Louvores que Tocam

PUBLICIDADE

Entretenimentos-Notícias-Estudos Bíblicos-Teatros Infantil-Dinâmicas-Peças Gospel Infantil-Dicas de Informática-Mensagens: Dias dos pais - louvores e muito mais!

TRADUZIR ESTE SITE

33 ideias simples Como trabalhar em casa e gerar renda própria!

sexta-feira, 19 de julho de 2019


O guia mais completo para você que deseja trabalhar em casa.
Antes de começar, vamos deixar bem claro que não falaremos sobre fórmulas mágicas de trabalhar em casa e ganhar dinheiro fácil sem esforço algum, combinado?
Em compensação, vamos te entregar o guia mais completo da internet abordando tudo que você precisa saber sobre como tocar um negócio no conforto da sua casa ou de onde bem desejar.
Esse é o seu objetivo? Ou, quem sabe, ter uma renda alternativa? Então está no lugar certo!
Espero que este conteúdo seja muito útil para você, a ponto de terminar a leitura com a cabeça fervilhando de ideias.
Então vamos combinar, faremos um passeio entre o que você precisa para trabalhar em casa, tanto do ponto de vista pessoal como estrutural.
Já adiantamos que seu comprometimento com o projeto deve ser muito maior do que os investimentos que precisam ser feitos, tá? Em alguns casos, você pode realmente começar do zero.
Então, vamos começar por uma pergunta básica!

Por que trabalhar em casa é o sonho de muita gente?

É cada vez mais comum se deparar com jovens insatisfeitos com suas profissões ou, ainda, encontrar aqueles que não se encaixam em nenhum campo profissional tradicional, não é mesmo?
Isso não acontece somente com jovens. Adultos com muitos anos de mercado, por vezes, acabam desmotivados em seus empregos e sentem vontade de inovar e fazer algo completamente diferente do que fizeram até ali.
Quer saber de uma coisa?
Está tudo bem, isso é perfeitamente normal e você não precisa se cobrar por isso ou ter pressa. As soluções de ensino estão cada vez mais avançadas, assim como as opções do mercado de trabalho.
Você pode conciliar as duas trabalhando em casa, inclusive!
Escolher uma carreira não é uma decisão fácil e isso não precisa consumir toda sua energia, você pode descobrir muitas habilidades experimentando novas áreas, como o marketing de Afiliados ou escrevendo conteúdos otimizados para organizações.
Agora imagina se, além de tudo, você ainda puder criar uma nova renda para seu orçamento?
Então, vamos fazer um esquema do que você vai precisar para trabalhar em casa:
  1. escolher qual será seu trabalho (você vai ver algumas sugestões neste post);
  2. ter um ambiente propício, bem organizado para trabalhar de forma remota;
  3. ter disciplina para se organizar e estabelecer sua própria rotina;
  4. se for abrir um negócio próprio, é preciso legalizá-lo, por mais que seja um trabalho que será executado dentro de casa;
  5. divulgar seu trabalho para que mais pessoas o conheçam.
Calma que não paramos por aqui, estruturamos um conteúdo incrível para que você consiga chegar à melhor opção para trabalhar de casa. 
Veja quais são os tópicos que abordaremos neste conteúdo:
Índice
  1. Trabalhar em casa x ter um negócio próprio
  2. As vantagens e desvantagens de trabalhar em casa
  3. Os talentos e habilidades que podem ajudar na hora de trabalhar em casa
  4. Os tipos de renda que você pode buscar
  5. Os tipos de trabalho em casa
  6. 33 ideias de trabalhos que podem ser realizados em casa
  7. Alguns sites que te ajudam a trabalhar de casa
  8. Como se preparar para trabalhar em casa
  9. A grande sacada para gerar mais renda
  10. Próximo Passo: comece a trabalhar em casa!
Continue lendo para conferir todas essas informações!

1. Trabalhar em casa x ter um negócio próprio

Este é um tópico fundamental que vai guiar os seus próximos passos e é preciso que você se atente à ele para entender em qual perfil você se adequa mais.
Existem duas possibilidades de trabalhos em casa: ter um negócio próprio ou trabalhar remotamente/fazer home office, para uma empresa ou outra pessoa.

