Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Fome se alastra na África e atinge milhões de pessoas
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

ONU admite: “Nunca antes havíamos enfrentado tantas ameaças de fome em vários países simultaneamente”


Dezenas de milhões de pessoas enfrentam uma grande fome que atinge a bacia do Lago Chade, incluindo Sudão do Sul, Nigéria, Somália e porções de Camarões e Chade. A situação foi classificada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a “pior crise humana desde 1945”.
O Iêmen, país mais pobre do Oriente Médio, também é atingido e ali a situação se agrava com a guerra civil que começou na Primavera Árabe em 2011. Calcula-se que 17 milhões de pessoas – dois terços da população – padece com insegurança alimentar, e quase metade delas necessitam ajuda de emergência.
Segundo a delegação do Conselho de Segurança das Nações Unidas que esteve na região, o investimento necessário é de US$ 4,4 bilhões (R$ 13,9 bilhões) para que se evite um desastre. Mas o dinheiro precisa ser investido até julho, pois a situação é gravíssima.
O coordenador da ajuda humanitária das Nações Unidas, Stephen O’Brien, diz não saber se eles conseguirão evitar a maior catástrofe dos 70 anos de história das Nações Unidas.
A maioria das vítimas dessa tragédia são crianças. Mais de 1,4 milhão correm o risco de morrer nos próximos meses.
Um dos motivos para isso são os ataques do grupo terrorista islâmico Boko Haram. Os jihadistas têm impedido a plantação no entorno do lago Chade e o acesso dos agricultores para fornecer água para seus animais. Pescadores também foram impedidos de acessar o lago, que é compartilhado entre Camarões, Níger, Nigéria e Chade.
A seca na Somália faz com que 6,2 milhões de pessoas, a metade da população do país, atravesse uma “aguda insegurança alimentar”.
Mais de 5 milhões de pessoas não terão acesso à água potável na Etiópia, no Quênia e na Somália, este ano. Somente no Quênia, mais de 2,7 milhões de pessoas precisam de ajuda humanitária. Já na Etiópia, 3 milhões de mulheres e crianças estão com desnutrição aguda.
No Sudão do Sul, os conflitos armados e a pobreza do país fizeram com que, atualmente 4,9 milhões de pessoas são classificadas como em situação de crise, emergência ou fome. A previsão é que esse número aumente para 5,5 milhões – quase metade da população do país -, na temporada de escassez de julho.

Sem precedentes

O relatório da FAO – Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação, aponta que 37 países, 28 deles na África, precisem de ajuda alimentar externa. Os combates e distúrbios civis no Afeganistão, Burundi, República Centro-africana, República Democrática do Congo, Iraque, Myanmar e Síria também estão agravando a insegurança alimentar de milhões de pessoas, e afetando os países vizinhos que abrigam os refugiados.
“Esta é uma situação sem precedentes. Nunca antes havíamos enfrentado tantas ameaças de fome em vários países simultaneamente”, afirmou, Kostas Stamoulis, diretor-geral adjunto da FAO. Com informações das agências
Fonte: https://noticias.gospelprime.com.br/fome-alastra-africa-atinge-milhoes-de-pessoas/

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+