Select Menu

OUÇA OS LOUVORES

TRADUZIR ESTE SITE

Cotação Bitcoin

Cotação Ouro

Cotação Euro

Cotação Dólar

» » Missão brasileira ajuda mais de 600 crianças em Guiné-Bissau
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

A cada 26 crianças nascidas no país, uma morre.

Uma pesquisa divulgada no final de fevereiro pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apontou a República da Guiné-Bissau, país da África Ocidental, como o pior país de língua portuguesa em mortalidade Infantil. O relatório, intitulado “Para cada criança, uma vida”, levou em consideração a situação de 186 países, com mais de 90 mil habitantes.
Entre os índices mais altos, Guiné-Bissau (6º do ranking mundial) registra 38,2 óbitos a cada mil nascimentos, ou seja, a cada 26 crianças nascidas, uma morre. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que há no máximo cinco médicos para cada grupo de cem mil habitantes no país.
Os dados alarmantes revelam a triste realidade vivida pelos moradores da região. Na contramão desses números, destacam-se trabalhos humanitários feitos por voluntários de Agências Missionárias sediadas no Brasil. A Missão Kairós, agência brasileira de treinamento e apoio a missionários transculturais, dá suporte a igrejas e a obreiros enviados a países com menos de 5% de evangélicos. Na Guiné, esse percentual não chega a 2%.
O projeto desenvolvido pela Missão na localidade atende 680 crianças em situação de extrema pobreza. Além do trabalho evangelístico, a equipe interdenominacional também atua auxiliando nas áreas de saúde e educação desses jovens.
O trabalho realizado na região tem sido fundamental para amenizar esses números. Nivia Caetano é missionária em Guiné-Bissau há oito anos, juntamente com seu esposo pastor Emerson Medeiros. Juntos, administram quatro escolas com centenas de alunos. Enviados pela Assembleia de Deus do Colubandê (Adcol-RJ), através da agência missionária, eles contam que a realidade local é muito difícil.
“O trabalho é realizado em escolas e igrejas localizadas dentro de aldeias, na capital (Bissau) e em bairros carentes. Em relação à saúde, na escola nós trabalhamos com o currículo denominado ‘educação por princípios’ que ensina às crianças questões de higiene, alimentação, cuidados com a saúde pessoal e da comunidade”, revela a missionária.
Mais de dois terços da população vive abaixo da linha da pobreza. Segundo o secretário de missões da Adcol, pastor Ozias Rodrigues, a maioria das crianças faz a única refeição do dia na escola. Os recursos usados pra esse fim são provenientes de doações de mantenedores do Brasil. O pastor conta que para custear a merenda de uma escola não é necessário mais que R$800 por mês, mas as vezes nem isso é possível e muitos alunos acabam ficando sem se alimentar. Apesar dos esforços, a quantidade de crianças desnutridas e com doenças relacionadas à deficiência alimentar é muito grande.

Para a maioria das Crianças, a merenda escolar é a única refeição do dia. (Foto: Arquivo ADCOL)

“Quando você faz uma visita ao país e volta para o Brasil, chega a conclusão de que é rico. Quantas vezes desperdiçamos comida, e lá eles não têm nem o mínimo”, desabafa o pastor.
Quem quiser, pode contribuir com o projeto de merenda escolar. As doações podem ser feitas diretamente na Adcol, no estado do Rio de Janeiro, ou na kairós, em São Paulo. É necessário informar o projeto ao qual está destinando a doação. Informações: (21) 2601-3935.

Autor CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Você edita-lo, no html
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário

Publicidade

Família grande projeto de Deus

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
CULTO ABENÇOADO NO SEU LAR LAR
Visualizar meu perfil completo

Seguidores do site pelo Google+