Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Votação preliminar mostra que Cunha não tem maioria
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Os aliados de Cunha tentavam ganhar mais prazo na votação do recurso, o que empurraria a análise da sua cassação na CCJ para depois do recesso, em agosto.

A rejeição de dois requerimentos que tentavam adiar a votação do recurso contra a cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), nesta quarta-feira (13), na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), expôs que o peemedebista não tem votos suficientes para se salvar na comissão.Os aliados de Cunha tentavam ganhar mais prazo na votação do recurso, o que empurraria a análise da sua cassação na CCJ para depois do recesso, em agosto.
Com isso, lançaram mão de diversas manobras durante a sessão desta quarta da CCJ. Na principal delas, a votação de dois pedidos de adiamento da votação sobre a cassação, foram derrotados por grande diferença de votos.
Na primeira votação, foram 36 parlamentares contrários ao adiamento e 16 a favor. Na segunda votação, 35 foram contrários e 17, favoráveis.Com essa derrota, a CCJ vai começar a discutir o relatório do deputado Ronaldo Fonseca (Pros-DF), que defendeu a realização de uma nova votação contra Cunha no Conselho de Ética.
Isso porque, no argumento do deputado, que é aliado do peemedebista, a votação no Conselho de Ética não poderia ter sido nominal e tinha que ser feita no painel eletrônico, devendo ser refeita.
Cunha teve sua cassação aprovada no conselho por 11 a 9 em 14 de junho. A acusação é que ele mentiu aos seus pares por dizer que não tinha contas no exterior, já que o Ministério Público da Suíça detectou três contas das quais Cunha era beneficiário final e ainda uma outra em nome de sua mulher, Cláudia Cruz.
A sessão desta quarta na CCJ foi marcada, até a publicação desta reportagem, por tentativas protelatórias dos aliados de Cunha. Um dos defensores do adiamento da votação foi Hugo Motta (PMDB-PB), que cresceu politicamente com a ajuda de Cunha ao ser alçado à presidência da CPI da Petrobras no ano passado.
Ainda há risco de não ser votado o recurso de Cunha contra a cassação nesta quarta, porque a partir das 16h o plenário da Câmara começará a discutir a eleição do novo presidente, provocando a interrupção da discussão na CCJ.
Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/politica/252087/votacao-preliminar-mostra-que-cunha-nao-tem-maioria

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+