Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Final dos tempos.Cristãos contemporâneos: "Estamos gay, são casados ​​e estão Pastores Evangélicos"
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A notícia foi viral em mídias sociais, causando grande controvérsia em todo o mundo evangélico. Um pastor brasileiro de 36 anos chamado Fábio Inácio, marido Mark, foi quem escreveu uma carta para defender sua posição homossexual à frente dos mandamentos de Deus ...


A notícia foi viral em mídias sociais, causando grande controvérsia em todo o mundo evangélico. Um pastor brasileiro de 36 anos chamado Fábio Inácio, marido Mark, foi quem escreveu uma carta para defender sua posição homossexual à frente dos mandamentos de Deus.
Abaixo, você esta carta para que você tire suas próprias conclusões:
Eu sou um cristão e homossexual. Jesus ea Bíblia são os meus modelos. Eu acredito na união e meu sonho de construir uma família se tornar realidade. Eu me casei em 2009 com o amor da minha vida. Ele também é um homem de Deus e um pastor como eu. Juntos, fundaram a Igreja cristã contemporânea, uma igreja que aceita as relações homossexuais.
Estou certo de que a Bíblia não condena os homossexuais. Eu sou o primeiro pastor brasileiro a ter uma cerimônia de casamento religioso com outro homem.
Dos 30 pares de padrinhos convidadas, 29 eram homossexuais. Todas as 11 crianças que entraram na frente foram criadas por dois pais ou duas mães. Quando entramos, tocou uma música Evangelica diz. "Há uma frase que está em Jesus"
Nossa lua foi em Costa do Sauipe. Quando vim para este paraíso Eu tenho um filme na minha cabeça. Como longa e dura estrada eu tinha que ir antes de se tornar um pastor e casar-se com Fabio ..
Ele virou evangélica aos 14 anos
Ele ainda estava na puberdade, quando eu encontrei Jesus. Aos 14 anos eu comecei a ir à igreja seis dias por semana. manhã cedo torneados que estudam a Bíblia, ele gostava de pregar sermões, e aos 17 eu tinha certeza que meu chamado para ser um pastor.
Aos 19 anos eu conheci uma menina que passou por quatro anos. Eu vim a cometer.Meu futuro é desenhado, não é um segredo: eu estava atraído por outros meninos.Eu sabia que estava indo para tirar o meu sonho de ser um pastor e eu nunca poderia casar com um homem. A igreja não aceitou isso.
Eu decidi tomar em um clube gay e quebrou meu compromisso
Era 1999, eu tinha 23 anos e foi visitar um amigo nos Estados Unidos. Um dia ele me levou a uma boate gay. Eu estava com medo quando vi tantos homens se beijando!Eu comecei a fazer minhas orações: "Deus, por que você me trouxe aqui?". Depois de muita oração, uma voz falou em meu coração: "Sua homossexualidade é para sempre, você nasceu assim."
Eu vim para o Brasil e eu quebrei o meu compromisso. A notícia da minha orientação sexual se espalhou rápido e não tem a coragem de voltar ao templo.
A maioria das igrejas evangélicas aceitar apenas os homossexuais que desejam mudar sua orientação. Mas eu não mudar o meu. Eu não posso acreditar nessa possibilidade!. Ele estava determinado a viver a minha homossexualidade. Foi quando, pela primeira vez, de se envolver sexualmente com homens. Os anos seguintes foram difíceis. Eu estava morrendo de desejo para a igreja e queria pregar novamente. Sendo um pastor estava no meu sangue.
Comecei a pesquisar igrejas gay
Olhei para obter informações sobre as igrejas de homossexuais em os EUA e criou um site que oferece uma outra maneira de ler a Bíblia. Por exemplo, quase qualquer igreja aceita o casamento do mesmo sexo, alegando que a Bíblia diz que os efeminados não vão para o céu. mas o termo "efeminado" traduz errado - o que é o original "soft".
Por essas e outras relações entre homossexuais eles ainda não são permitidos em igrejas. Eu criei uma alternativa para eles: em meados de 2002 um grupo evangélico abriu para acomodar pessoas à procura de um espaço para expressar sua religião cristã, enquanto vivia a sua homossexualidade com confiança.
Eu conheci Fabio no grupo
Para 2005, Fabio começou a freqüentar o grupo. Nós viramos League eo sonho de uma igreja a aceitar homossexuais. Afinal, a nossa forma de expressar afeto tem muito a ver com a nossa sexualidade.
Funcionou. Em setembro de 2006, assumimos o nosso relacionamento e fundou a Igreja cristã contemporânea. Em dez anos, temos reuniu mais de 3.000 pessoas em dez templos - existem seis no Rio, dois em São Paulo e dois em Minas Gerais.
Em nossa congregação, defendemos o início da atividade sexual durante o namoro, mesmo. Ao contrário de outras igrejas pregam que Valentine pode ter vida sexual, quando cometidos.
Estamos legalmente casado e tenho três filhos lindos
Datado do compromisso tem sido um ano. Coroado nosso caso de amor no altar, em 2009. Naquela época, o casamento gay não foram reconhecidos no Brasil. No entanto, fomos a um notário e fez um acto declarativo do casamento homossexual.Oficialmente, ela não tem o mesmo valor de um contrato de casamento.
Em 2011, o Brasil passou a reconhecer homossexual estável, de modo que ele fez um. Nós não poderia usar o mesmo sobrenome ou mudança de estado civil, mas era algo. Em 2013, o país evolui e eventualmente poderia se casar novamente legalmente. Fabio tem oficialmente Canuto para a família!
Nessa altura, já tínhamos adotou duas crianças, Davison, 14, e Filipe, 12. Hoje temos o nosso nome e uma certidão de nascimento com ambos os pais! Seis meses atrás, adotamos a Hadassa Gladstone Canuto, que já tem 10 meses e dois pais. Nós quatro longos anos no processo de adoção. Mas eu estou feliz em dizer que não tivemos obstáculos específicos para ser gay. Só que enfrentamos burocracias comuns para adotar uma criança. Por isso, criamos um grupo de apoio para a adoção dentro da igreja, onde nós ajudar os casais a entender todo o processo e reforçar a responsabilidade de aceitar uma vida!
Eles amam incondicionalmente, como fez Jesus

