Louvores que Tocam

PUBLICIDADE

Entretenimentos-Notícias-Estudos Bíblicos-Teatros Infantil-Dinâmicas-Peças Gospel Infantil-Dicas de Informática-Mensagens: Dias dos pais - louvores e muito mais!

TRADUZIR ESTE SITE

Eu coloquei minha confiança em Deus e vi a proteção Dele no incêndio

sábado, 22 de junho de 2019

Um dia, em maio de 2008, a única faísca causou chamas violentas, que ainda me deixam impressionada e traumatizada. No entanto, foi o fogo que me fez testemunhar em pessoa os maravilhosos feitos de Deus. Esse acontecimento ainda está fresco em minha memória.


Naquele dia, logo após o almoço, comecei a ler as palavras de Deus, como de costume. Eu tinha acabado de começar quando ouvi as sirenes dos carros de bombeiros do lado de fora. O alarme me preocupou tanto que corri para olhar pela janela. 
Vi que uma grande nuvem de fumaça subia das casas a 200 metros da minha residência e as chamas estavam mais altas que as construções. Comecei a tremer e fraquejar, pensando: “Ó, não! Que grande incêndio! É tão perto que minha casa que ela logo também pegará fogo!” Comecei a orar a Deus em meu coração: “Ó, Deus! 
É um incêndio muito grande e está vindo para a minha casa. O que devo fazer?” Coloquei o livro das palavras de Deus na minha cama enquanto orava. Então corri para o quintal. Eu vi muitos carros de bombeiros e muitos bombeiros estavam jogando água sobre as chamas. No entanto, em vez de se apagarem, as chamas subiam ainda mais. Naquele dia, o vento estava muito forte e, como morávamos no interior, as casas ficavam perto umas das outras. 
Então, de repente, as faíscas tomavam todo o céu e, onde quer que caíssem, o fogo pegava. As chamas queimavam com força crescente. Logo, as casas da primeira fila desabaram uma após a outra. O vento assobiava e as faíscas voavam por toda parte. O barulho na rua era alto e todas as pessoas ficaram agitadas. Alguém gritou: “Mesmo com tantos carros de bombeiro, o fogo ainda não foi controlado. Que fogo aterrorizante!”
Naquele dia, o vento estava soprando para noroeste. Com nuvens de fumaça, as chamas queimaram com força crescente e saltaram em direção a minha casa, o que me assustou muito. Algumas faíscas caíram em um pouco de esterco de vaca e, de repente, todo o material entrou em chamas. O fogo estava a poucos metros da minha casa.
 Vendo que o fogo caminhava em direção a minha casa, senti meu coração quase na garganta e pensei: “Está tudo acabado dessa vez. Toda a propriedade que acumulamos será queimada.” Vi algumas pessoas tirando seus pertences de casa, mas não consegui, pois meu marido e meu filho não estavam. Eu estava ansiosa, mas não havia nada que pudesse fazer. Então, continuei orando a Deus.
 Durante minha oração, lembrei-me das provações de Jó. Toda a sua propriedade foi perdida e calamidade atingiu seus filhos. No entanto, Jó, em vez de reclamar com Deus, disse: “… Jeová deu, e Jeová tirou; bendito seja o nome de Jeová” (Jó 1:21). “… receberemos de Deus o bem, e não receberemos o mal?” (Jó 2:10) 
A iluminação e orientação de Deus me fizeram entender a Sua vontade. Jó era o exemplo que eu deveria seguir. Diante da provação, eu obedeceria a Deus e não reclamaria. Então, orei em meu coração: “Ó, Deus. Toda minha propriedade foi concedida por Ti. O fogo também está em Tuas mãos. Seja qual for a situação, estou disposta a obedecer ao Teu arranjo.”
Quando confiei minha casa e todas as coisas a Deus, senti paz em meu coração. Exatamente naquele momento, alguns bombeiros chegaram ao quintal da minha casa. Eles derrubaram as tábuas ao redor do jardim e as levaram, separando a casa das coisas que estavam em chamas. O esterco estava queimando, e o fogo simplesmente pulou sobre a minha casa e voou até a fileira de casas que ficavam atrás.
 Logo, as pilhas de lenha pegaram fogo. Presa no meio das coisas que queimavam, minha casa podia pegar fogo a qualquer momento. Eu corri para dentro para pegar o livro das palavras de Deus junto com a caderneta do banco. 
