Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Pesquisa Datafolha sobre Temer e Dilma provoca polêmica
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Uma polêmica sobre pesquisa Datafolha divulgada no domingo passado pelo jornal “Folha de S.Paulo” levou a direção do jornal a publicar esclarecimento em seu site na quarta-feira.
Blogs que apoiam a presidente afastada, Dilma Rousseff, acusaram o jornal de ter manipulado a pesquisa a favor do presidente interino, Michel Temer. A direção da “Folha”, porém, negou equívoco e reafirmou a reportagem sobre a consulta.
O centro do imbróglio é uma pergunta sobre a permanência de Temer ou a volta de Dilma. “Na sua opinião, o que seria melhor para o país: que Dilma voltasse à Presidência ou que Michel Temer continuasse no mandato até 2018?” foi a questão feita aos entrevistados em 14 e 15 de julho. Para 50%, Temer deve ficar, enquanto 32% responderam que Dilma deve reassumir e 3% disseram que preferiam nova eleição.
Os críticos afirmaram que teria havido erro na pesquisa porque a opção sobre novas eleições não teria sido oferecida aos entrevistados.
Em seu site, na quarta-feira, o jornal publicou: “Não há erro, e tanto a ‘Folha’ quanto o Datafolha agiram com transparência”, afirma Alessandro Janoni, diretor de pesquisa do instituto.
O Datafolha informou que a opção “novas eleições” foram mencionadas espontaneamente por 3% dos entrevistados e, portanto, ela foi incluída na pesquisa.
“Se uma alternativa é citada espontaneamente por mais de 1% dos pesquisados, isso deve ser destacado”, afirmou Janoni na reportagem.
O Datafolha acrescentou que foi feita uma pergunta explícita sobre a realização de nova eleição e que 62% se disseram favoráveis. Essa questão não foi reproduzida na reportagem divulgada pela “Folha”.
Sobre a não publicação de algumas questões do relatório, Sérgio Dávila, editor-executivo da “Folha”, afirmou que é prerrogativa do jornal escolher o que acha jornalisticamente mais relevante no momento em que decide publicar a pesquisa.
“O resultado da questão sobre a dupla renúncia de Dilma e Temer não nos pareceu especialmente noticioso, por praticamente repetir a tendência de pesquisa anterior e pela mudança no atual cenário político, em que essa possibilidade não é mais levada em conta”, disse Dávila, no texto publicado no site do jornal paulista.
Dávila ressalta que não é incomum o Datafolha fazer mais perguntas do que as que acabam sendo utilizadas nas reportagens.
A realização de novas eleições é uma tese que passou a ser defendida por Dilma desde que foi afastada do cargo, após o Senado aceitar a abertura do processo de impeachment.
A pesquisa teve margem de erro de dois pontos percentuais e ouviu 2.792 pessoas em 171 cidades.
Fonte: http://www.msn.com/pt-br/noticias/crise-politica/pesquisa-datafolha-sobre-temer-e-dilma-provoca-pol%C3%AAmica/ar-BBuB9mG

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+