Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Prefeitura de Buenos Aires decreta fechamento de zoológico da cidade
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, anunciou nesta quinta-feira o fechamento do zoológico da capital argentina, que funcionava desde 1875 em Palermo. "O cativeiro é degradante para os animais", afirmou Larret durante entrevista coletiva. O prefeito revelou que o local se tornará um eco parque para a promoção da educação ambiental. "Acreditamos que não dá mais para termos animais nesse estado", disse.
Ele rechaçou a hipótese de usar o espaço de 18 hectares em um dos bairros mais nobres da cidade para um empreendimento imobiliário, dizendo acreditar que o eco parque está no "caminho de inovação". "Hoje, temos uma sociedade que valoriza a sustentabilidade, que prioriza o meio ambiente e este espaço (o atual zoológico) não é a melhor maneira", disse ele.
O local permanecerá fechado até 18 de julho, quando reabrirá como eco parque. O dinheiro dos ingressos será investido para transformar o espaço e transferir os 2.400 animais que lá vivem para outro local, segundo a agência estatal Télam.
Leia também:
A nova moradia dos animais ainda não foi definida. Um destino possível para alguns deles é a reserva natural que a cidade possui. "Estamos falando também com outras reservas do país e do exterior e com santuários nacionais e internacionais", disse o ministro de Modernização, Inovação Tecnologia, Andy Freire, destacando que onze animais terão prioridade na transferência por conta de seu estado crítico.
Desta maneira, a gestão do lugar, que desde 1991 estava nas mãos da concessionária Jardín Zoológico de Buenos Aires S.A, passa a ser assumida pela prefeitura.
O zoológico estava há anos na mira dos movimentos de defesa dos direitos dos animais. No final de 2014, a Associação de Funcionários e Advogados pelos Direitos dos Animais (Afada) conseguiu que a Justiça reconhecesse os direitos da orangotango Sandra como "sujeito não humano". A Afada considerava o animal "privado ilegalmente de liberdade" e pediu sua libertação do espaço. Em outubro de 2015, um filhote de girafa de duas semanas morreu no zoológico por decorrência de sérias deficiências de nutrição que a equipe veterinária não conseguiu resolver.
(Com EFE)
Fonte: http://www.msn.com/pt-br/noticias/meio-ambiente/prefeitura-de-buenos-aires-decreta-fechamento-de-zool%C3%B3gico-da-cidade/ar-AAhz6jh

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+