Muitas mães heterossexuais à igreja por causa dos filhos. Isso é amor. Nossa nos ensinou muito. Eu sou um pastor melhor por causa deles! A igreja cristã tem de ser mais humano, compreendendo a diversidade. Deus não queria que uma torre, onde todos falavam a mesma língua, sabia que haveria uma pluralidade e lá, ele está em toda parte. Minha mensagem é a mesma: amor, como fez Jesus. Ele não se preocupou para caracterizar uma pessoa para o pecado, cor, classe ou religião.Apenas o amor!
Marcos Gladstone, 40, um advogado e pastor evangélico, Rio de Janeiro, RJ
"Eu pensei que era o diabo"
"Aos 18 anos e era pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e tinha uma namorada. A homossexualidade me incomodava, eu pensei que tinha o diabo no corpo. Um dia, quando eu tinha 24 anos, fui abordado por um trabalhador que confessou que ele foi atraído para um homem. Assim que você aconselha? Eu decidi terminar meus compromissos e deixar a igreja, sem contar. Sentindo-se incompleta, para participar de baladas e sexo com meninos. As coisas mudaram quando eu fui para o grupo de marcas. ele foi o primeiro homem que ela amava. Hoje eu vivo em paz com Deus e com as minhas decisões não precisa de mais nada. tudo o que ele pediu a Deus que estava sentado. Se Jesus estivesse aqui na terra, eu estaria no meio da minha família. Ele é amor e sempre andou entre os excluídos. Simplesmente me encanta! "
Fonte: UOL

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+