Louvores que Tocam

PUBLICIDADE

Entretenimentos-Notícias-Estudos Bíblicos-Teatros Infantil-Dinâmicas-Peças Gospel Infantil-Dicas de Informática-Mensagens: Dias dos pais - louvores e muito mais!

TRADUZIR ESTE SITE

Justiça quer obrigar governo Bolsonaro a usar 70 milhões de dinheiro público para séries gays

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Justiça quer obrigar governo Bolsonaro a usar 70 milhões de dinheiro público para séries gays


Edital aberto em 2018 tem orçamento de R$ 70 milhões.

 A Justiça Federal determinou, nesta segunda-feira (7) que a Ancine (Agência Nacional do Audiovisual) retome o edital de chamamento para TVs públicas, onde havia patrocínio para séries gays com dinheiro público.

 Na decisão, a Justiça avaliou que houve “discriminação” por parte do governo, que suspendeu o edital com o propósito de não usar dinheiro público para este tipo de conteúdo.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, havia decidido retirar quatro projetos aprovados na fase final, inscritos na categoria “diversidade de gênero” e “sexualidade”.

As séries eram “Afronte”, “Transversais”, “Religare Queer” e “Sexo Reverso”.

Agora a Justiça quer obrigar o governo a retomar o edital, aplicando verba pública para a promoção destes conteúdos, em uma ação movida pelo Ministério Público Federal (MPF).

 Lançado em 13 de março de 2018, o processo seletivo tinha um orçamento total de R$ 70 milhões, provenientes do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

 Uma portaria assinada pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, publicada no Diário Oficial da União (DOU), evitou o gasto.

 Fonte: https://www.gospelprime.com.br/justica-quer-obrigar-governo-bolsonaro-a-usar-dinheiro-publico-para-series-gays/

Fim da Obrigatoriedade de Auto-Escola pra tirar a Carteira de Habilitação

sábado, 5 de outubro de 2019


O Fim da Obrigatoriedade de Auto-Escola pra tirar a Carteira de Habilitação 



– O partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL, por meio do deputado General Peternelli (SP), quer o fim da obrigatoriedade de se fazer autoescola no processo de habilitação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O Projeto de Lei (PL) apresentado pelo deputado dá ao candidato o direito de escolher entre realizar os cursos práticos e teóricos de forma autônoma ou então da maneira atual, no Centro de Formação de Condutores (CFC).

 O Projeto de Lei prevê que: assim que o cidadão for aprovado na Prova Teórica de Legislação e no exame médico/Psicotecnico, ele receberá uma Licença de Aprendizagem de condução, onde poderá aprender a dirigir e praticar pra prova prática acompanhado de uma pessoa habilitada por no mínimo há 3 anos em seu próprio carro ou de terceiro. Essa ideia abrange apenas a categoria A/B do código de trânsito Brasileiro.

Atualmente a lei obriga as pessoas a pagar pelo aluguel de carro e moto pra se tirar a CNH, é um processo demorado e caro a se pagar por um documento público. 

Já com a proposta do deputado General Peternelli (SP), o cidadão pagará apenas as taxas dos exames e confecção de documentos ao DETRAN e poderá utilizar o próprio veiculo para a realização da prova prática.

“O candidato pode realizar toda a sua formação de maneira autônoma e realizar as provas junto ao órgão de trânsito.

Se aprovado em todas as etapas, terá o direito de receber a habilitação, assim como qualquer outro cidadão que opte por realizar o processo por meio de um Centro de Formação de Condutores”, afirma Peternelli.

Mais uma vez, o pano de fundo da medida seria a desburocratização do processo. Esse foi o mesmo argumento de Bolsonaro ao anunciar medidas relativas à CNH, como aumento do número de pontos acumulados com multas e a sua duração.

O criador do projeto ainda acredita que o PL seria responsável por aumentar o acesso à CNH. Segundo ele, atualmente, por conta das aulas práticas, o processo por chegar até R$ 3 mil.

“Esse é um valor incompatível com os ganhos do brasileiros, ainda mais os jovens”, garante. O  PL ainda está no início de tramitação, sendo apresentado à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e não há previsão para ser votado.


Fonte: https://www.simoesfilhoonline.com.br/fim-da-obrigatoriedade-de-auto-escola-pra-tirar-a-carteira-de-habilitacao/

Hei! Antes de colocar na comida dos outros , tire primeiro o veneno que está em você . Muita das vezes, o veneno está em vc e não nas pessoas que o cercam.

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Hei, antes de colocar na comida dos outros, tire primeiro o veneno que está em você . 

Muita das vezes, o veneno está em você e não nas pessoas que o cercam.










Grande Reflexão...

O marido chegou para o pai e disse:
Pai, não aguento mais minha esposa.
Quero matá-la , mas tenho medo de que alguém o descubra.
O senhor pode me ajudar?

Posso sim, meu filho. Mas tem um porém... Você vai te que fazer as pazes com ela para que ninguém desconfie que foi você quem o matou quando ela vier a morrer.  Mas pra que ninguém venha posteriormente desconfiar , você vai ter que cuidar muito bem dela, se gentil com ela, ser agradecido, ser paciente com ela, ser carinhoso com ela e mesmo egoísta, favor retribuir sempre a ela, escutar mais a ela....
Correto?

Sim Senhor pai. Concordou o filho.
Tá vendo este pozinho aqui? Perguntou-lhe o pai.
Estou sim. Respondeu-lhe o filho.

Então..,
Todos os dias filho,você vai colocar um pouco deste posinho na comida dela. Assim ela vai morrer aos poucos . Ok?

É assim conforme o pai lhe orientou, o filho fez durante 30 dias.

E concluindo  então os trintas dias, o filho voltou a casa do pai e disse:
__ Pai, eu não quero mais que a minha esposa morra!
Mas porque filho? Perguntou-lhe o pai.
Pois é pai, ao fazer tudo aquilo que o Sr. me exigiu que eu fizesse, sem querer passei a amá-la e confesso-lhe que estou amando-a como nunca amei-a na minha vida.
E Agora? Como eu faço para cortar o efeito do veneno?

O pai, então, respondeu: Não ser preocupe filho!  O que eu havia te receitado pra colocar na comida da tua esposa, era pó de arroz.
Filho, tranquilo que sua mulher não vai morrer, pois o veneno não estava nela, mas sim, em você!

Conclusão:
Quando alimentamos rancores, morremos aos poucos.

Que possamos fazer as pazes conosco, e com quem nos ofendeu.

