Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Esdras, o escriba. Revelações no sétimo capitulo.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A releitura do livro de Esdras falou intensamente comigo nesses últimos dias, eu precisava ouvir tudo que ouvi através da vida e ministério do escriba e sacerdote que liderou um grupo de aproximadamente cinco mil pessoas, quando do retorno dos judeus do exílio Babilônico em 457 a.C.  O movimento restaurador provocado pela liderança de Esdras, chegou até mim pelas páginas da maravilhosa Palavra de Deus, viva e eficaz!

Esdras era um ilustre desconhecido, alguém que escreve o livro de mesmo nome, mas não aparece nos primeiros capítulos da história de restauração do templo  de Jerusalém e do retorno dos judeus para sua terra natal.  Onde estava Esdras quando Zorobabel lidera o primeiro grupo de exilados, libertos e em procissão para Jerusalém?  Ele não aparece!  O templo, a grande batalha espiritual travada pela reconstrução do templo é narrada e de forma grandiosa Deus fortalece homens, abre caminhos, dirige corações de reis, na elaboração de decretos e prepara a linda Jerusalém para receber seu povo. O mesmo povo de dura cerviz que teima em errar e Deus insiste em amar. Oitenta anos aproximadamente de cativeiro, tempo suficiente para Israel se arrepender dos pecados e se voltar para Deus.

E como em todos os tempos, Deus envia seus profetas para despertar a consciência humana sobre a necessidade de mudanças, arrependimento. Os judeus foram para o cativeiro e os profetas com eles. Terra estranha, dor e sofrimento, e Deus com eles; amparando, fortalecendo. Qual de nós não viveu  cativeiros?  Não estamos sós, nem desamparados,  é Deus falando, é nossa vida sendo revirada para que nossos corações sejam transformados. O homem que não se melhora  através da dor, que nela, não se achega mais ao Senhor, não cresce, não se enriquece, antes se enfraquece. Na multidão de cativos estava Esdras,  voz Divina,   fazendo jus ao seu Nome : Esdras  do hebraico Ezra עֶזְרָא ,abreviação de עַזְרִיאֵל 'Aquele que ajuda”.




Ouvi Deus em meio ao meu pior sofrimento, quando dores de morte me cercaram, quando a vida me decepcionou. Busquei a Deus do cativeiro e Ele me respondeu: “O que me consola na minha angústia é isto: que a Tua Palavra me vivifica” Sl 119:50.  Esdras nos  diz que não podemos esquecer o primeiro amor ( Ap 2:4)  não podemos esquecer que Deus continua falando a Seu povo, que necessita deixar a Babilônia para retornar a uma Jerusalém restaurada, de muros e alicerces firmes.  Restaurar   Israel foi missão de Esdras que guiado pelo Espírito Santo se destaca entre a multidão. Este Esdras,  que não aparece, do 1º ao 6º capitulo do livro de mesmo nome, de repente,  na sétima melodia, no sétimo capitulo do livro é apresentado, com honras:




“ Filho de Abisua, filho de Fineias, filho de Eleazar, filho de Arão, o sumo sacerdote, este Esdras subiu da Babilônia. Ele era um escriba versado na Lei de Moisés, dada pelo Senhor, seu Deus, que estava sobre ele, o rei lhe concedeu tudo quanto pedira. Porque Esdras tinha disposto o coração a buscar a Lei do Senhor e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juizos” Ed 7: 5,6,10.

E eis que ao que busca a Deus constantemente, de repente, Ele surpreende.   Esdras Dormia e acordava ao som de gemidos, presenciando a murmuração do povo, a obstinação para o pecado,  a missão  era assim como um trabalho de formiguinha. Imagine, cinco mil pessoas para cuidar da vida espiritual. Não em templos bem equipados, mas em terra alheia e sem luxo algum.  Algo parecido com Davi nos campos  apascentando as ovelhas, com José sendo carcereiro na prisão.  Biblicamente há um tempo de plantação e colheita, esta é certa, a forma é incerta, somente Deus pode dizer o que cabe a cada um de nós.  A aparição de Esdras no sétimo capitulo nos diz que quando ainda nem era citado, nem visto, nem exaltado perante os homens, Deus o via e o exaltaria no momento propicio. A fé lança suas raízes no invisível,  pacientemente aguarda a concretização do sobrenatural quando o natural ainda apresenta enorme distancia entre petição e milagre. Esdras nos ensina a não desistir de buscar.


Os discípulos de Jesus viveram o tempo de plantar, todos eles, até estarem prontos para inaugurar  a fase mais importante da história universal da igreja. Eles viveram do 1º ao 6º capitulo (preparando-se) até que... “Ao cumprir o dia de Pentecostes, estavam todos reunidos em um mesmo lugar, de repente, veio do céu como um vento tempestuoso, e encheu toda a casa onde estavam assentados” At 1:1-2. E eis que chega um novo tempo, de grande colheita que dura até nossos dias!  Cada um teve seu cativeiro particular, contemplou  a Babilônia.  Se pode afirmar que foram felizes em vida e eternamente felizes na morte. Porque, assim como Esdras, não desistiram de acreditar que “de repente” o sétimo capitulo chegaria.

Deus nos vê, quando parecemos invisíveis aos homens. Quando aparentemente nada acontece, mas se nesse período , como Esdras, dispomos o coração para buscar e cumprir a Palavra de Deus,  eis que Ele nos honrará. É interessante que com o aparecimento de Esdras no sétimo capitulo, é dedicado um momento a narrativa de seu começo de caminhada com Israel: “ Esdras chegou a Jerusalém no quinto mês, no sétimo ano desse rei (Artaxerxes), pois no primeiro mês, partiu para Babilônia, e no primeiro dia do quinto mês, chegou a Jerusalém, segundo a boa mão de Deus sobre ele” Ed 7:9.  Significa que Deus o acompanhava com os olhos, sendo com ele em cada pequeno passo. Do cativeiro à casa do Rei. Do primeiro ao sétimo capitulo e por toda a vida.

Amado leitor, não desanime se você, assim como Esdras está trabalhando e buscando ao Senhor, mas ainda não vê o que tem pedido, sonhado, acreditado. Esdras, era um homem simples , que vivia entre o povo, mas transformou uma nação, porque vivia de forma diferente, buscando a Deus, sem desanimar. Esdras também me lembra o profeta Daniel que ouviu de um anjo, enquanto orava: "Não temas, Daniel; porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras, e por causa das tuas palavras eu vim." Dn 10:12.


O maravilhoso  e pequenino livro de Esdras traz grandes lições. Aqui destaco o anonimato e ascensão de um homem que dedicou o coração a buscar a Deus em meio aos cativos da Babilônia, chegando a promover verdadeiro avivamento entre seu povo. O Espírito Santo de Deus em nós, faz diferença em um mundo corrupto e cativo. Perseverar em amar a Deus, acima de todas as coisas foi meta de Esdras e deve ser de todo o que crê em Cristo Jesus como Senhor e Salvador, Aquele que restaura  “os muros e coloca os alicerces na nova Jerusalém”. Aquele que faz retornar os cativos da Babilônia para adentrar nos palácios reais, no céu de glória, no Reino de Deus. Aquele que nunca, jamais despreza os que O buscam. Do primeiro ao sétimo capitulo e por toda a vida.

Deus o abençoe.
Wilma Rejane
  http://www.atendanarocha.com

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+