Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Ex-secretário de Obras Públicas da Argentina é preso enterrando dinheiro
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

José López, secretário de Obras Públicas da Argentina durante os governos de Nestór e Cristina Kirchner (2003 - 2015), foi preso nesta terça-feira quando enterrava milhões de dólares em um terreno de um mosteiro de General Rodríguez, cidade da província de Buenos Aires. A polícia informou que López estava armado com um fuzil, mas não reagiu à prisão. A agência estatal de notícias Teláminforma que o ex-secretário foi preso com 5 milhões de dólares (quase 20 milhões de reais) divididos em pacotes de notas de 100 dólares embaladas com plástico.
De acordo com o jornal Clarín, a polícia chegou ao local por volta das 5h00 da manhã, após a denúncia de um vizinho do mosteiro que estranhou o comportamento de López. O mosteiro era o lar do bispo Ruben di Monte, que morreu em abril deste ano. Hoje o local está fechado e apenas duas freiras moram em uma casa anexa ao prédio principal.A história, digna de folhetim, envolve ainda duas freiras idosas, que dormiam no convento, e um vizinho, que ligou para a polícia, ao ver um homem jogando sacolas pelo muro do convento. "Ele [José López] estava meio louco. Dizia: 'vão me prender'. Perguntei por que, e ele me disse: 'porque eu roubei dinheiro para vir ajudar aqui'", contou à rádio La Red uma das religiosas do convento. A advogada de López, Fernanda Herrera, confirmou que seu cliente "está muito mal", tem "alucinações, ouve vozes, está delirando". Depois de ser atendido em um hospital da região, os médicos descartaram, porém, que ele tenha uma patologia psiquiátrica.
Em visita de Estado à Colômbia nesta quarta-feira, o presidente argentino, Mauricio Macri, referiu-se à detenção de López como "um episódio vergonhoso, lamentável e incrível". Macri manifestou seu desejo de que "a Justiça aja" e de que "isso não fique impune", de acordo com um comunicado divulgado pela Casa Rosada. Com o novo governo que assumiu em dezembro de 2015, a Justiça ativou vários processos por suspeita de lavagem de dinheiro e evasão fiscal contra empresários ligados aos ex-presidentes Néstor e Cristina Kirchner (2003-2015).
(Da redação)

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+