Trabalho remoto

Ter um trabalho remoto significa que você não precisa comparecer a um escritório físico, o que te possibilita trabalhar de qualquer lugar do mundo.contanto que esse lugar tenha acesso à internet.
É possível ser um colaborador convencional, ter um contrato de trabalho por um período determinado ou, ainda, ser um freelancer.
colaborador convencional é contratado pela empresa e tem direito a todos os benefícios de um empregado normal.
Uma pessoa com tempo de contrato limitado ainda terá sua carteira de trabalho assinada (ou pode receber a grandeza por meio de uma conta jurídica), porém, o período de serviço é definido no acordo entre empregado e empregador.
Já o freelancer é aquele profissional que é contratado para um projeto ou tarefa específica e pode ter o período de trabalho definido ou indeterminado. Também é uma boa forma de trabalho alternativo para quem quer ganhar um dinheirinho extra nos finais de semana.
Essas são ótimas opções se você não quer se preocupar com administração e desenvolvimento de um negócio.
Entretanto, lembre-se de que se seu trabalho atual não oferece a opção de trabalhar remotamente ou você ainda vai começar, terá que procurar um emprego que ofereça essa opção.
Além disso, é bom lembrar também que, trabalhando para outras empresas ou pessoas, você terá um limite de ganho salarial, mesmo que seja um ótimo profissional, já que quem define seus ganhos não é você, mas quem o contratou.

Negócio próprio

Já o negócio próprio pode ser muito interessante se você deseja ser seu próprio chefe e ter independência financeira.
Mas é claro que, se fosse fácil, todo mundo seria empreendedor. Justamente por não ser uma tarefa muito simples, é que de cada 10 empresas, 6 fecham suas portas antes de completar 5 anos.
Ter um negócio próprio significa, principalmente:
  • ser multitarefas, especialmente no início;
  • estudar muito sobre o seu mercado;
  • ter resiliência para saber lidar com diversos desafios;
  • e ser paciente para começar a ter retorno financeiro.
É importante que você entenda que empreendedorismo está muito mais associado a identificar problemas e oportunidades para implementar uma ideia que cause impactos positivos, do que ser inovador e criar algo nunca visto antes.
Então, para simplificar, a partir de agora você pode pensar em empreendedorismo como ações e projetos que buscam resolver problemas de outras pessoas, por mais simples que eles sejam.
Mais adiante vamos citar várias oportunidades, seja com um emprego remoto ou com um negócio próprio e isso vai fazer mais sentido.

Dados sobre essas modalidades de trabalho

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em sua Síntese de Indicadores Sociais 2018, o trabalho informal e sem carteira de trabalho é a condição de 37,3 milhões brasileiros.
O tipo de ocupação ou área de atuação vem mudando consideravelmente desde 2012. Nesse ano, 10.354 mil pessoas trabalhavam no setor agropecuário, e em 2018, 8.703 mil.
Em compensação, a área da educação cresceu exponencialmente, de 8.520 mil para 10.511 mil, muito provavelmente pela modernização das plataformas de ensino a distância e outras ofertas de conhecimento no mundo digital.
Esse crescimento, é claro, acompanhou uma demando por treinamentos, cursos, especializações, e claro, movimentou também a área que intermedia comercialmente o ensino, no caso, a área de serviços, que foi de 21.374 para 24.334 mil pessoas.
Ok, temos números e considerações gerais, mas, o que dizer especificamente de cada trabalhador representado nessa estatística?
Se tomarmos a Freelancing in America 2018 como referência, veremos que 63% dos freelancers americanos escolheram essa condição, ou seja, quiseram sair do mercado de trabalho formal para fazerem o que gostam, na hora que acham melhor e com regras próprias.
E não são poucos, viu?
Essa mesma pesquisa mostra que 57 milhões de americanos trabalham por conta própria e, para sacramentar o argumento, 84% deles dizem que essa modalidade de trabalho os permitem ter o estilo de vida que gostariam, enquanto apenas 63% dos trabalhadores formais afirmaram o mesmo.
Maravilha, não é mesmo?
E existem outras vantagens em trabalhar em casa, mas, também, alguns obstáculos que precisam ser vencidos.
Vamos falar sobre eles, pois, assim, você poderá tomar uma decisão consciente se essa modalidade combina com seu estilo e saber os desafios que vêm pela frente.

2. As vantagens e desvantagens de trabalhar em casa

Ao ler os tópicos a seguir, associe cada condição ao que você planeja para seu futuro profissional e considere o que acredita que seja mais importante para ter um alto nível de qualidade de vida.
Uma boa dica é fazer sua própria lista com os prós e contras que mais fizerem sentido para você.

Vantagens

Não precisar enfrentar trânsito

Principalmente se você mora em uma cidade grande com tráfego intenso de veículos, essa é uma das grandes vantagens de trabalhar de casa.
Há quem não se importe em passar tempo no carro ou no transporte público. Mas, se você não suporta perder tempo no trânsito, pode escrever esse tópico na lista de vantagens.
Além disso, é válido considerar que, em casa, você tem mais segurança enquanto, na rua, estamos constantemente sujeitos a acidentes ou assaltos.

