Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Empresa de viação Lamia, é suspensa por Aeronáutica da Bolívia; diretor de agência é afastado
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

O Ministério de Obras Públicas, Habitação e Serviços da Bolívia anunciou nesta quinta-feira (1) que afastou o executivo responsável pela Diretoria Geral de Aeronáutica Civil (DGAC) e abriu investigação por conta do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense nas imediações de Medellín, na Colômbia.

 Além disso, a empresa Lamia foi suspensa de voar no país.

O curioso é que anúncio da suspensão foi feito pela DGAC minutos antes de o Ministério anunciar o afastamento de seu diretor, Julio Cesar Varela. A Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares de Navegação Aérea (AAsana) também passará por uma investigação e não tem mais Tito Gandarillas como seu executivo.

Os anúncios feitos pelas autoridades bolivianas nesta quinta-feira são consequências da divulgação pela Aeronáutica Civil da Colômbia de que a pane seca é considerada a causa mais provável do acidente, já que a falta de alimentação é a explicação para a pane elétrica nos motores que acabaria por derrubar o avião.

As autoridades estranharam o fato do primeiro sinal de alerta por falta de combustível. Foram sete minutos do aviso do piloto até o momento do choque da aeronave.

A Lamia foi a empresa responsável por levar os jogadores, comissão técnica e diretores da Chapecoense para a Colômbia. O voo que partiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, acabou sofrendo um acidente quando se aproximava do aeroporto de Medellin. 71 pessoas morreram e seis sobreviveram na queda.

O comunicado da DGAC não dá detalhes sobre os motivos que levaram à suspensão da Lamia. Em contato com o UOL Esporte, a agência disse que prestará mais esclarecimentos sobre a medida e sobre o afastamento da diretoria ainda nesta tarde. 

"A Direção Geral de Aeronáutica Civil comunica que mediante a resolução administrativa nº 716 da data 29 de novembro de 2016, se suspende de maneira imediata o certificado de exploração de serviços aéreos e da permissão de operação dado a empresa Lamia Corporação", diz o comunicado.
Já em entrevista coletiva, o ministro Milton Claros disse que a suspensão é por tempo indeterminado. Ele ainda explicou que afastou o corpo executivo das agências para que não haja interferência na investigação. Além disso, o plano a longo prazo é rever todas as normas do setor aéreo no país.

"Será uma investigação interna não só para verificar as empresas aéreas, mas também todo o sistema de trânsito aéreo na Bolívia. Mas isso na seguinte etapa. Não podemos mesclar as coisas. A prioridade é investigação do que aconteceu especificamente neste acidente com essa empresa e que verifique os incidentes anteriores", disse.


Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/esporte/2016/12/01/lamia-e-suspensa-por-diretoria-geral-de-aeronautica-da-bolivia.htm

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+