Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Cabral diz à Polícia Federal que 'não se lembra' de joias nem de quem fez reforma em sua casa
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

  • Joias diversas recolhidas pela Polícia Federal durante a operação Calicute, que resultou na prisão do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB)
Ao mesmo tempo em que relatou sua "indignação" com as "mentiras" dos delatores que afirmaram terem pago propinas a ele e seus aliados referentes às grandes obras do governo do Rio, o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) não soube explicar à Polícia Federal, ou afirmou não se recordar, sobre detalhes envolvendo sua própria residência e despesas de sua família e sua esposa, incluindo joias e obras de arte.

Em seu depoimento prestado aos investigadores no dia 17, por exemplo, o peemedebista relatou que, no final de 2010, teve que sair do imóvel em que morava "devido a necessidade de obra" e foi morar em um imóvel emprestado por Guilherme Paes. Questionado, porém, sobre quem teria contratado a obra e comprado o mobiliário para sua residência, ele disse que "não se recorda".

A PF, então, questionou a ele por que as notas fiscais da obra e dos móveis estavam em nome de Sônia Baptista e ele reiterou que "não se recorda". Sônia foi assessora de Cabral quando ele era senador e também foi sócia do ex-secretário de Cabral no governo do Rio, Carlos Miranda, preso na Operação Calicute. Investigada, Sônia foi alvo de um mandado de condução coercitiva, quando a pessoa é levada pela PF para depor.
Os investigadores indagaram ainda se Sônia ajuda a atual governanta de Cabral, identificada como Gilda, a pagar as "despesas do lar", ao que o ex-governador respondeu: "possivelmente sim, não sabendo informar se há contraprestação financeira para Sônia".
Joias
Questionado sobre as joias e obras de arte que mantém em sua residência, o ex-governador também demonstrou não saber muito sobre o assunto. Sobre os as obras de arte em suas residências no Rio e em Mangaratiba ele disse que "não saberia precisar" se eles valiam mais de cem mil reais e que "alguns foram adquiridos por sua esposa ou recebidos de presente".

Os investigadores insistiram e perguntaram sobre os certificados das obras de arte e das joias e onde eles estariam. Mais uma vez, o peemedebista tentou se dissociar dos bens.

 "O declarante esclarece que não administra tais bens, podendo alguns estarem em sua residência", disse no depoimento.

Sobre as joias, a PF ainda perguntou a Cabral sobre compras feitas em algumas joalherias com base em depoimentos dos próprios vendedores dos artigos de luxo. Em relação à joalheria Antonio Bernardo, o ex-governador admitiu que comprou lá "uma ou duas vezes, não recordando se (o pagamento) fora em espécie ou em cartão".

Confrontado com a versão da vendedora da joalheria Vera Lúcia, de que teria adquirido os bens de luxo sempre com dinheiro em espécie, o peemedebista alegou não se recordar das compras. Ele foi ainda questionado sobre compras de joias com dinheiro em espécie no período em que foi deputado e senador, bem como sobre compras feitas por seus filhos com dinheiro em espécie. Mais uma vez, sua memória teria falhado: "O indiciado afirma que não se recorda".

Em relação a outra joalheria, a H. Stern, Cabral também admitiu que adquiriu joias lá "uma ou duas vezes" com a vendedora Maria Luiza Trotta. Também em relação a estas joias, Cabral alegou que "não se recorda do valor" delas e, ao ser confrontado com o depoimento da vendedora, que disse que ele teria adquirido os artigos de luxo no valor de até R$ 100 mil e com dinheiro em espécie, novamente sua memória "falhou". "Não se recorda", disse.

Por fim, ele ainda foi indagado sobre se teria adquirido joias nas lojas Amsterdam Sauer e Sara Joias, mas, definitivamente, a memória de Cabral não o ajudou durante o depoimento à PF e à Procuradoria da República. "O indiciado relatou que não se recorda".

Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/brasil/2016/11/22/cabral-diz-a-pf-que-nao-se-lembra-de-joias-nem-de-quem-fez-reforma-em-sua-casa.htm

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+