Em pânico, também peguei algumas roupas com as quais embrulhei o livro, pensando: “Não há nada mais precioso que as palavras de Deus. Eles são minha alma. Devo impedir que livro se queime.” Na porta, olhei para trás, para as coisas na sala, orando a Deus em meu coração: “Ó, Deus! Confio toda a casa a Ti!” Em meio às nuvens de fumaça, escapei do fogo e corri para a mata do lado de fora da aldeia, onde a maioria dos aldeões ficaram depois de escapar do fogo. Todas as pessoas estavam em pânico.
 Eles assistiam impotentes às suas casas e outras propriedades sendo engolidas pelo fogo e tornando-se cinzas, por isso, choravam sem parar. A cena era horrível demais para se olhar. Eu ainda fiquei um pouco mais triste quando vi aquelas pessoas retirando seus bens valiosos de casa. 
Eu não pude fazer isso, pois meu marido estava trabalhando e meu filho estudando. Diante do incêndio na aldeia, só pude orar a Deus em meu coração: “Ó, Deus! Hoje, estou disposta a entregar tudo em Tuas mãos, pois Tu controlas o nascimento e a morte do homem, as bênçãos, o desastre e o universo inteiro. O que quer que me aconteça está sob Teu domínio. Eu vou Te obedecer e não vou reclamar, mesmo que minha casa seja queimada.”
Depois da oração, senti-me extremamente calma e tranquila. Quando olhei para a minha casa à distância, de repente percebi que havia menos fumaça. Eu não ousava acreditar em meus olhos, imaginando se o fogo estava mesmo diminuindo.
 Naquele momento, alguém no meio da multidão gritou: “Olha, o vento mudou de direção. Está soprando para o leste.” Diante dessas palavras, todos ficaram surpresos. Todos olhavam na direção da aldeia ao mesmo tempo. Mais uma vez, olhei com cuidado. Era verdade. O vento realmente mudou de direção e o fogo se movia para o leste com o vento. A fila de casas a leste começou a queimar. 
As chamas rugiram e as casas pegaram fogo. Todos os aldeões correram para a aldeia a fim de ver o que restava de suas propriedades. Pensei: “Minha casa deve ter queimado.” No entanto, quando cheguei, descobri que minha casa e o galpão estavam intactos, e só havia fumaça saindo do esterco de vaca no quintal. As casas do lado esquerdo da minha residência estavam mais ou menos queimadas, enquanto os imóveis do lado direito não estavam.
 Eu expressei minha gratidão e louvor do fundo do meu coração: “Deus, dou graças a Ti de verdade. Nunca pensei que minha casa fosse ficar segura.” Entrei com pressa e descobri que a máquina de costura e o aparelho de TV haviam sumido. Pensei que eles deviam ter sido roubados no caos.
 Então, em vez de me preocupar, pensei: “Deixe estar, eles já se foram mesmo.” Eu não podia pedir mais, pois minha casa fora protegida por Deus. Então um vizinho veio e disse: “Que perigo! O telhado do galpão é coberto com papel pardo. Se pegasse fogo, não restaria nada de sua casa. É muito perigoso!” Ouvindo suas palavras, eu continuei agradecendo a Deus em meu coração. Foi a proteção de Deus que manteve minha casa intacta.
Mais tarde, soube que um homem idoso derrubou um cinzeiro e provocou o incêndio. O incêndio começou por volta do meio-dia e só foi controlado após as cinco da tarde. Toda a aldeia estava no caos. Mais de 30 famílias perderam suas propriedades no incêndio. Quase 300 casas foram mais ou menos danificadas.
 O fogo levou as pessoas à pobreza. Minha família teria o mesmo destino, se não fosse pela proteção de Deus. Para minha surpresa, quando eu estava saindo de casa, meus colegas levaram a máquina de costura e a TV. E, agora, eles estavam devolvendo, pois o fogo havia acabado. 
Agradeci ainda mais a Deus em meu coração. Eu experimentei que todas as pessoas, eventos e coisas estão sob a orquestração de Deus, que a onipotência e a autoridade de Deus estão presentes em todos os lugares e em todos os momentos.