Que possamos amar mais e odiar menos.
Que possamos tratá, aos outros como gostaríamos de ser tratados.

Que possamos ter a iniciativa de amar, de dar de doar, de servir, de presentar...E não só a de querer ganhar ou de  tirar vantagem e explorar  o outro.

Que o amor de Deus nós alcance todos os dias pois não sabemos se temos tempo de nós purificarmos com este antídoto chamada perdão. ❤

O desafio de largar as redes

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

O desafio de largar as redes

Há mais de dois mil anos atrás, existia uma pequena cidade. Ali, cada família ganhava seu sustento por meio do ofício aprendido em família. Uns eram pescadores, outros era carpinteiros e outros trabalhavam no campo. O Sr. Zebedeu era especialista em trazer peixes para a comunidade e logo tratou de ensinar o mesmo para seus filhos Tiago e João. 
Todos os dias eles acompanhavam o paie aprendiam como dar nó, como içar e puxar a rede na hora certa. A rotina da vida cotidiana corria bem, até que o convite de um homem muda toda a história de Tiago, João, Zebedeu e toda comunidade.
A pequena história descrita acima é mais uma forma de aproximar realidades do que narrar o fato com exatidão, contado na bíblia em Marcos, capítulo 1, versículo 19 e 20. Percebemos agora que a rotina de uma família que trabalhava junta é interrompida por um simples, mas irresistível convite. Como eles, somos convidados a participar da obra respondendo o nosso chamado.
O desafio de largar as redes, como Tiago e João, é mais que real em nosso tempo, mas igualmente necessário.
Reconhecendo o chamado de Deus
O chamado de Deus é emocionante, mas igualmente aterrorizante e conflituoso para nós. É o contrário de segurança, de estabilidade e controle. E talvez, por isso, nos sentimos tão inseguros. Mas quando compreendemos a nobreza da missão, o nosso coração se abre para o novo. Só assim, começamos a viver a vontade de Deus.  Refletindo sobre o texto, vamos expor quatro características que marcam um verdadeiro chamado.
  • O chamado de Jesus é dinâmico
Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. (Tiago 4:17)
Quando falamos que o chamado de Jesus é dinâmico, isso significa que ele abrange todas as áreas, dons e talentos. O chamado está na ciência, na política, na responsabilidade social, na cidadania, na vida cotidiana e na vida espiritual. O chamado está na prática diária do bem que aprendemos dEle todos os dias. Somos chamados a fazer grandes coisa que começam pelos pequenos detalhes.
Não é preciso esperar a ordenação pastoral para cuidar da saúde espiritual de nossa família. Não é preciso ser escolhido como ministro de louvor para adorar. Não é preciso ser político para cobrar a justiça social tão bem explicada no livro de Tiago.
Se a essência de Deus estiver em nosso coração, nas atividades cotidianas, cumpriremos o nosso chamado.
  • O chamado pode nos tirar da zona de conforto
E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.” (Mateus 8:20)
Os discípulos de Jesus experimentaram essa incerteza quando começaram a propagar as boas novas. Quando falamos que o chamado pode nos tirar da zona de conforto, retornamos a história de Tiago, João e Zebedeu. É preciso estar com o coração alinhado à vontade de Deus para receber as mudanças e desafios de coração aberto.
  • O chamado é centrado em Cristo
Não existe chamado que venha de uma fonte diferente de Jesus. Quando Ele chama os discípulos, Ele os chama para segui-lo. Nesse sentido, não há chamado sem a participação de Jesus. O projeto de Deus começa em Deus, se desenvolve por meio de Deus e tem como fim a glorificação de Deus. Somos apenas ajudantes em uma causa muito maior. Por isso, precisamos estar atentos às tentações do ego. A glória é sempre dele e nunca nossa.
  • O próprio Deus nos capacita
Da mesma forma que os pescadores Tiago e João foram capacitados, nós também somos. Nada que tenhamos feito, nenhum título que tenhamos alcançado são capazes de nos fazer merecedores deste chamado.
“O Deus que disse: “Que a luz brilhe na escuridão!” é o mesmo Deus que fez com que a sua luz brilhasse nos nossos corações. Ele fez isto para que, com essa luz, pudéssemos conhecer a glória de Deus que brilha no rosto de Cristo. Porém nós, que temos este tesouro de Deus, não somos mais do que vasos de barro que o guardam, para mostrar que o poder supremo pertence a Ele e não a nós.” (2 Coríntios 4.6-7)
  • O chamado abre nosso olhos e mentes
O chamado nos tira de nossas medíocres aspirações e nos mostra que há algo muito maior do que nós mesmos. Tiago e João, por exemplo, deixaram de pescar peixes para mudar vidas pelo poder de Deus. O chamado de Cristo é empoderador, pois nos leva adiante, transforma nossa forma de pensar e muda o nosso coração.
Se você ainda está tentando tomar o controle de sua própria vida, descubra que o próprio Deus tem planos muito maiores para você. Maiores, inclusive, do que você pode imaginar. Afinal, é Ele quem sabe os pensamentos que tem sobre nós; pensamentos de bem e não de mal.
Se podemos confiar nesse Deus, por que continuar com as redes na mão. Lance as redes na mão de quem pode fazer infinitamente mais. Lance as redes nas mãos de Deus.

Fonte: Hélio Barros Leite

Provisão no meio da escassez

No antigo testamento, podemos encontrar muitas histórias onde Deus mostra seu poder na frente das nações e hoje em dia não podemos duvidar de nenhuma dessas histórias, porque, para começar, temos que nos perguntar: Como é que eu sou cristão? 
Nós não somos cristãos porque decidimos ser cristãos, somos cristãos porque Cristo nos chamou e nos trouxe a Ele.

A Bíblia nos fala sobre a história de uma mulher viúva que estava passando por certas necessidades econômicas e que Deus a ajudou de maneira poderosa em sua situação. Vamos ver o que a Bíblia nos diz sobre isso:
Certo dia, a mulher de um dos discípulos dos profetas foi falar a Eliseu:
“Teu servo, meu marido, morreu, e tu sabes que ele temia o Senhor. Mas agora veio um credor que está querendo levar meus dois filhos como escravos”.

