Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » O rei da Jordânia apela judeus e cristãos se unem para destruir ISIS
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O rei Abdullah II da Jordânia disse que os muçulmanos devem se unir com os cristãos e judeus para derrotar o grupo Estado Islâmico, que ele chamou de uma ameaça global.

O rei Abdullah II da Jordânia disse que os muçulmanos devem se unir com os cristãos e judeus para derrotar o grupo Estado Islâmico, que ele chamou de uma ameaça global.

"Eu acho que a destruição de ISIS deve ser a prioridade de todos", disse Abdullah a Australian Broadcasting Company, em uma entrevista transmitida na quarta-feira.Ele chamou ISIS uma ameaça global que não pode ser derrotado ", sem a ajuda de cristãos e judeus, e outras religiões e outras nações."
Ele disse à ABC: "Na verdade, estamos todos na mesma vala:. Muçulmanos, cristãos e judeus contra o que eu chamo os fugitivos de nossa religião"
"Essa coisa não é só na Síria ou do Iraque", disse o rei. "É na Líbia - estamos lidando com Boko Haram e Shabab, você tem o Taliban, e, na verdade, neste pescoço do bosque, também tem seus desafios.
Portanto, se olharmos para isso em uma abordagem holística global, nós nunca vamos ganhar. "
Quanto à escolha de choque Donald Trump, Abdullah disse que já tinha falado com o magnata do ramo imobiliário que virou político. Ele tentou acalmar os temores sobre o presidente eleito, que insistiu no início de sua campanha que temporariamente proibir muçulmanos entrar nos Estados Unidos, criaria uma convulsão maciça.
"Eu tive a oportunidade de falar com o presidente eleito Donald Trump na semana passada. A sinergia foi muito boa na conversa por telefone ", disse Abdullah.
"Haverá algumas mudanças na política, mas eu acho que, na medida em que toda a gente está em pânico", acrescentou.
Abdullah e sua esposa, a rainha Rania, está na Austrália para uma breve visita de Estado. O rei foi a realização de discussões lutar contra o terrorismo com o procurador-geral da Austrália, George Brandis, e ministro da Justiça, Michael Keenan.
Em outubro, um apoiadas pelos EUA forças curdas, xiitas e governo iraquiano, a coalizão lançou uma campanha militar para retomar as cidades fortificadas de Mosul e Raqqa. Anunciou hoje que as forças iraquianas cercaram a cidade de Mosul e ISIS ter cortado a sua linha de alimentação.

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Seguidores do site pelo Google+