Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Elias em Querite e Sarepta
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

"E Elias lhe disse: Não temas" I Rs 17:13

Seca e fome, assolavam Samaria,  região, governada pelo cruel rei Acabe. Baal, era considerado padroeiro de Israel, pelos idolátras que multiplicavam os cultos pagãos. Uma situação que não agradava a Deus. Em Sua soberania, em contraste com a ineficácia de Baal, os céus são cerrados. O Soberano Criador, envia um mensageiro, para anunciar o "caos" que está por vir. Quem era Baal? um deus sem poder. Não salvaria Israel e seus muitos seguidores.

Elias, cheio do espírito Santo, do Senhor, se apresenta diante do rei, com uma sentença: "Vive O Senhor, Deus, perante cuja face estou, que nestes anos, nem orvalho, nem chuva, haverá segundo a minha palavra" I Rs 17:1. O rei achou uma afronta "segundo a minha palavra"? Quem ele pensa que é? Ele era, a boca de Deus. A espada, cortante, esmiuçando as imagens e o "poderio" do falso Baal. A partir de então, Elias passa a ser perseguido e odiado. O duro coração do rei, não se humilha para O Deus de Elias.

Em provisão de Pai, Deus, envia Elias ao ribeiro de Querite. Querite, significa: "cortar", "colocar no tamanho certo". Ali, a sós com Deus, o profeta seria moldado. Mas, ele era um homem de fé, um profeta! Não estaria pronto? A Bíblia, no livro de Tiago, nos diz, que Elias "Era um homem comum, sujeito às mesmas paixões que nós"? Tg 5:17. Você, acha que Elias, não olhava para o céu sem nuvens, procurando os corvos? Não teve, temores durante a noite? Barulhos de animais e o medo, de ser encontrado pelo exército de Acabe? Elias, sofreu. Ele estava acolhido por Deus. Toda Samaria em sequidão, ele à beira de uma fonte de água.

Todos nós, passamos por "Querite". Lugar de "corte", "molde". Também, lugar de intensificar a comunhão, sentar às margens do Rio de Deus. Ali, Elias, estabeleceu longos diálogos com O Senhor. Derramou lágrimas, foi confortado e transformado. Elias cresceu. Ficou em Querite, até o dia, em que o riacho secou. Como assim, Deus o deixou? Não, nunca jamais. A seca duraria três anos e seis meses. É tempo demais. Ele precisaria partir, prosseguir. Alguns dirão: Já estou em "Querite", fazem mais de três anos. Quando partirei? Deus, tem o tempo e as estações em Suas mãos. Para cada "Elias", um tempo. A nós, cabe, confiar e confiar. Se Ele te sustentou até aqui, por que temer?

Partindo para Sarepta:

Os problemas acabaram. Agora, o profeta Elias, teria água e comida a vontade "eu mereço", "é minha recompensa". E lá se foi, Elias, para Sarepta, o lugar era escolhido por Deus. Ele obedeceu:

"Eis que te enviarei, ali, a uma mulher viúva, que te sustente" I Rs 17:9. Ao chegar, à porta da cidade, ali estava uma viúva, apanhando lenha. "se tem lenha tem fogo, se tem fogo, tem comida, é esta a viúva de quem Deus me falou".

Sarepta, significa "lugar de fundição". Mais uma vez, o homem de Deus, precisaria, confiar e confiar: "traze-me pão". A viúva responde: "Vive o Senhor, que nem um bolo tenho, senão um punhado de farinha e um pouco de azeite" I Rs 17:12. "Como esta mulher irá me sustentar, se não tem sequer para si"? Se não tivesse aprendido a confiar na sequidão, talvez, Elias, pensasse assim. Muitos de nós pensaria. Mas não, ele fortaleceu a mulher: "não temas". Em Sarepta, o milagre da multiplicação! Aquela mulher ao ofertar, na dificuldade, recebeu em tão grande quantidade que distribuiu para muitas e muitas, pessoas.

Elias, o sustentado por corvos. Agora, era o corvo para a viúva de Sarepta. È assim que Deus faz conosco. Ele nos consola, para sermos consoladores. Em Sarepta, mais uma preciosa lição: Quantas vezes, estamos, no lugar certo, na hora certa, na direção do Senhor, e não vemos nada? É hora de confiar. Ele honrará nossa fé e obediência. Como fez com Elias, homem comum e sujeito às mesmas paixões que nós.

O que me impressiona, é saber que a viúva de Sarepta, também viveu os mesmos estágios de dificuldade que Elias. Primeiro, esteve em "Querite"(fome e seca), recebeu a provisão, de Deus, "o riacho e os corvos". Depois, ela partiu para o "lugar de fundição". Sim, ela morava lá, mas, falo espiritualmente- Querite e Sarepta são lugares espirituais- Ao partir de Querite, sofreu com a morte do filho. O profeta não havia lhe prometido bençãos? Como é que isto aconteceria? Mais uma vez, a provisão, Deus, ressuscita seu filho, aleluia! Como passou a viver esta mulher, depois de tão grandes milagres? Certamente, creio que ela foi ser "corvo e riacho", na vida de muitos.

"Deus não vos deixará ser tentado, além do que possas suportar, Ele dará o escape" I Cor 10:13.

Ao nos depararmos em Querite e Sarepta, confiemos e confiemos. Para que, prossigamos, sendo "corvos e riachos", na vida dos que Deus, nos enviar. A Ele, Soberano, Pai amoroso, seja toda a glória, para sempre e eternamente, amém.
Wilma Rejane
  http://www.atendanarocha.com

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+