lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Peça, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa”(Tiago 1:5-7).

QUE A SABEDORIA DE DEUS INUNDE O NOSSO SER!

Por: Pr. Fernando César
Ministério Restaurando Famílias para CRISTO - Olinda - PE

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Seguidores do site pelo Google+