Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » Campanha de Marina Silva à presidência em 2010 teria usado verbas ilegais, acusa delator
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga


A candidatura da missionária e ex-senadora Marina Silva à presidência da República em 2010 teria sido abastecida com dinheiro de corrupção, segundo delação premiada de Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS.
Em 2010, Marina Silva – à época no PV – disputou a presidência da República pela primeira vez, ficando em terceiro lugar com 20 milhões de votos, atrás de José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PTDe acordo com informações do jornal O Globo, a OAS teria repassado valores de maneira ilegal para um suposto caixa 2 da campanha de Marina, a pedido de Guilherme Leal, então candidato a vice-presidente na chapa da ex-senadora e um dos donos da empresa de cosméticos Natura.
“O ex-presidente da OAS se comprometeu com os procuradores a falar do caixa dois que, segundo ele, irrigou a campanha de Marina Silva à Presidência em 2010. O pedido a Pinheiro foi feito por Guilherme Leal, um dos donos da Natura, candidato a vice-presidente de Marina naquela eleição. Alfredo Sirkis, ainda de acordo com a delação do ex-presidente da OAS, acompanhava Leal quando a negociação foi fechada. Oficialmente, ou seja, no caixa um, o TSE não tem registro de qualquer doação da empresa baiana para a campanha de Marina”, informou o jornalista Lauro Jardim.
Marina Silva se posicionou a respeito das acusações e negou que sua campanha tenha usado um fundo não declarado para custear a campanha eleitoral de seis anos atrás: “Não houve um real sequer em minhas campanhas que não tivesse sido regularmente declarado”, afirmou a ex-senadora em nota.
A respeito do então candidato a vice, Guilherme Leal, ela pontuou que o empresário “sempre foi fiel ao compromisso ético e à orientação política de que todos os recursos de financiamento de campanha teriam origem e uso inteiramente legais”Confira a íntegra da nota de Marina Silva sobre a acusação:
‘Todo apoio à Lava-Jato’
Recebi a notícia de que estaria sendo divulgada uma suposta menção a meu nome em delação premiada à força-tarefa que investiga a corrupção na Petrobras. Segundo essas fontes, dinheiro de uma empreiteira teria sido destinado ao “caixa dois” da minha campanha à Presidência, em 2010. Como ressaltou recentemente o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, “da esquerda à direita, do anônimo às mais poderosas autoridades, ninguém, ninguém mesmo, estará acima da Lei”. Por esse motivo, quero que as autoridades deem a devida atenção a essa acusação.













Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/campanha-marina-silva-presidencia-verbas-ilegais-83282.html

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Seguidores do site pelo Google+