Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » PT admite “perda total” da bancada do Senado; Gleisi pode ficar sem mandato e acabar na prisão
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O PT já admite que sua bancada no Senado pode ser dizimada pelas urnas em 2018, quando acabam os mandatos de 8 dos 10 senadores que o partido tem hoje”, destaca o jornal “Folha de S. Paulo” na edição desta segunda-feira (10).

 Pior ainda é a situação da senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT-PR), cuja reeleição é considerada improvável e poucos apostam que a parlamentar paranaense estará em liberdade para disputar algum cargo eletivo em 2018.



Ré por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Operação Lava-Jato e acusada por oito delatores de receber propina do esquema criminoso conhecido como Petrolão, Gleisi também está envolvida na Operação Custo Brasil, que investiga o surrupio de mais de R$ 100 milhões de servidores federais, inclusive aposentados, que recorreram a empréstimos consignados. Segundo as investigações, a quadrilha seria chefiada pelo marido da senadora, o ex-ministro Paulo Bernardo da Silva. Isso mostra que Gleisi se transformou em caso de polícia, sendo a cadeia seu destino mais provável.
Segundo a Folha, “parte dos senadores já admite reservadamente não disputar a reeleição”. A reportagem cita Gleisi Hoffmann, Humberto Costa e Lindbergh Farias como baixas certas da bancada do PT. Em resumo preciso sobre dilema vivido pelo PT, o blog O Antagonista observa: “A questão não é saber qual deles desistiu da reeleição, e sim qual deles não estará preso em 2018”.
O mencionado grupo – que inclui Gleisi Hoffmann (PR), Humberto Costa (PE) e Lindbergh Farias (RJ) – foi eleito em 2010, quando Lula deixava a Presidência com 83% de aprovação e o PT era o preferido de 26% do eleitorado — hoje o índice é de 11%.
Alvejada pela Lava-Jato – e com o PT comandando de menos da metade das prefeituras do que tinha há seis anos –, parte dos senadores petistas já admite reservadamente não disputar a reeleição se o cenário envolvendo a legenda não se alterar até 2018. A única opção seria a troca de partido, mas é preciso em qual legenda de esquerda esses parlamentares embarcariam.
Com a fragorosa derrota nas eleições municipais de todo o País, o PT perdeu não apenas força como legenda, mas em especial como líder da esquerda brasileira. Nessa condição de quase anorexia política, o PT certamente será atropelado por outra legenda rumo ao comando do esquerdismo verde-louro. Considerando os partidos que integram esse bloco, a tendência é de radicalização.
Fonte: http://peloamordedeus.com/pt-admite-perda-total-da-bancada-do-senado-gleisi-pode-ficar-sem-mandato-e-acabar-na-prisao/

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Seguidores do site pelo Google+