2 Reis 4:1
A verdade é que essa mulher estava em uma situação muito difícil, porque, imagine, se ela não pagasse a conta que estava pendente, seus filhos seriam levados pelo credor. Mas note algo, ela pronuncia essas coisas para Eliseu como se ele pudesse fazer algo em tal situação. Lembremo-nos de que Eliseu era um profeta e que Deus estava com ele, e essa mulher entendeu que, de uma maneira ou de outra, Deus poderia agir através desse homem.
Muitas vezes nos encontramos preocupados com situações da vida e não sabemos o que fazer diante dos problemas, mas no meio de toda situação devemos nos lembrar de que Deus sempre chega na hora certa, assim como chegou na situação dessa mulher.
Continua dizendo
2 Eliseu perguntou-lhe: “Como posso ajudá-la? Diga-me, o que você tem em casa?”
E ela respondeu: “Tua serva não tem nada além de uma vasilha de azeite”.
3 Então disse Eliseu: “Vá pedir emprestadas vasilhas a todos os vizinhos. Mas peça muitas.
4 Depois entre em casa com seus filhos e feche a porta. Derrame daquele azeite em cada vasilha e vá separando as que você for enchendo”.
5 Depois disso ela foi embora, fechou-se em casa com seus filhos e começou a encher as vasilhas que eles lhe traziam.
6 Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela disse a um dos filhos: “Traga-me mais uma”. Mas ele respondeu: “Já acabaram”. Então o azeite parou de correr.
7 Ela foi e contou tudo ao homem de Deus, que lhe disse: “Vá, venda o azeite e pague suas dívidas. E você e seus filhos ainda poderão viver do que sobrar”.
2 Reis 4:2-7
Deus fez um milagre que para muitos seria impossível, mas acreditamos nisso e muito mais, já que Deus fez o mais poderoso milagre em nós que é o milagre da transformação das nossas vidas.
Não importa o momento amargo pelo qual estamos passando, confie em Deus tanto quanto naquela viúva, amemos a Deus acima de todas as coisas e saibamos que, embora não possamos vê-lo no processo, podemos nos abrigar nas sombras das suas asas.
Divulgação: Eis-me Aqui!

Promessas de Deus para os desapontados

Promessas de Deus para os desapontados


Possivelmente, você pode estar em busca de uma cura, de um emprego, de um bebê ou de
uma esposa. 
Você já tem orado fielmente e honestamente por semanas e meses – as vezes,
por anos. Mas, mesmo assim, você continua doente, desempregado, sem crianças pela casa e
solteiro.

É claro que, diante disso, você se sente desapontado, principalmente com Deus.
Tenho um casal de amigos que orou por sete anos para que conseguissem engravidar. Foram
orações, lágrimas e recursos financeiros investidos em tratamento. Quando ele estava curado,
ela não. Quando ela estava, ele não. Como a vida continua a girar, outros casais de amigos
engravidaram e eles não. 
Ficaram desapontados, sem filhos e sem vontade de caminhar os
amigos prósperos. 
A pergunta era: por que eles conseguiram e a gente não? 
Um  questionamento natural, não é?
Então… qual é a promessa de Deus para momentos como esses? Momentos de completa
frustração e desapontamento?

Não há nada de bom em você
Em Salmo 34:10: “Os leões[b] podem passar necessidade e fome, mas os que buscam o Senhor
de nada têm falta”. Esta promessa é para aqueles que buscam o Senhor – aqueles que são
salvos pela fé em Cristo e que estão procurando conhecê-lo mais.
Deus promete que aqueles que o procuram não perderão nada de bom. O que significa que, se
algo é bom, Deus vai dar para você. 
Agora isso é difícil de engolir. Afinal, você ainda está
doente, desempregado, sem filhos ou solteira.

Então, como Deus está cumprindo sua promessa a você?
O que me ajudou a entender isso foi perguntar: qual é o bem maior?
Davi diz: Eu digo ao Senhor: “Tu és meu Senhor; Não tenho outro bem além de ti. ”(Salmo 16:
2)

E Asafe: Quem tenho eu no céu senão você? E não há nada na terra que eu deseje além de
você. (Salmo 73:25)

E Paulo: De fato, eu considero tudo como perda por causa do extraordinário valor de conhecer
a Cristo Jesus, meu Senhor. (Filipenses 3: 8)

Está claro, não é: o bem maior é conhecer a Deus na pessoa de Jesus Cristo.
Isto não é apenas saber sobre Deus. Isso é realmente conhecer Deus. Isso significa sentir sua
glória, sentir seu amor e experimentar sua presença. Quando experimentamos Deus dessa
maneira, estamos tão cheios que não desejamos mais nada. Deus é o único bem que tudo
satisfaz, e é por isso que ele é o maior bem.

O que faz algo ser bom?

Então, o que Deus quer dizer quando promete que não nos faltará nada de bom?
A cura pode ser boa, mas também a falta de cura.
Se Deus é nosso maior bem, então o que faz algo ser bom é o fator de aproximação de Deus.
Assim, ser curado de uma doença pode ser bom porque pode nos trazer mais de Deus,
mostrando-nos seu poder, misericórdia e bondade. 
Mas não ser curado também pode ser bom, uma vez que também pode nos trazer mais de Deus, aproximando-nos ainda mais dele.
Foi o que Paulo experimentou com seu espinho na carne: “Mas ele me disse: 'Minha graça é
suficiente para você, pois meu poder é aperfeiçoado na fraqueza'. Portanto, eu me gloriarei
ainda mais das minhas fraquezas, de modo que o poder de Cristo pode repousar sobre mim ”(2
Coríntios 12: 9).
Então, se Deus escolher não me curar, é porque a doença me trará ainda mais da sua presença
que satisfaz todas as coisas do que a cura me trouxe. Nesse caso, mesmo que eu esteja
precisando de cura, eu não tenho nenhuma coisa boa, porque a doença é como eu vou sentir a
maior alegria em Deus. Como Deus é meu tesouro que tudo satisfaz, então o que faz algo bom
é se isso me traz mais de Deus.

Assim, quando Deus promete que não nos faltará nada de bom, significa que não nos faltará
nada que nos traga mais de Deus. Teremos absolutamente tudo que nos trará mais de Deus.
Então, se você não tem cura, trabalho ou filhos, não há falta daquilo que é bom. Porque se
existe Deus, o que é bom também existe.

Por que ainda estou desapontado?
Quando me sinto desapontado por Deus, é porque, naquele momento, há algo que anseio
mais do que ele, seja cura, emprego, uma criança, uma esposa. Por melhor que seja cura,
emprego, filhos e casamento, nenhum deles chegará perto de me satisfazer tanto quanto o
próprio Deus.

