Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » A ONU quer que Israel desaparecerá e os judeus a entregar suas terras para a Palestina
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A ONU convida o Estado de Israel para acabar com a divisão geográfica dos territórios palestinos na "invadiu" a Cisjordânia ...

A ONU convida o Estado de Israel para acabar com a divisão geográfica dos territórios palestinos na "invadido" Cisjordânia. 
"Israel deve permitir à Autoridade Palestiniana para assumir o controle da segurança na Área B eo controlo civil e de segurança área C no fim de acabar com a fragmentação geográfica dos territórios palestinos ocupados , "alertou sexta-feira o porta-voz da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos Humanos na Palestina, Michael Lynk.

De acordo com as Nações Unidas nos territórios palestinos ocupados são divididos em 3 zonas: Um representando cerca de 3% do território e é administrativamente controlado e de segurança da Autoridade Palestina, o B, que reivindica cerca de 30% e é composto por as cidades sob controle administrativo palestino e controle de segurança de Israel, Área C e totalmente controlada pelo governo de Tel Aviv.
A ONU intermediário denuncia Israel a agir como uma "potência colonial" e proibir o direito dos palestinos à autodeterminação.
"O regime discriminatório de Israel minimiza e exclui a participação dos palestinos. Israel deve parar de destruir casas e propriedades até comunidades beduínas, "com força, disse o porta-voz da ONU, de acordo com a entrevista para o diário israelita Jerusalem Post.
Enquanto isso primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, está convencido de que iránão entregar aos palestinos ou um metro quadrado de terra em a Cisjordânia ocupada. 
No entanto Lykn também denunciou em um relatório que o aumento da demolição de casas palestinianas ea proibição de licenças de construção representam "um ambiente coercivo" que aumenta a possibilidade de "transferências forçadas individuais e em massa".
Cerca de metade de um milhão de israelenses vivem em uma cerca de 150 assentamentos ilegais construídos desde a ocupação dos territórios palestinos de a Cisjordânia e Al-Quds (Jerusalém) na Guerra dos 6 Dias em 1967 
Esses sites israelenses nos territórios palestinos são chamados "ilegal" de acordo com a ONU, a União Europeia (UE) e outros países desde a Convenção de Genebra proíbe também edifício em terra "invadido".

Fonte: Notícias Fin

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Seguidores do site pelo Google+