Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Procurador-chefe da Lava Jato cogita tornar-se pastor
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A força-tarefa da Lava Jato, investigação que mudou o país desde que começou em março de 2014, tem em Sérgio Moro sua figura mais conhecida. Mais recentemente, quem vem obtendo destaque por liderar a campanha Dez Medidas contra a Corrupção, é o procurador Deltan Dallagnol. O movimento nacional alcançou 2,2 milhões de assinaturas e agora tramita como projeto de lei de iniciativa popular na Câmara dos Deputados.
Membro da Igreja batista do Bacacheri, em Curitiba, desde a infância, a biografia de seu perfil nas redes sociais deixa claro quais são as suas prioridades na vida: “Seguidor de Jesus, Marido e Pai Apaixonado, Procurador da República por Vocação e Mestre em Direito por Harvard”.
Nas conversas interceptadas pela Polícia Federal, o ex-presidente Lula atacou a fé dos evangélicosque trabalham para livrar o país da corrupção. “Esses meninos da Polícia Federal e esses meninos do Ministério Público se sentem enviados de Deus”, afirmou Lula. “Os caras do ministério público são crentes. É uma coisa absurda”, respondeu seu interlocutor, o prefeito do Rio, Eduardo Paes.
Na sequência, um diálogo do cientista político Alberto Carlos Almeida com Lula, também ataca a fé católica de Sérgio Moro. “O juiz lá teve formação da Opus Dei”, assegurou, numa referência maliciosa e falsa.
Dallagnol fala sobre o tema liderança em diversas igrejas (ver vídeo). Também viaja o país com palestras sobre temas ligados ao combate ao crime. Já foram mais de 150 palestras só sobre as medidas anticorrupção. E “sem ganhar nada por isso”, como frisou em um encontro de investidores no Rio de Janeiro, na semana passada.
Falando ao auditório da Primeira Igreja Batista de Curitiba, explicou que a investigação do maior esquema de desvio de recursos e pagamento de propina em estatais brasileiras “infelizmente não muda o País”. Contudo, acredita ele, pode despertar uma mobilização inédita de combate à corrupção por parte da população brasileira. “Vivemos uma janela de oportunidade, o caso Lava Jato deixou a sociedade altamente sensível e esperançosa de mudanças”, afirmou.
O procurador de 36 anos vem falando em todo tipo de evento, que vai do Congresso Brasileiro de Cirurgiões à Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital. Parece que o assunto é unanimidade. Ele conta que sua apresentação varia segundo o público, mas segue um roteiro padrão, que inclui pequenos vídeos e citações de vários intelectuais.
Também faz referência a passagens bíblicas e à vida do pastor e ativista americano Martin Luther King. Resume sua motivação ao sublinhar que o combate à corrupção “é uma questão de amor ao próximo, de serviço à sociedade”.
Recentemente, perguntado sobre o que planeja no futuro, não confirma que deseja uma carreira política, seu plano parece ser outro. “Eu descartaria poucas coisas em relação a meu futuro, cogito talvez até virar pastor. Mas nós focamos no presente”, assegurou. Com informações de O Estado de São Paulo
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/lava-jato-deltan-dallagnol-pastor/

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+