Select Menu

TRADUZIR ESTE SITE

Web Rádio Gospel Adoração

» » Polícia Federal investiga compra de ações do Banco Panamericano pela Caixapar
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Segundo a Justiça, foram R$ 740 milhões para ‘banco deficitário falido’.
Banco Central também é alvo da Operação Conclave.

A Polícia Federal realizou nesta quarta-feira (19) a Operação Conclave. O objetivo é investigar a compra de ações do Banco Panamericano pela Caixapar - que pertence à Caixa.
A operação foi batizada de Conclave, a sigilosa escolha do Papa, para dar a dimensão do segredo de uma aquisição que agora será investigada a fundo.
Em Brasília, os policiais federais recolheram documentos na Caixa Econômica e no Banco Central e também cumpriram mandados em São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife e Londrina, no Paraná.
A Polícia Federal quer saber por que a Caixa Participações, a Caixapar, braço de investimentos da Caixa Econômica Federal, comprou ações do Banco Panamericano, em 2009. Na época, a Caixa era comandada por Maria Fernanda Ramos Coelho. E a Caixapar por Márcio Percival Alves Pinto. Os dois são investigados.
Segundo a Justiça Federal em Brasília, foram R$ 740 milhões para um “banco deficitário, falido”. Uma operação que “concretizou um negócio desastroso e prejudicial”.
O Banco Panamericano é investigado desde 2007 por suspeita de gestão fraudulenta. Já foi controlado pelo apresentador Silvio Santos. Em 2011, foi vendido ao BTG.
O juiz Vallisney de Souza autorizou a quebra de sigilos fiscais, telefônicos e de e-mail. Entre elas, de André Esteves, do BTG, e de Henrique Abravanel, ex-diretor-conselheiro do Banco Panamericano, irmão caçula de Silvio Santos.
Ao todo são 41 investigados. Havia o núcleo de agentes públicos, ex-dirigentes da Caixapar que assinaram contratos; o de consultorias, que emitiram pareceres favoráveis; e o de empresários, que teriam sido coniventes com o esquema.
O juiz quer saber como a fiscalização interna do banco não alertou para o potencial prejuízo dessa operação que, segundo ele, foi feita de forma apressada.
A decisão também descreve que o Banco Central só deu autorização definitiva para a Caixapar comprar ações do banco em novembro de 2010. Só que antes disso, apenas com autorização prévia, a Caixapar depositou R$ 232 milhões no Panamericano.
O Banco Central também é alvo da operação desta quarta-feira (19). A Justiça quer saber quais critérios o Banco Central usou para aprovar a compra de ações de um banco em dificuldades financeiras.
O Banco Central declarou que entregou à Polícia Federal as informações sobre a compra de ações do Banco Panamericano pela Caixapar. 
A Caixapar declarou que está em contato permanente com as autoridades e colabora com os trabalhos.
O Banco Pan - antigo Panamericano - disse que está colaborando com as investigações e que os fatos não têm nenhuma relação com a gestão atual. 
O BTG Pactual declarou que não teve nenhum envolvimento na compra de participação do Banco Panamericano pela Caixapar em 2009. E que os documentos requisitados, referentes ao investimento no banco em 2011, já estavam disponíveis no Banco Central. 
A defesa de André Esteves afirmou que nada foi levado pela polícia, na operação de busca na residência dele. E não quis se manifestar sobre a quebra de sigilos bancário e fiscal.
A defesa de Silvio Santos, do irmão dele Henrique Abravanel e de Luiz Sebastião Sandoval, ex-presidente do Grupo Silvio Santos - não quis comentar.
Nós não conseguimos contato com Maria Fernanda Ramos Coelho e Márcio Percival Alves Pinto.
Fonte: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2017/04/pf-investiga-compra-de-acoes-do-banco-panamericano-pela-caixapar.html

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+