Passar mais tempo com a família

Se você já constituiu família, sabe como cada minuto importa perto de quem ama. E esse é um fator de peso, principalmente se tem filhos.
Pais e mães que precisam sair para trabalhar têm um custo emocional de estar longe dos filhos, precisar justificar suas ausências quando as crianças estão doentes, além, é claro, das despesas que aumentam o orçamento mensal, como escola em tempo integral, transporte escolar, cuidador, entre outros.
Nesse sentido, é uma vantagem tanto por garantir que seu estilo de vida familiar seja preservado, como também por diminuir os custos, já que trabalhar em casa dispensa uma boa parte desse suporte que precisa ser montado.

Controlar o próprio tempo

Trabalhando em casa você tem flexibilidade para definir o seu horário de trabalho.
Algumas pessoas se sentem mais produtivas logo pela manhã, já outras trabalham melhor durante a noite ou até de madrugada!
Isso pode ser adequado de acordo com seu perfil, principalmente se você trabalha por conta própria.
Ter mais tempo para fazer o que gosta
O ritmo de ir e voltar para o trabalho às vezes é tão corrido e intenso que não sobra tempo para mais nada!
Trabalhar de home office também proporciona mais tempo para passear, fazer atividades físicas, cuidar de você mesmo e investir nos estudos para, por exemplo, aprender um novo idioma.

Alimentar-se de forma mais saudável

Se você evita comer em restaurantes, também escapa de algumas tentações na hora do almoço e do lanche.
Dessa forma, tem a oportunidade de investir em uma alimentação saudável e preocupar-se mais com sua saúde.

Ter mais conforto e comodidade

Em casa, você pode organizar um espaço de trabalho que seja a sua cara e personalizá-lo de acordo com suas necessidades.
Você ainda pode planejar um espaço de descanso para depois do almoço e fazer um cafezinho do jeito que você mais gosta.
Todo o ambiente terá a sua cara, já que será preparado exclusivamente para você.

Economizar

Quando você trabalha em casa, evita almoçar em restaurantes e gastar com transporte público ou gasolina.
Se você economizar durante a semana, pode aproveitar o dinheiro para investir em seu negócio, pagar outros gastos importantes ou ter uma graninha extra no final de semana.

Desvantagens

Perder a privacidade enquanto trabalha

Quando você trabalha em um ambiente privado ou em que todas pessoas estão concentradas em um mesmo objetivo, é mais simples focar e ser produtivo.
Mas, em casa, você corre o risco de ser interrompido diversas vezes, seja por quem mora com você, interfone ou telefone tocando, vizinho chamando e outras situações comuns de um lar.

Falta de contato social

Se você é uma pessoa socialmente ativa, que gosta muito de conversar, prepare-se para passar longos períodos sem muito contato social.
Quando você trabalha ao lado de outros profissionais de uma empresa, tem a oportunidade de conversar durante o horário de expediente, trocar ideias na hora do café e fazer novas amizades. Já em casa, seu dia a dia naturalmente será mais solitário.
Algumas pessoas que trabalham em casa conseguem solucionar esse problema trabalhando ao menos uma vez por semana em escritórios de coworking, que são locais preparados para receber profissionais remotos.
Dessa forma, você consegue manter seu trabalho em casa na maior parte do tempo e ainda fomentar o contato social.

Trabalhar em um ambiente despreparado

Para ter um trabalho em casa é preciso criar um ambiente à prova de distrações. Principalmente se você é dono do seu próprio negócio, é você quem deve se cobrar e garantir que seu desempenho esteja no nível esperado.
Porém, se você trabalha em um ambiente inadequado, por exemplo, com o notebook em cima da cama, naturalmente, sua performance será prejudicada e, nesse caso, sua saúde também.

Ausência de benefícios

Esse tópico é especialmente focado em quem vai começar um negócio.
Quando trabalha-se por conta própria, você deixa de receber os direitos previstos por lei, como férias remuneradas, plano de saúde e registro na carteira de trabalho.
Mas não se esqueça de que, se seu negócio for lucrativo, você terá diversos benefícios que compensam a ausência dos benefícios trabalhistas.

Trabalhar excessivamente

Em casa, você pode perder a noção de horas trabalhadas e acabar o dia trabalhando mais do que em um emprego tradicional.
Entendemos que, se você trabalhará por conta própria, precisará se esforçar muito mais do que em um emprego comum. Mas você não pode deixar esse fato prejudicar sua qualidade de vida.
Vamos dar algumas dicas interessantes a respeito disso ainda neste post.
Para te ajudar, ilustramos as vantagens e desvantagens citadas:
Trabalhar em casa- infográfico com as vantagens e desvantagens
Agora que você já entendeu as vantagens e desvantagens e acha que pode se adaptar a esse estilo de trabalho, que tal analisar quais de seus talentos e dons podem ser colocados no jogo?

3. Os talentos e habilidades que podem ajudar na hora de trabalhar em casa

Como é você quem faz seu ritmo de trabalho, carga horária e estratégias comerciais, é preciso desenvolver algumas habilidades e usar seus talentos para ter sucesso.
Mas você não sabe quais são eles? Tente avaliar sua capacidade. Veja nossas dicas a seguir.