Então, quando estou desapontado por Deus, há um problema com minha fé. Eu não estou
confiando que o próprio Deus é quem ele diz ser para mim em Jesus. Eu não confio nele como
meu tesouro satisfatório.
Então o que eu posso fazer? Aqui estão cinco passos que pessoalmente considero úteis na
decepção.
1- Venha a Jesus Cristo com sua decepção, confiando nele para encontrar você e mudar
seu coração (Salmos 40: 1–3).
2- Confesse que você está ansiando por algo mais do que ele. Peça a ele para perdoar
você através da cruz. Receba garantia de perdão completo (1 João 1: 9).
3- Peça que o trabalho do Espírito mude seu coração, fortaleça sua fé e permita que você
experimente novamente Jesus Cristo como seu tesouro que tudo satisfaz (João 6:35).
4- Uma vez que o Espírito faz seu trabalho através da palavra, encontre Escrituras
descrevendo o amor, poder e majestade de Deus e promessas relativas a Deus como
seu tesouro que tudo satisfaz. Ore fervorosamente sobre estas Escrituras. Lute para
confiar neles (Gálatas 3: 5).
5- Continue orando e confiando nessas Escrituras até sentir o Espírito mudar seu coração,
e você mais uma vez sentir Jesus Cristo como seu tesouro que tudo satisfaz (1 Pedro 1:
8).
Fonte: Eismeaqui.com.br

12 hábitos para um casamento feliz: o número 6 faz toda a diferença!

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

A felicidade está nos pequenos momentos e nas coisas mais simples. 

Por isso, recomendamos-lhe 12 hábitos que vão ajudá-la a melhorar o seu casamento.

Numa relação, os problemas fazem parte. E as discussões também têm o seu lado positivo, desde que sejam discussões pontuais e com objetivos construtivos. Mas não convém que elas se tornem parte da rotina de um casal. 

Há alguns hábitos que pode adotar que talvez a ajudem a sentir-se mais ligada à sua cara-metade. Depois de conversamos com muitos casais, identificamos 12 hábitos ou rotinas que são frequentes em casamentos felizes. Atenção, diz quem entende de amor que o número 6 é decisivo nas relações saudáveis.


1. Passear de mãos dadas
Os gestos mais simples estão carregados de significado. Às vezes basta um pequeno gesto de afeto para que a sua cara-metade se sinta vista, desejada e amada. E isso faz milagres por qualquer relação.

2. Ir dormir à mesma hora
Se as rotinas assim o permitirem, é bom quando um casal se deita à mesma hora. Pode inclusive ajudar na vida sexual. Experimente também acordar ao mesmo tempo para tomar pequeno-almoço com a sua cara-metade, antes de se aventurarem os dois nas suas rotinas individuais. O dia vai correr-lhe muito melhor.



3. Cultivar interesses comuns

 As paixões partilhadas são um fator muito importante em todas as relações. Não é preciso que goste de tudo o que a sua cara-metade gosta, mas é importante que existam algumas coisas que gostem de fazer juntos. E mais importante ainda é investir parte do vosso tempo livre nessas atividades que os dois gostam.

4. Confiança e perdão

Estes são os pilares de uma relação saudável. Se estes pilares quebram, tudo é posto em causa. As discussões são inevitáveis, claro, mas os casais felizes entram nas discussões com vontade de as resolver e não com vontade de as ganhar. Isto porque são capazes de se perdoar e porque confiam um no outro.



5. Abracem-se e beijem-se a cada despedida
As demonstrações de carinho e amor têm um poder maior do que aquele que lhes é atribuído. A memória desse toque e desse carinho fica com as pessoas durante todo o dia e é suficiente para manter a relação saudável, forte e feliz.

6. Concentre-se no bom e tenda a relativizar o mau
As relações mais felizes são as que se focam nos pontos positivos e desmistificam os pontos negativos. Passar muito tempo focado no que correu mal é meio caminho andado para a frustração e a insatisfação.



7. Diga “amo-te” todas as manhãs
Não subestime o poder das palavras. E neste campo, mais vale pecar por excesso do que por falta. Quem não gosta de começar o dia a ouvir que é amado? Os primeiros momentos do seu dia determinam o seu estado de espírito para o resto do dia.

8. Deseje “Boa Noite” antes de dormir
Não adormeça sem dizer à sua cara-metade que durma bem, que tenha bons sonhos. Deixe que a sua voz seja a última coisa que ela ou ele ouça antes de adormecer.




9. Envie mensagens ao longo do dia
Não precisa de mandar sms ou emails de hora a hora, mas lembre-se uma ou outra vez durante o seu dia de enviar uma mensagem a perguntar como está a correr o dia da sua cara-metade ou a partilhar qualquer coisa do seu dia.

10. Sinta-se orgulhoso da sua cara-metade
A admiração e o orgulho são sentimentos indispensáveis na sua relação. É importante que ame a sua mulher/ o seu marido, mas é igualmente importante que se sinta orgulhoso dessa pessoa e que a admire a ela e à relação que construiu com ela.



11. Estipule o “dia do namoro”
Dediquem uma noite na semana para vocês enquanto casal. Para passear ou, simplesmente, para estarem juntos, pois isso irá ajudar a manter a felicidade no casamento.

12. Divida as alegrias
Partilhe com a sua cara-metade as alegrias que lhe acontecem no dia-a-dia, para que ambos se possam sentir verdadeiramente felizes e alegres.




Agora já sabe! Se a sua relação está a passar por um momentos mais complicados, experimente incluir estes pequenos hábitos na sua rotina de casal. Não são soluções mágicas, são 12 conselhos simples que podem solucionar alguns problemas mais simples e fazer com que a sua relação se torne ainda mais feliz!


Fuja das 5 tentações que podem acabar com o seu casamento!

Todas as relações passam por altos e baixos, e nem sempre é uma questão de amor. Têm-se de respeitar-se mutuamente e evitar qualquer tentação. Por isso contamos-lhe as cinco tentações que podem prejudicar o seu casamento. Evite-as!


Amar é fácil, mas manter viva uma relação durante anos poderá ser a tarefa mais difícil com que se poderá deparar na sua vida. Atuar da maneira correta no momento certo é o ideal para qualquer casal, mas sabemos que as relações têm muitos altos e baixos e nem sempre se consegue lidar da melhor forma com esses momentos. Muitos deles são provocados pelas famosas tentações que iremos desvendar neste artigo, para que as possam evitar. Podem arruinar a vossa relação!

