Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Presidente da OAB pede esclarecimentos sobre doação de R$ 1 milhão a Temer
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia, defendeu na noite desta quinta-feira, 10, esclarecimentos a respeito do repasse de R$ 1 milhão da empreiteira Andrade Gutierrez para a conta da campanha de Michel Temer nas eleições de 2014, quando o peemedebista concorreu a vice na chapa encabeçada por Dilma Rousseff.

A defesa de Dilma Rousseff apresentou ao TSE uma série de documentos que apontam que Temer foi o beneficiário de uma doação de R$ 1 milhão feita pela Andrade Gutierrez, uma das empreiteiras que estão na mira da Operação Lava Jato. A defesa de Dilma alega que os documentos contradizem a versão do executivo Otávio Azevedo, ex-presidente da Andrade Gutierrez, que afirmou em depoimento que a campanha eleitoral de Dilma recebeu do Diretório Nacional do PT o valor de R$ 1 milhão, tendo a empreiteira como doadora originária. O dinheiro teria origem ilícita, oriundo de desvios em contratos firmados entre a empresa e o governo federal.



Em petição protocolada no TSE, os advogados de Dilma sustentam que, ao contrário do afirmado por Azevedo, o dinheiro não foi transferido do diretório nacional do PT à campanha de Dilma e sim do diretório nacional do PMDB para a conta da campanha de Michel Temer.

"A sociedade precisa saber se esses recursos são legítimos ou fruto de propina. Outro ponto que precisa ser esclarecido é sobre qual conta foi usada para receber o dinheiro", disse Lamachia, em nota.

"A OAB acompanha com atenção os desdobramentos desse fato para cumprir com rigor sua função de defender os interesses da sociedade e o cumprimento da Constituição. Se necessário, a OAB usará de suas prerrogativas constitucionais para fazer valer os interesses da cidadania", concluiu o presidente da OAB.

Cancelamento. Relator do processo que pode levar à cassação da chapa Dilma/Temer, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin decidiu nesta quinta-feira (10) cancelar a acareação marcada para o dia 17 de novembro entre Otávio Azevedo e o ex-tesoureiro da campanha de Dilma Edinho Silva (PT).

A acareação havia sido marcada para ocorrer na quinta-feira da próxima semana (17), às 18h, na sede do TSE, em Brasília. Em vez de realizar a acareação entre Edinho e Azevedo, o ministro decidiu ouvir novamente apenas Otávio Azevedo, no mesmo local e horário.

Fonte: http://www.folhapolitica.org/2016/11/presidente-da-oab-pede-esclarecimentos.html

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+