Saber precificar seus serviços

Se você planeja atuar como freelancer de redação, ser um produtor de videoaulas ou oferecer consultoria, por exemplo, deve saber exatamente quais são seus custos relacionados a profissão, a margem de lucro que deve inserir no seu produto considerando eventuais comissões a terceiros, entre outros.
Saber dar valor ao seu serviço ou produto é essencial para que trabalhar em casa seja uma atividade rentável e com boas perspectivas de crescimento.
Também é importante dizer que atuando exclusivamente dessa maneira, será muito importante também saber provisionar suas finanças para meses com menor faturamento. Em outras palavras, é preciso caprichar na gestão financeira.

Desenvolver uma boa escrita

Se a ideia é ser redator, jornalista freelancer, produtor de conteúdo digital, oferecer serviços de secretariado online, entre outros, a escrita é uma habilidade essencial para seu trabalho, não é mesmo?
Mas isso vale também para outros profissionais, afinal de contas, a escrita é um dos meios mais usados para comunicar, negociar e se relacionar.
Um gestor de mídias sociais deve saber, não somente, como escrever da forma correta, como também alinhar o vocabulário e estilo de escrita de acordo com o perfil de seu público.

Organização

Como você viu nas desvantagens, se não tiver organização para ajustar seu espaço de trabalho e controlar seus horários, trabalhar em casa se torna uma tarefa difícil para qualquer tipo de profissional.
Para se organizar, você não vai precisar de grandes esforços, é com a prática e o tempo que se pega o jeito.
Faça a gestão de seu tempo utilizando cronogramas para anotar suas tarefas diárias, conte com os aplicativos do celular, como: calendário, lembrete, despertador e outros aplicativos para otimizar a rotina.
Além disso, você também vai precisar se organizar quanto a ter um espaço adequado para trabalhar e ajustar o que for necessário. Com isso, você já resolve grande parte do problema.

Ser criativo

A criatividade também precisa ser desenvolvida, principalmente se você for atuar na área de criação, como designer gráfico, personal stylist etc.
Até mesmo outras atividades precisam de uma mente criativa para solucionar dilemas, apresentar novas soluções e saber administrar sua atividade profissional em casa com outras obrigações, não é mesmo?

Enxergar e construir processos

Não são só os programadores e profissionais da área da computação e exatas que enxergam tudo como uma equação perfeita! Entender e desenhar processos, atualmente, é uma das formas mais eficientes para otimizar seu trabalho.
Então, se você vai trabalhar com consultoria, por exemplo, precisa ter um processo para captar novos clientes, trabalhar sua imagem no mercado, redes sociais, assim como desenvolver um método de sucesso que possa ser personalizado para cada cliente.
E aí, as ideias já estão começando a surgir?
Vamos ver agora um pouco sobre tipos de renda e tipos de trabalho em casa.

4. Os tipos de renda que você pode buscar

Toda renda é boa, certo? Sim, mas você precisa saber quais delas deve buscar de acordo com seu momento de vida.
Enquanto algumas delas se retroalimentam, outras exigem dedicação intensa e exclusiva. Saiba mais sobre isso a seguir.

Renda ativa

É aquela diretamente proporcional ao esforço realizado, ou seja, salários, adicionais, comissões, honorários, direitos trabalhistas. Todas são consideradas rendas ativas.

Renda passiva

É aquela gerada a partir de um esforço ou investimento único, como as aplicações financeiras, que, se mantidas, geram retornos financeiros passivamente.
Também são consideradas rendas passivas aquelas que surgem a partir da venda de um ebook, por exemplo. O profissional cria um material, e cada cliente que adquire seu conteúdo, ganha por aquela venda.

Renda extra

É aquela que vem além da renda principal, ou seja, o profissional tem uma fonte com grande representatividade em seu orçamento, e outra que também contribui para o saldo final: a renda extra.
Nem sempre ela está associada a alguma profissão ou função direta do profissional, mas, certamente, ajuda na sua saúde financeira.
É o caso de um universitário. Sua atividade principal é ser estudante, mas entrar em um programa de Afiliado pode render um bom dinheiro para ajudar a pagar suas despesas.

Investimentos de renda fixa

São aqueles onde existe um valor pré-fixado, ou seja, o quanto será recebido já está determinado desde a contratação do investimento.

Investimentos de renda variável

Como o próprio nome diz, eles terão uma variação de acordo com o desempenho de um indicador. Metas de vendas, por exemplo, podem ter diferentes graduações, no entanto, o exemplo mais simples de lembrar são as ações da Bolsa de Valores.
É claro que você pode encontrar oportunidades para cada uma delas no mundo digital e até daremos alguns exemplos a seguir. Mas, antes, que tal entender os benefícios do negócio dessa modalidade?