1. Engano
Uma das maiores tentações dos casais é o engano. Com o passar dos anos, é possível que conheça outra pessoa que a faça sentir especial e pode sentir-se tentada a enganar o seu par. Se já não o amar, deixe-o, mas se o ama não se deixe arrastar pela tentação.

O nosso conselho: se não quer que ele saiba, não o engane. Se o fizer, conte-lhe. Ponha-se no seu lugar e pense como se sentiria.

















2. Discussão
É uma das tentações “preferidas” dos casais e uma das principais causas de rutura. Tenha maturidade suficiente para falar sobre o que vos incomoda ou sobre as diferenças de opiniões. Cada pessoa tem uma linha de pensamento próprio, que não é necessariamente melhor nem pior, simplesmente são diferentes pontos de vista.


O nosso conselho: discordar não é discutir. As opiniões nem sempre são iguais e devem ser respeitadas!



3. Mentir
Quantas vezes já ouviu dizer que mentir é errado? Isso é certamente uma verdade. Mentir não é correto, muito menos ao seu marido. Por vezes na relação há momentos difíceis de enfrentar e há assuntos que, eventualmente, poderá guardar para si própria (provavelmente haverá determinados assuntos do seu passado que até será preferível ocultar, para evitar situações incômodas). Mas não se trata disso: falamos de mentiras constantes. É mais fácil mentir sobre alguma coisa que tenha feito ou dito e que sabe que o seu marido não irá gostar. Mas lembre-se que estas mentiras podem vir a ser descobertas com o tempo e podem voltar-se contra si.

O nosso conselho: se não quer que o seu marido a apanhe a mentir, não minta. Faça o que acha correto e seja sincera com ele.



4. Pouca dedicação
Os primeiros meses da relação são sempre os mais bonitos, é o que dizem muitos casais. São dias em que todo os gestos de carinho parecem poucos e demonstramos como se não houvesse amanhã o quanto estimamos essa pessoa. Com o passar do tempo, a confiança é maior, mas deixamos de nos dedicar tanto. Mas isso não deveria acontecer: a relação é preciso ser cuidada.

O nosso conselho: a relação é como uma planta, há que regá-la todos os dias se não queremos que pereça.



5. Não ter o próprio espaço

Não necessitam de passar todo o tempo juntos. Por vezes é importante que cada um tenha tempo para a sua família e amigos, e assim irão ver-se menos vezes, o que irá fortalecer a vossa relação, uma vez que se encontrarão com mais entusiasmo.

O nosso conselho: dedique tempo ao seu par, mas também a si própria e aos seus amigos. Verá a diferença!



E porque qualquer relação tem altos e baixos, momentos bons e outros….menos bons… siga ainda os nossos conselhos para uma relação saudável e feliz, de forma a que a chama da vossa paixão não apaga!



O que Deus tem pra te oferecer é infinitamente melhor! Não aceite viver de migalhas. Amém?

Migalhas saciam? Não! E nem ameniza a fome. Então, por quê sofrer, chorar, ficar em desespero para, no fundo, descobrir que não valerá a pena? 
Enquanto você sofrer tentando ser feliz do seu jeito, pegando caminhos mais longos, escuros, correndo atrás de migalhas que, na verdade, não tornará você feliz, apenas dará uma sensação de felicidade (porém, falsa).

 Deus já tem um caminho mais curto, melhor, onde você não precisará carregar seu fardo, pois, ele mesmo levará para você. Aceite o hoje o convite de Deus! 

"Vinde a mim todos os que estão cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei" (Mateus 11:28)
O que Deus tem para você é infinitamente melhor! Então, se for correr, corra para Deus! Ele sim! Tem o melhor para você! .

Deus tem planos maravilhosos para você. Sei disso, pois Ele mesmo o prometeu. Ele diz que você nunca viu, ouviu ou imaginou algo tão extraordinário quanto os planos dele para sua vida (I Coríntios 2:9).

Não queira tentar garantir seu futuro com seus próprios planos. Ele, em Sua infinita sabedoria, sabe e deseja o que é melhor para você. Por isso, deseje estar no centro dos planos de Deus destinados ao seu bem, com a certeza de que Ele lhe dará todo o necessário para lidar com o que vem pela frente. Quando orar, confesse a Deus os seus temores e suas dúvidas e peça ao bondoso Pai celestial que Ele o fortaleça para que você persevere sempre.

Lembre-se de que Deus “é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o Seu poder que atua em nós” (Efésios 3:20). Mantenha os olhos fixos no Senhor, e Ele o guardará em perfeita paz enquanto o conduz ao futuro que preparou especialmente para você;

Lance todos os seus cuidados sobre o Senhor, sabendo que Ele cuida de você e não o deixará cair. O Senhor deseja segurar a sua mão hoje para que você ande ao lado dEle em direção ao futuro que Ele mesmo lhe preparou.


Ore: “Amado Deus, muito obrigado pelos planos perfeitos que tens para mim. Entrego meu futuro a Ti e peço que me concedas paz completa a respeito do amanhã. Obrigado, Espírito Santo, porque estás sempre comigo e me guiarás ao longo do caminho, a fim de que eu não me desvie”. 

