Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Irã mantém consulado fantasma em São Paulo
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Desde janeiro, quando entrou em vigor o acordo nuclear que permitiu o fim das sanções econômicas impostas ao Irã, o regime dos aiatolás tem se esforçado para mostrar normalidade em suas relações internacionais. Esta semana, um relatório produzido pela organização americana Center for a Secure Free Society apresentou um relatório que revela as operações clandestinas do Irã na América Latina.
O documento intitulado "Depois de Nisman" foi elaborado a partir da análise de mais de 40 000 escutas telefônicas e centenas de páginas de documentos secretos que pertenciam ao procurador federal Alberto Nisman, encontrado morto em seu apartamento em Buenos Aires em janeiro de 2015. Segundo o autor do relatório, se os aiatolás não estão diretamente envolvidos na morte de Nisman, foram os seus principais beneficários.
O relatório, escrito pelo analista de segurança Joseph Humire, diretor do Center for a Secure Free Society, revela uma intrincada rede de empresas e centros culturais atrelados à diplomacia oficial iraniana na região. Para Humire, as operações de comércio de carne são a principal fachada para a entrada de agentes da inteligência iranianos disfarçados de inspetores de abate. Essa estratégia, segundo Alberto Nisman, foi utilizada pelo regime para infiltar os primeiros espiões na América Latina, logo depois da Revolução Iraniana, em 1979.
O documento revela que, no Brasil, a diplomacia iraniana mantém um consulado "fantasma" na cidade de São Paulo. VEJA confirmou que, embora esteja registrado na Receita Federal desde 2013, o endereço -- uma casa-bunker no bairro do Morumbi -- jamais foi usado para este fim. Nem sequer o Itamaraty sabia da existência do "consulado".
O endereço foi utilizado para registrar uma série de empresas dos mais diversos setores. Há certificadores de carne, uma exportadora de alimentos e até uma agência de viagens registradas na Junta Comercial de São Paulo (Jucesp), em nome de cidadãos iranianos.
Segundo os registros na Jucesp, estão instaladas onde deveria funcionar o consulado a GBH Viagem e Turismo LTDA, a GBH Serviços de Apoio Adminstrativo e Participações LTDA e a GBH Comércio e Serviços de Apoio Administrativo Ltda.
Além de servir como sede de empresas, o "consulado" também aparece como sendo residência de outros iranianos donos de outras empresas instaladas em outros pontos da capital paulista. Segundo os dados públicos, o iraniano Morteza Ghorbanian Siahkalroudi, que residiria no "consulado", é o dono da empresa Apoio de Degoladores Ltda
Para o analista que descobriu o "consulado fantasma", a cobertura diplomática pode ter a função de acobertar atividades de espionagem e de lavagem de dinheiro. Segundo ele, as empresas podem ter sido utilizadas para driblar as sanções que, até o início desde ano, impediam uma série de operações financeiras por parte do regime iraniano, como punição por seu programa nuclear.
O Ministério das Relações Exteriores confirmou não ter registro do "consulado" do Irã em São Paulo. A Embaixada do Irã em Brasília não se manifestou.
FONTE: http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/ir%C3%A3-mant%C3%A9m-consulado-fantasma-em-s%C3%A3o-paulo/ar-AAhyPpV

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+