Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » 30 policiais invadem igreja na China: “parem de adorar a Cristo”
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Igrejas nos lares são alvo de plano do governo contra avanço do cristianismo.

Autoridades chinesas cercaram uma igreja doméstica em Pequim, invadindo posteriormente o local e ordenando que os membros da congregação parassem com a adoração a Jesus Cristo. Se desobedecessem, enfrentariam consequências legais, incluindo a prisão.
De acordo com a missão China Aid, que defende a liberdade religiosa e a garantia dos direitos humanos na China, o cristão Xu Yonghai reunia em sua casa um grupo de pessoas, numa igreja subterrânea – não reconhecida pelo governo. Eles estavam no meio de um culto quando algum vizinho os denunciou para a polícia, que imediatamente deslocou cerca de 30 oficiais para lá.
Nos últimos dois anos, centenas de cristãos, pastores e defensores dos direitos humanos foram presos pelo Partido Comunista por protestarem contra a repressão nacional contra as igrejas. Nunca na história tantas igrejas foram fechadas e demolidas.
Citando violações do código de construção, funcionários do governo vem removendo à força as cruzes do alto das igrejas registradas. No entanto, a China Aid vem divulgando que se trata de uma campanha premeditada que visa travar o crescimento do cristianismo no país.
Recentemente, um documento oficial vazou para a imprensa. Ele descreve o plano organizado do governo chinês para controlar e fechar todas as igrejas na chamada “Zona de Desenvolvimento”. O roteiro inclui registrar apenas as igrejas oficiais, que se submetem a intervenção do governo. Depois, colocam todas as outras sob “supervisão temporária” e, por fim, proíbem os encontros dos grupos que se recusam a cooperar.
Zhang Mingxuan, pastor e presidente da Aliança de Igrejas nos Lares da China, disse à China Aid que essas restrições são sintomáticas e crescentes.  Estima-se que, na última década, a perseguição aumentou em 700%.
No mês passado, o governo implementou a Revisão de Regulamentos sobre Assuntos Religiosos. Isso inclui proibições de que cidadãos participem de qualquer reunião religiosa organizada em solo chinês, incluindo conferências e atividades no estrangeiro. Também restringe a pregação pela internet.
A justificativa para as novas regras é um “combate ao terrorismo e a influência de potências estrangeiras”. No entanto, não há notícias de que o governo venha agindo contra islâmicos, preferindo coibir apenas o culto cristão. 
Com informações Gospel Herald

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+