Fonte: http://novotempo.com/amiltonmenezes

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE CURAS

O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE CURAS
Jesus curou leprosos, paralíticos, cegos, surdos, epiléticos, pessoas com hemorragias e até ressuscitou mortos. Conforme a Bíblia, em nome dele outros tantos fizeram milagres, como Paulo e também Pedro, que com o apóstolo João fizeram com que um coxo andasse (At 3:10). 
Em Mateus 4:23 está descrito que Jesus “percorria toda a Galileia, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando todas as doenças e enfermidades entre o povo”.
O pastor Eldo Rossow, da Igreja Evangélica Batista em Vitória, é responsável pelo Culto da Libertação que acontece todas as sextas-feiras e há cinco anos e atrai cerca de 500 pessoas/dia. 
Ele destaca que os crentes muitas vezes se lembram apenas do “ide e pregai” ordenado por Cristo, mas têm se esquecido que o Salvador, na mesma ordenança, disse: “E estes sinais acompanharão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dando algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e estes serão curados (Mc 16: 17-18)”.
“Nós como Igreja estamos atentos normalmente para o evangelismo e esquecemos que Jesus nos mandou curar. A salvação é pela graça, mas a cura é pela fé. Jesus pregava, expulsava demônios e curava ao mesmo tempo. As multidões iam ouvi-lo para serem também saradas de suas enfermidades. 
A doença passou a existir como conseqüência da entrada do pecado no mundo e da queda do homem no início da humanidade. Mas Deus tem resgatado vidas da morte física. Em João 11:40, Jesus disse: ‘Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus? A dúvida impede o mover de Deus e por isso não enxergamos o que Ele tem feito a nós e ao nosso redor”, afirmou o pastor Eldo Rossow.
Eldo explica que nos cultos que realiza é tomado o devido cuidado para que a pessoa não haja pela emoção. “É preciso sentir Deus agir e não se deixar levar pela música, pela mensagem, pelos testemunhos”, alertou o pastor.
É isso também que ressalta o escritor C.S. Lewis em seu livro “Milagres, um estudo preliminar”: “Os milagres são possíveis e não existe coisa alguma ridícula nas histórias que declaram terem eles sido operados por Deus. Isto não significa, naturalmente, que somos obrigados a crer em todas as histórias de milagres. 
Entendo que todas as orações são ouvidas, mas nem todas atendidas. Quando o evento pelo qual você orou ocorre, sua oração sempre contribuiu para ele. Quando o evento oposto ocorre, sua oração não foi ignorada, mas considerada e recusada, para o seu bem final e para o bem de todo o universo”.
O pastor e psicólogo Orlando Antônio Boone, 64 anos, avalia o que C.S. Lewis diz detalhando que o estado emocional da pessoa afeta-se muito quando surge uma enfermidade. “A mente, a vontade e as emoções são essenciais para uma pessoa que quer se restabelecer. Muitos doentes não se curam com remédios porque não sentem vontade, a mente está abalada. Mas de repente pode tomar um copo de água, em nome de Jesus, e ficar sã. Não é a água que é milagrosa, e sim Cristo. A cura divina é evidente nos dias de hoje”, afirmou.
Orlando Boone viveu na pele a experiência de ser curado. Já sofreu três AVCs (Acidente Vascular Cerebral), mas hoje vive normalmente, sem nenhuma sequela. “O Senhor não dá a doença. Ele é amor e só permite que a pessoa seja tocada por uma enfermidade para que Ele seja glorificado e também para ensinar. Às vezes traz a cura, outras vezes não. 
Esse é o mistério de Deus. Sempre avalio o período em que Jesus chamou Seus discípulos e convocou entre eles Lucas, que era um médico. Ora, por que isso? Acredito que Cristo curava, mas Lucas estava ali também medicando as pessoas, que iam adorar e buscar solução para suas dificuldades. O grande problema é que atualmente as pessoas estão apenas com o espírito de pedintes: Deus, me dê isso, me dê aquilo”.
O Senhor está disposto a curar, assim como está escrito em Isaías 53:4 – “Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças”. Só que a cura não era a primeira tarefa de Jesus Cristo. Ele veio para nos salvar do pecado e nos dar a vida eterna e deixou isso bem claro ao deparar com o paralítico de Cafarnaum (Mt 9:1-8). A multidão que O seguia trouxe o paralítico para ser curado, mas Cristo apenas disse: “Tem ânimo; perdoados são os teus pecados”.
Ao ver a reação do povo, Ele questionou: “Qual é mais fácil? Dizer: perdoados são os teus pecados, ou dizer: levanta-te e anda?”. Em seguida, Jesus mandou o paralítico se levantar e andar. A multidão de fiéis glorificou a Deus. A cura veio por meio da fé, tanto do doente quanto do povo que o levou até o Salvador. 
É a fé que proporciona, por Cristo, a restauração do corpo e nós, seus servos e seguidores, temos que crer que milagres estão acontecendo todos os dias conforme Ele garantiu e histórias que beiram o limite do inacreditável podem acontecer a nós mesmos.

Curada por Deus milagrosamente do câncer de mama

Curada por Deus milagrosamente do câncer de mama
Outro caso surpreendente é da estudante de psicologia Janair Ferrari Garcia, 35 anos, membro da Igreja Evangélica Batista em Linhares. 
Ela descobriu em março de 2004 que estava com câncer na mama direita. O nódulo era do grau 4 e, com a gravidade da doença, ela passou a se dedicar ainda mais à oração, principalmente durante as madrugadas. Fez seis sessões de quimioterapia e 30 dias de radioterapia.
“No primeiro dia que começaram a cair os meus cabelos, eu chorei muito. Em uma semana estava careca. Meu marido não é convertido e eu o peguei várias vezes chorando. 
Eu o consolava porque tinha colocado o meu problema nas mãos de Deus. Um dia fui a um culto e o pastor falou que uma mulher com câncer na mama direita seria curada. Ele não sabia nada sobre mim, mas tomei posse dessa bênção. Não aceitei a doença e sim a vitória, a cura. Foi então que Deus começou a restaurar a minha mama. 
Tive que retirar um quadrante da mama direita e ficou um buraco, mas hoje, sem fazer cirurgia, a direita é igual à esquerda. Quando se passa por uma situação dessa a gente vê a morte de frente, mas eu vi Deus em tudo o que fazia”, declarou Janair.

Curado de um tumor na bexiga milagrosamente por Deus

Relato de milagre como esse pode ser contado também pelo pastor Edmar Soares, que em dezembro de 1992, aos 38 anos, descobriu que tinha um tumor na bexiga. 
A luta contra a doença se arrastou até 1995, quando médicos o submeteram a uma cirurgia e extraíram o órgão doente. Dez anos depois, em 2005, caroços começaram a aparecer pelo corpo dele, até que foi constatado um linfoma, câncer no sistema linfático. 
Com o início da quimioterapia, começaram também mais lágrimas, dores e dias de internação.
“Sofria de uma dor incessante nas costas e que descia para a perna, paralisando-a. Fiquei tão angustiado que não queria falar com ninguém. Um médico me receitou um coquetel de injeções e comprimidos, mas nada aliviava minhas dores. 
Numa tarde, chegou a minha casa um grupo de mulheres de oração para me visitar. Corri para o meu quarto e mandei dizer que não receberia ninguém!. Só que depois de alguns instantes, ouvi uma irmã entrando e dizendo: ‘pastor Edmar, eu vim orar para que Deus tire esta angústia de dentro do irmão’. Hoje estou 100% curado”, relata o pastor.

“Eu sou um milagre de Deus” Disse irmão Roberto Borges após ser curado milagrosamente por Deus.

Doenças terríveis como câncer, tumor, paralisias e aneurismas têm assustado e ceifado vidas de crianças, jovens e adultos a cada ano. 