No incêndio, só perdi um pouco de estrume de vaca queimado. Não houve danos à minha casa e outras propriedades. Existia uma pessoa na aldeia que acabara de aceitar Deus Todo-Poderoso. 
Ela morava atrás da minha casa. Sua propriedade também não foi danificada no incêndio, e por isso ela teve certeza a respeito da obra de Deus. Até o marido dela disse: “Parece que o Deus em quem a irmã crê é o verdadeiro Deus.
 É maravilhoso que o vento tenha mudado de direção exatamente quando o fogo chegou à nossa porta.” Existia também uma irmã idosa com problemas de saúde, que tinha pés de feijão plantados no quintal. 
No entanto, o fogo ignorou seus pés de feijão e queimou toda a lenha ao redor deles. Alguém disse: “Isso é muito estranho. Por que seus pés de feijão não foram queimados?” Mais de 10 outras pessoas que acreditavam em Deus Todo-Poderoso em nossa aldeia também foram protegidas por Ele. Suas casas e propriedades não foram danificadas. Elas também viram os feitos maravilhosos de Deus.
Todas essas coisas maravilhosas que apareceram por causa do fogo causaram uma grande discussão em toda a aldeia. Alguns disseram: “É porque você acredita em Deus que as casas dos vizinhos também foram protegidas e não queimaram.” Outros falaram: “Foi por causa da proteção do Senhor do Céu que suas casas não foram queimadas!” 
Ouvindo suas palavras, continuava agradecendo e louvando a Deus em meu coração. Naquele momento, lembrei-me da escritura registrada na Bíblia que contava a história de Moisés guiando os israelitas através do Mar Vermelho. Os israelitas estavam sendo perseguidos pelo faraó egípcio. 
Eles foram caçados pelos egípcios até o Mar Vermelho. Quando não conseguiram encontrar saída, Jeová dividiu o mar. No passado, toda vez que lia esse trecho, eu considerava tudo como uma simples história. 
Eu alegava que acreditar na história, mas em meu coração, não tinha tanta certeza. No dia do incêndio, experimentei verdadeiramente e vi que a onipotência e a autoridade de Deus estão em toda parte, e isso ampliou meus horizontes. 
Eu não tinha palavras para expressar meu louvor a Deus. Assim como Deus Todo-Poderoso diz: “Seu feito está por toda parte, Seu poder está por toda parte, Sua sabedoria está por toda parte e Sua autoridade está por toda parte.” “O coração e o espírito do homem são guardados na mão de Deus, tudo de sua vida é observado pelos olhos de Deus. Não importa se você acredita nisso ou não, todas e cada uma das coisas, vivas ou mortas, vão se transformar, mudar, se renovar e desaparecer de acordo com os pensamentos de Deus.
 Tal é a maneira pela qual Deus preside sobre todas as coisas.” Através deste incidente, eu experimentei de verdade que todas as coisas e assuntos são ordenados por Deus. A vida e a morte das coisas estão nas mãos de Deus. Como o homem parece insignificante e desamparado diante dos desastres! Sem a proteção de Deus, ninguém escapa de calamidades naturais e provocadas pelo homem.
Depois dessa experiência, tornou-se impossível me separar de Deus e estou muito mais confiante na senda da fé em Deus. Minha compreensão de Deus não é vaga, mas real. Estou disposta a cooperar com a obra de Deus e cumprir meu dever de retribuir o amor Dele. Toda a glória seja para Deus Todo-Poderoso!

0 Comments:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem sou eu

Minha foto
Diac. Marco Aurélio
Visualizar meu perfil completo



Direito

Direitos Autorais Você é livre para reproduzir os artigos desse blog em qualquer meio de comunicação, contudo, não deve infringir a lei de direitos autorais 9.610, sancionada em Fev. de 1998. As reproduções devem conter autores do artigo e endereço do blog. Os que são de Cristo cumprem.

Visitas vários países

VISITAS ONLINE GEOGIVITES
contador de visitas

FANPAGE - AnniaFotografia

Descrição da Imagem

Seguidores pelo Face

Annia Fotografia - Site

Descrição da Imagem

FANPAGE DESIGNER BRYAN

Descrição da Imagem

Siga-nos