5. Os tipos de trabalho em casa

Trabalhar em casa fora da internet

Esse tipo de trabalho envolve trabalhos manuais para fazer em casa, como os do segmento alimentício. Você pode trabalhar com cozinha ou confeitaria e criar seu próprio negócio, realizar encomendas para empresas, festas e eventos. Pode também trabalhar com artesanato e costura.
Mas também têm os trabalhos não manuais, que podem ir desde revenda de produtos, dar aulas particulares, alugar artigos de decoração e brinquedos para festas até fornecer serviços de beleza em casa até consultorias.
Como atualmente o mundo está quase completamente digital, apesar desses trabalhos não envolverem a internet em seu processo de realização, você provavelmente vai precisar da internet para divulgar seus serviços e produtos e encontrar clientes.
Para além desses, existem os trabalhos em casa pela internet, que se popularizaram muito com a transformação digital e, por isso, incluem a maioria das possibilidades.
Veja só!

Trabalhar em casa pela internet

Tanto pela facilidade quanto pelas oportunidades que a internet e o mundo digital oferecem, trabalhar em casa pela internet é uma opção super interessante para quem quer ser seu próprio chefe ou apenas trabalhar no conforto de sua casa.
Você pode aproveitar um talento seu e criar um negócio, pode mudar de carreira ou então adaptar sua profissão para trabalhar em seu lar, são inúmeras possibilidades, sem contar que os custos são quase zero para começar.
Se você desejar criar um negócio digital, terá basicamente que ter uma ideia, pensar em um plano de ação e contar com alguma plataforma gratuita para colocar seu negócio em prática.
Em outras palavras, os negócios digitais trazem uma série de benefícios para seus empreendedores, mas os mais significativos entre eles são:
  • você não precisa estar a todo tempo acompanhando o negócio, uma boa parte dele não depende da sua atuação;
  • inicialmente, em alguns casos, nem é necessário ter dinheiro algum para investir — você pode se cadastrar em alguma plataforma gratuita e começar a trabalhar.
  • aliás, existem vários canais que favorecem sua divulgação e venda — o LinkedIn é uma rede social voltada para o mundo dos negócios e mercado de trabalho, enquanto o Instagram e o Facebook têm o foco nos relacionamentos — isso ajuda a segmentar o público e ser mais eficiente, concorda?;
  • não é necessário ter uma equipe para começar, só você, caso queira;
  • é possível trabalhar de qualquer lugar do mundo;
  • existem diversos conteúdos, como este aqui, que ajudam a se dar bem no mercado!
Gostou? Confira agora uma lista completa de ideias para começar!

6. 33 ideias para trabalhar em casa

Trabalhar em casa - infográfico com as 33 ideias
A seguir, vamos te dar várias ideias de trabalho em casa que vão possibilitar ganhar dinheiro trabalhando em casa! Acompanhe.

Internet

1. Ecommerce

O ecommerce ainda é uma opção lucrativa, mas tenha em mente que ele exigirá mais energia e até mesmo investimento. É claro que se você tiver uma boa estratégia, o retorno financeiro será proporcional ao seu esforço, principalmente se você tiver produtos de qualidade.
Vale ressaltar que, à medida que seu ecommerce cresce, é preciso de mais espaço para estocar produtos e, dependendo de sua logística, o espaço da sua casa pode não ser mais suficiente. Nesse caso, é provável que você já tenha uma boa renda para alugar um local maior de sua preferência.

2. Blogs

Os blogueiros são profissionais que podem trabalhar integralmente de casa, já que o principal foco é escrever para um blog.
Existem diversas maneiras de se sobressair sendo um blogueiro profissional, conquistar uma renda escrevendo e até viver dessa profissão.
As principais são: trabalhar com publicidade no blog; venda de produtos complementares; promoção de produtos de terceiros, etc.
Mas não para por aí, hoje em dia, com a função de digital influencer, ou melhor, creator crescendo cada vez mais e levando os principais nomes de blogueiros até para a grande mídia, esse trabalho vai além de escrever para um blog.
O blogueiro pode ganhar espaço em outras mídias, como Instagram e Youtube; participar de eventos; ser patrocinado por marcas famosas e se tornar uma autoridade online.
Já é uma função concorrida, mas nunca deixa de ter público, se você tiver boa relação com os seguidores, tiver uma estratégia estruturada e for bom no que faz, pode chegar longe!