Deste 2000, o número de mortes no Brasil por conta de câncer aumentou 31% e chegou a 223,4 mil pessoas por ano no final de 2015, segundo estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) publicadas em 2017.


Se os números relacionados ao câncer assuntam, freqüentemente novas patologias são identificadas e cientistas buscam descobrir novas técnicas cirúrgicas e medicamentosas para os doentes. 

Em meio à batalha da recuperação, muitos se agarram à fé e têm sido agraciados por Deus com a cura – milagre que a medicina não consegue explicar.


CÂNCER NO PULMÃO
Alguns casos são surpreendentes, como a luta vivida pelo pastor Roberto Borges, 58 anos, da Igreja Evangélica Comunidade Peniel, em Itapoã, Vila Velha (ES), que com um câncer no pulmão e um tumor na cabeça chegou a ficar cego, não andar, a ter 1% de chances de sobrevivência e passar 10 dias no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) de um hospital com quadro de morte cerebral. Hoje, ainda mais confiante em Deus, ele está curado: anda, enxerga e prega em todos os lugares o seu testemunho de vida afirmando: “Eu sou um milagre de Deus”.
O pastor descobriu que tinha câncer no pulmão em 1982, época em que ele era adepto do ocultismo. A reviravolta na vida dele começou depois que um grupo de mulheres de oração passou a lhe fazer visitas. “Elas praticamente invadiram a minha casa”, brinca, “essas mulheres oravam e choravam diante do meu sofrimento e isso me comoveu muito. Eu estava cego fisicamente, mas, sobretudo, espiritualmente”, acrescenta.
Depois da cirurgia para a retirada do tumor no cérebro, o pastor passou a ter fortes dores no pulmão. Os médicos o mandaram para casa porque a chance de sobrevivência em uma cirurgia seria de 1%. Mesmo assim, a família concordou com o procedimento cirúrgico, que durou 10 horas. Foi retirado metade do pulmão, quatro costelas e feita a raspagem da coluna.
“Quando estava na sala de cirurgia, antes da operação, eu cheguei a me despedir dos parentes e ali mesmo fiz um pacto com o Senhor e orei: ‘Senhor, à Medicina entrego o meu corpo, mas a ti entrego o meu espírito. 
Se Tu quiseres, serei uma árvore que dará frutos’. Tudo deu certo e depois de receber alta passei a frequentar a Assembléia de Deus do Ibes. Só que em 2001, alguns meses antes de ser ordenado pastor, tive uma crise convulsiva muito forte. 
Os médicos disseram que havia acontecido um ressecamento do cérebro e fiquei 10 dias no CTI com morte cerebral, mas a igreja permaneceu orando e depois acordei sem nenhuma seqüela. A médica que me atendia nessa época falava que estava na frente de um morto-vivo”, contou o pastor.