3. Criação de ebooks

Se você tem algum conhecimento ou talento que pode ajudar outras pessoas, deseja trabalhar na internet e não tem muito dinheiro para investir, criar um ebook pode ser a opção ideal para trabalhar em casa!
Os livros digitais apresentam inúmeras vantagens tanto para quem os cria quanto para quem os consome.
O escritor, por exemplo, pode criar sua obra sem depender de editoras, distribuir o produto facilmente em qualquer parte do mundo e escalar seus lucros rapidamente.
O comprador, por outro lado, recebe o ebook automaticamente, pode lê-lo de qualquer lugar que estiver e ainda obtém um produto muito mais acessível em comparação com um livro tradicional.
Se você se interessou por essa alternativa, não deixe de conferir nosso passo a passo completo para criar um ebook.

4. Criação de cursos online em vídeo

Ainda pensando em quem deseja empreender na internet compartilhando seus conhecimentos ou talentos, uma opção muito lucrativa é criar um curso online!
O mercado de Educação a Distância (EAD) vem se fortalecendo a cada ano por meio de produtos digitais e faturou mais de 107 bilhões no ano de 2015. Pensando nessa perspectiva, é possível fazer uma boa projeção para os cursos online nos próximos anos.
Apesar desse tipo de produto digital ser um pouco mais trabalhoso do que o ebook, as principais vantagens são o baixo custo de produção e a possibilidade de escalar os ganhos, já que seu curso poderá ser comercializado para milhares de pessoas.
Além disso, eles estão cada vez mais populares e o melhor é que não exigem logística de entrega física, você terá mais flexibilidade para trabalhar com o tema que preferir.
O que é ainda melhor é que você pode, literalmente, ter um curso sobre qualquer assunto que domina. Ou seja, você não precisa necessariamente ter experiência profissional, basta ter um conhecimento que deseja compartilhar e a vontade de construir seu próprio negócio.
Existem diversos nichos para explorar. Os 5 tipos de cursos mais vendidos são sobre negócios e carreira, saúde e esportes, educação, relacionamento e desenvolvimento pessoal.
Conheça a história de sucesso de Tatiana Gebrael, Produtora da Hotmart, que possui um curso no nicho de saúde:
Nada impede que qualquer nicho possa ser muito lucrativo, se você trabalha com o que ama e coloca seus esforços ali, o resultado vem naturalmente.

5. Afiliação de produtos

Afiliado é um profissional focado em promover produtos de terceiros em troca de comissão a cada venda realizada.
Na prática, ele é a ponte entre o produto e o consumidor final. O Afiliado pode divulgar tanto produtos digitais quanto físicos.
Existem diversos tipos de estratégias para divulgar um produto na internet, que podem variar entre anúncios pagos, promoção nas redes sociais, em blogs, envio de email marketing, entre outros.
Esse profissional pode, exclusivamente, trabalhar de casa, já que necessitará apenas de um computador para gerenciar suas estratégias. Essa, inclusive, é uma opção ideal para quem quer ter um trabalho extra para incrementar a renda.
Para se tornar um Afiliado, você precisa participar de um programa de Afiliados, como o da Hotmart, que te conectará com os donos dos produtos.
A dica aqui é a mesma que demos no tópico sobre Produção Digital: o Hotmart Academy também vai te guiar para fazer sua primeira venda como Afiliado.
Ser um Afiliado é muito bom para quem tem uma certa audiência online, mas não quer necessariamente criar um produto digital. Ou quem não tem audiência, mas entende muito bem de compra de tráfego.
Em qualquer um dos casos, as vantagens são inúmeras e é possível crescer muito.

6. Copywriting

Copywriting é a arte de persuadir e vender por meio da escrita. Seguindo a mesma linha de raciocínio de um escritor, um copywriter pode trabalhar em casa e ganhar dinheiro online criando conteúdo focado em vendas e gerando resultado para um ou vários clientes à distância.
Um copywriter precisa estudar muito sobre técnicas de persuasão e psicologia de vendas, já que suas peças serão usadas para gerar lucro para quem as usa.
Entenda melhor sobre persuasão no nosso Hotmart Tips sobre o assunto, é só dar o play:
Se você vai iniciar nesse mercado, pode utilizar os mesmos sites que indicaremos aos redatores!

7. Aulas online

O professor online pode aproveitar os recursos que a internet proporciona para trabalhar de casa, dando aulas.
Assista esse vídeo e entenda melhor:
Ele pode seguir a premissa do professor particular e dar aulas ao vivo, por Skype ou Hangout, ou pode seguir o raciocínio dos cursos online e gravar um curso inteiro e disponibilizá-lo na internet.
Os dois casos funcionam muito bem com o professor de inglês, do nosso exemplo passado. Ele pode controlar uma agenda com as próximas aulas particulares ou pode gravar diversas aulas para criar um curso iniciante de inglês.
É válido citar novamente que, uma vez que suas aulas estão gravadas, elas poderão ser compiladas em um curso, que será vendido para milhares de pessoas.
(Se você pulou nosso tópico sobre “criação de cursos online em vídeo”, aconselhamos voltar no texto e dar uma lida).

8. Canais no Youtube

O YouTube é o segundo motor de busca mais utilizado, perdendo apenas para o Google. Diante de tantas possibilidades de temas, é possível explorar algum assunto que interesse determinado público e criar seu próprio canal.
O ponto de atenção do YouTube é que pode demorar certo tempo para você ganhar muitos acessos em seus vídeos e poder rentabilizar seu canal.
É preciso ter muita disciplina para gravar os vídeos, consistência em suas postagens e associar outras estratégias para impulsionar seu canal, como redes sociais, blog, parcerias com outros creators e anúncios pagos.
O canal no YouTube pode ser também uma maneira de divulgar outro serviço/produto que você exerce, como consultorias ou ebook, por exemplo.
Temos um vídeo que explica tudo sobre essa profissão, veja só:

9. Venda de espaço publicitário online

A venda de espaço publicitário é muito interessante para quem tem um site, blog ou canal de YouTube com grande volume de acesso, pois quem cede espaço para anunciantes, ganha um valor toda vez que algum visitante clica em um anúncio.
Se seu site/canal tem muitos acessos diários, a chance de várias pessoas clicarem nas propagandas aumenta e seu lucro também.
Para isso, é preciso habilitar o Google Adsense em seu site/canal.

10. Gestão de redes sociais

Nos últimos anos em que as redes sociais se transformaram em ótimos meios de comunicação entre marcas e público, as empresas começaram a investir mais nesses canais e também em profissionais especializados no assunto.
Se você é um deles, quer ganhar dinheiro trabalhando com redes sociais, mas deseja trabalhar de casa, pode oferecer seu serviço tanto como freelancer quanto como um colaborador remoto.

Texto

11. Redação

Saber escrever é uma grande qualidade para trabalhar na internet. Se você gosta ou é bom na escrita, você pode se tornar um redator freelancer ou, é claro, ter seu próprio blog.
Um bom conteúdo pode ser muito valioso, inclusive no quesito financeiro, e é por isso que muitas pessoas buscam bons redatores.
Nesse sentido, à medida que você for construindo um bom portfólio e fidelizando alguns clientes, poderá aumentar o preço de oferta.
Existem diversos sites que conectam empresas e pessoas procurando por trabalho de redatores. Vamos citar todos ainda neste texto para você começar a ganhar dinheiro escrevendo!

12. Revisão

A revisão é, muitas vezes, confundida com a redação. Mas você sabia que existem profissionais que se dedicam exclusivamente a verificar textos escritos por terceiros?
Inclusive, em alguns sites que oferecem serviços de freelancers existem vagas criadas especialmente para esse tipo de trabalho.
Se você se interessou por essa opção, saiba que é preciso conhecer bem as regras gramaticais do português, ter um “olho clínico” para erros de digitação e muito foco e concentração.
Normalmente, a remuneração é menor do que a do redator. Porém, você consegue realizar o trabalho mais rapidamente e pegar mais serviços, o que acaba sendo bastante vantajoso!

13. Escrita de um livro físico

Apesar dos ebooks estarem em alta, muita gente ainda faz questão de sentir a textura e o cheiro do papel impresso na hora de apreciar a leitura de uma boa obra literária.
Se você é mais tradicional ou tem o sonho de ver um livro com seu nome na estante de seu escritório, escrever sua própria obra pode ser uma experiência bem enriquecedora.
Seus olhos brilharam ao pensar nessa ideia? Então, confira nossas dicas sobrecomo escrever um livro e publicá-lo.

14. Aulas particulares

Professores particulares são muito procurados por pais de crianças e por adultos que desejam aprender um conteúdo de maneira exclusiva e dinâmica. Isso porque o professor consegue focar em uma só pessoa e acelerar a curva de aprendizado.
Se você é um professor de inglês, por exemplo, pode criar uma espécie de sala de aula em sua casa e receber seus alunos. A vantagem é que você pode organizar as aulas de acordo com sua disponibilidade.
O mesmo funciona para outros tipos de aula, como violão, canto ou informática, por exemplo.

15. Tradução

Os tradutores são profissionais com domínio de, pelo menos, dois idiomas e que sabem se comunicar muito bem.
Dependendo do projeto, é preciso não só traduzir de um idioma para outro, mas também saber contextualizar o que é escrito ou falado.
Imagine um filme em inglês com piadas locais dos Estados Unidos. Quando esse filme for traduzido para o italiano, por exemplo, o contexto deve ser adaptado a Itália. Por isso, o tradutor também deve ter conhecimentos gerais e ser um bom pesquisador.
E por falar em idiomas, é mais comum encontrar tradutores de certa língua para o inglês e vice-versa.
Se você tem domínio de outros idiomas, como português e francês, ou mandarim e alemão, a demanda por traduções será relativamente menor, mas o valor cobrado pelo trabalho pode aumentar, já que esses profissionais serão escassos.