FORÇA PARA VENCER OS GIGANTES


FORÇA PARA VENCER OS GIGANTES

Quais são os gigantes que você está enfrentando hoje?
• Desemprego, dívida, doença, depressão, perigo, abandono, abuso, tragédia, contas, ponto fraco, rejeição, relacionamento quebrado, incapacidade, drogas, hábito destrutivo, tentação, discriminação, medo, falha no passado, restrição, raiva, culpa etc.
Você ouve seus gigantes gritando?
• “Você não é qualificado para esse desafio!”; “Você não é bom o suficiente!”; “Você não vai conseguir pagar as contas!”; “Ninguém vai querer andar com você!”; “Você não tem um futuro brilhante!”; “Sua vida é uma fraude!”…
Levante-se agora e enfrente seus gigantes usando a mesma tática que Deus deu a Davi!
• Você está pronto para dizer adeus a derrota e começar uma vida vitoriosa com Deus?
• Você está pronto para descobrir sobre como enfrentar os gigantes que enfrenta hoje?
• Você está pronto para conhecer as armas que Deus prepara e para conquistar a vitória?
• Você está pronto para participar do campo de batalha da vida e ter certeza da presença de Deus ao seu lado?
• Você está pronto para cortar a cabeça do inimigo e superar totalmente todo o engano do diabo em sua vida? Você está pronto?
I. Conecte-se na fonte de poder – v.37
Disse mais a Davi: o Senhor me livrou das garras do leão e das do urso; ele me livrará das mãos destes filisteus. Então, disse Saul a Davi: Vai-te, e o Senhor seja contigo. (1 Sm 17.37)
Davi não disse que o Senhor livrou os seus rebanhos do leão e do urso, mas ele disse: “O Senhor que me livrou”. O Senhor é a fonte do poder de Davi. Todos os nossos aparelhos eletrônicos serão inúteis se não estiverem conectados à fonte de energia elétrica. Nós também nunca teremos vitória se a fonte do nosso poder não for nosso Deus. O povo de Deus na Bíblia recebeu força através do derramamento e do poder de Deus.
Tomou Samuel o chifre de azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apossou de Davi. (1 Sm 16.13 / 18.14)
Como Davi nós também recebemos poder e unção. Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda Judéia e Samaria e até aos confins da terra. (At 1.8)
Paulo testemunhou: A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus. (1 Co 2.4-5)
II. Escolha as armas certas – vs.38-40
Davi não usou a armadura de Saul, mas em vez disso usou a arma que o Senhor lhe havia dado. A armadura terá o seu lugar a seu tempo, mas agora é a hora de usar as pedras.
1. A pedra do passado
Disse mais a Davi: O Senhor me livrou das garras do leão e do urso; ele me livrará das mãos destes filisteus. (1 Sm 17.37)
Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos dos seus lábios, vós descendentes de Israel, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos. (1 Cr 16.12-13)
2. A pedra da oração
Davi muito se angustiou, pois o povo falava de apedrejá-lo porque todos estavam em amargura, cada um por causa de seus filhos e de suas filhas; porém Davi se reanimou no Senhor, seu Deus. (1 Sm 30.60)
Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia, pois em ti a minha alma se refugia; à sombra das tuas asas me abrigo, até que passe as calamidades. (Sl 57.1 / 59.16 / Is 26.3)
3. A pedra da prioridade de honrar a Deus
Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão; ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça; os cadáveres do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; para que toda a terra saiba que há Deus em Israel; e para que toda esta assembléia saiba que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; pois do Senhor é a batalha, e ele vos entregará em nossas mãos. (1 Sm 17.46-47)
Lembre-se que sua mais alta prioridade é honrar o nome de Deus. Davi viu Golias como uma chance para Deus se revelar! Davi sabia que ele sairia vivo da batalha? Não. Mas ele estava disposto a dar sua vida para honrar a Deus.
Seu câncer é a chance de Deus para mostrar Seu poder de cura. Seu pecado é a oportunidade de Deus para mostrar Sua graça. Seu casamento em crise pode obter o poder de Deus. Veja sua luta como a tela de Deus. Nela, Ele pintará a Sua supremacia multicolorida.
4. A pedra da paixão
Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá e pelejará contra o filisteu. (1 Sm 17.32)
Sucedeu que, dispondo-se o filisteu a encontrar-se com Davi, este se apressou e, deixando as suas fileiras, correu de encontro ao filisteu. (1 Sm 17.48)
Quem aposta em Davi? Quem colocou o dinheiro no garoto de Belém? Não os filisteus. Não os hebreus. Não os irmãos de Davi, nem o rei Saul. Mas Deus fez. Davi correu em direção ao seu gigante. Faça o mesmo! Paulo diz para fugirmos do pecado e da carne, mas devemos encarar o diabo e resisti-lo no nome do Senhor.
5. A pedra de persistência
Por que Davi pegou cinco pedras? Será porque Golias talvez tivesse quatro parentes do tamanho de King Kong? Creio que ele usaria as outras se errasse na primeira tentativa. Nunca desista. Uma oração apenas pode não ser suficiente. Uma pregação somente pode não derrubar as resistências. Continue a atirar as pedras que o Senhor lhe deu. A vitória é inevitável.
Disse este: Deixa-me ir, pois já rompeu o dia. Respondeu Jacó: Não te deixarei ir se me não abençoares. (Gn 32.26)
III. Mantenha seus olhos no Senhor – vs 41-47
Saberá toda esta multidão que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará nas nossas mãos. (1 Sm 17.47)
Não se permita ser perturbado pelo gigante
Não importa o tamanho dos obstáculos ou dos problemas, o nosso Deus é maior que eles. Não coloque os olhos no problema, mas coloque os olhos no Senhor.
Então, falou Davi aos homens que estavam consigo, dizendo: Que farão àquele homem que ferir a este filisteu e tirar a afronta de sobre Israel? Quem é, pois, este incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo? (1 Sm 17.26)
Davi, porém, disse ao filisteu: tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. (1 Sm 17.45)
Não desanime por causa dos detratores
Sempre haverá alguém para subestimá-lo e chamá-lo de pretensioso. Sempre haverá alguém para julgar as suas motivações, mas permaneça firme na palavra de vitória que o Senhor já liberou.
Ouvindo-o Eliabe, seu irmão mais velho, falar àqueles homens, acendeu-se-lhe a ira contra Davi, e disse: Por que desceste aqui? E a quem deixaste aquelas poucas ovelhas no deserto? Bem conheço a tua presunção e a tua maldade; desceste apenas para ver a peleja. (1 Sm 17.28 / 17.33 / 17.36)
Ponha o seu foco em Deus
Fale de vitória e não de derrota. Fale de sucesso e não de fracasso. Declare tudo aquilo que o Senhor fará.
Disse mais Davi: O Senhor me livrou das garras do leão e das do urso; ele me livrara das mãos deste filisteu. (1 Sm 17.37 / 17.46-47)
Listar as feridas não irá curá-las. Discriminar os problemas não irá resolvê-los. Categorizar as rejeições não irác removê-las. Davi retirou o gigante porque ele olhou para o Senhor.
IV. Aproveite o momento de Deus – vs 48-50
Sucedeu que, dispondo-se o filisteu a encontrar-se com Davi, este se apressou e, deixando as suas fileiras, correu de encontro ao filisteu. Davi meteu a mão no alforje, e tomou dali uma pedra, e com a funda lha atirou, e feriu o filisteu na testa; a pedra encravou-se-lhe na testa, e ele caiu com o rosto em terra. (1 Sm 17.48-49)
Voluntários para lutar contra Golias
1. Eliabe – Davi nem se quer foi incluído nos alistados antes de matar Golias. Deus pode usar um homem simples para fazer grandes coisas para Ele.
2. Saul – Líderes por posição normalmente se escondem quando o problema chega. Mas os líderes ungidos verão o problema como uma oportunidade para mostrar o poder de Deus. Quando você entristece a Deus e o abandona, você não pode mais lutar contra os inimigos como você fazia antes.
3. Jônatas – Certamente ele poderia ter lutado contra o gigante, mas ele não fora escolhido para isso. Há sabedoria em manter silêncio esperando que Deus se mova para mostrar o nosso lugar na batalha. Não fomos chamados para outra coisa senão fazer a vontade de Deus.
4. Davi – O resultado da batalha depende sempre de que lado Deus está. Um mais Deus vai sempre ser maioria. Somente no Senhor podemos ser vencedores.
V. Corte a cabeça do inimigo – v.51
Pelo que correu Davi e, lançando-se sobre o filisteu, tomou-lhe a espada, e desembainhou-a, e o matou, cortando-lhe com ela a cabeça. Vendo os filisteus que era morto o seu herói, fugiram. (1 Sm 17.51)
• Corte as más conversações, as relações que não produzem fé e santidade, os maus hábitos, a dependência dos homens, o pecado, a deslealdade, a incredulidade etc.
Quando os gigantes enviarem uma mensagem, você já sabe o que fazer:
1. Conecte-se à fonte do poder;
2. Escolha as armas certas;
3. Mantenha seus olhos no Senhor;
4. Aproveite o momento de Deus;
5. Corte a cabeça do inimigo.


Fonte: Bíblia Sagrada e Atualizada e Corrigida João Ferreira de Almeida



Postagens mais antigas Página inicial

Quem sou eu

Minha foto
Diac. Marco Aurélio
Visualizar meu perfil completo



Direito

Direitos Autorais Você é livre para reproduzir os artigos desse blog em qualquer meio de comunicação, contudo, não deve infringir a lei de direitos autorais 9.610, sancionada em Fev. de 1998. As reproduções devem conter autores do artigo e endereço do blog. Os que são de Cristo cumprem.

Visitas vários países

VISITAS ONLINE GEOGIVITES
contador de visitas

FANPAGE - AnniaFotografia

Descrição da Imagem

Seguidores pelo Face

Annia Fotografia - Site

Descrição da Imagem

FANPAGE DESIGNER BRYAN

Descrição da Imagem

Siga-nos