Prestação de Serviços

16. Consultoria

Esse tipo de trabalho visa nortear outras pessoas em determinadas áreas de suas vidas.
É recomendado para pessoas que são especialistas em algum ramo, assim poderão aconselhar outras mais inexperientes.
Existem algumas consultorias que podem ser realizadas em sua própria casa, como consultoria financeira para investimento, consultoria profissional e empresarial.
Se você se encaixa em alguma delas, pode realizar esse tipo de trabalho em casa, pelo Skype, por exemplo.
Alguns exemplos são:
Consultoria de investimentos
Com a desbancarização do mundo digital, vários novos investidores estão buscando consultorias e gestão de carteiras de investimentos com quem entende do assunto.  O mercado financeiro é sempre muito forte e cheio de oportunidades, se esse é o seu caso, vale a pena divulgar para os interessados.
Consultoria de marketing
Se você tem especialização em marketing, poderá oferecer a empresas e a empreendedores autônomos ajuda com relação à marca, divulgação e outras estratégias de marketing.
Consultoria financeira
Muitas empresas que passam por problemas financeiros tendem a recorrer a especialistas de fora da organização e essa é uma oportunidade para você que é da área. Seu trabalho será analisar a situação e desenvolver soluções criativas e adequadas para os problemas.

17. Desenvolvimento web

O desenvolvedor web tem as portas abertas para muitas oportunidades de trabalhar em seu lar. Muitas pessoas, empresas e novas startups buscam quem entenda de programação e desenvolvimento de sites.
Dentro desse contexto, existem várias linguagens e ramificações que um profissional pode seguir. Como são linguagens internacionais, é possível conseguir demandas de outros países também!

18. Criação de aplicativos

Na opção anterior, falamos sobre desenvolvedores que criam websites para empresas ou terceiros, trabalhando como freelancers.
Mas, se você sabe programar, outra ideia muito interessante pode ser desenvolver seu próprio aplicativo.
Hoje em dia, as pessoas utilizam os apps para os mais diversos objetivos:
  • controlar finanças;
  • comprar produtos;
  • descobrir quando o ônibus vai passar;
  • ouvir música;
  • e até mesmo encontrar um grande amor.
Essa é uma excelente alternativa para quem quer criar um produto, ser seu próprio chefe e ter lucros escaláveis.

19. Design e edição de vídeos

Designers também são muito procurados para transformar ideias em peças de comunicação visual.
O caminho mais simples é por meio do design para web, aquele em que as peças serão utilizadas em sites, blogs, redes sociais e materiais digitais, como ebooks e infográficos.
Na mesma área do design, o editor de vídeos é responsável por recolher um material cru e transformá-lo em algo que faça sentido dentro de um contexto, utilizando softwares de edição, como o Adobe Premiere, um dos programas mais populares entre editores.
O editor pode trabalhar como freelancer com projetos paralelos ou pode ser contratado por empresas como um colaborador remoto.

20. Coaching

O coach trabalha mais ativamente com pessoas que querem se desenvolver profissionalmente. Ele propõe ações, desafios e transmite conhecimento aos seus clientes.
O coach também ajuda a clarear objetivos, visando sempre resultados positivos, e atua em mudanças comportamentais que o cliente deseja realizar.
Para ser um bom coach, é preciso realizar uma série de estudos e saber analisar e antecipar situações-problema em um dia a dia profissional.
O coach pode trabalhar por meio de consultas presenciais, online ou, ainda, criar um curso online específico para determinado público.

21. Estética

Se você é uma profissional da estética, saiba que ter o seu pequeno espaço para atender clientes é uma ótima forma de gerar renda, principalmente porque você não precisará se preocupar com aluguel de loja!
Maquiagem completa, corte e pintura de cabelo, pedicure e manicure, limpeza de pele, massagem e depilação são ótimas opções para trabalhar em casa com estética.

22. Personalização de artigos

Camisetas, canecas, almofadas e outros itens podem ser personalizados de acordo com o desejo do cliente.
É preciso investir na impressora que vai imprimir a arte desejada nos objetos ou é possível terceirizar a impressão.
Se você é um designer, melhor ainda, pois poderá produzir suas próprias artes para decorar artigos!

23. Fotografia

Já pensou na possibilidade de ter seu próprio estúdio em casa?
Com um pequeno cômodo, já é possível prepará-lo para fotografar produtos ou pessoas, como ensaio de casal, newborn e grávidas, por exemplo.
Um fundo liso com cores neutras e a iluminação adequada são materiais essenciais para seu cantinho ficar com uma cara profissional!

24. Aulas de dança

Existem muitas pessoas que têm um talento natural para a dança e, mais do que isso, uma paixão enorme por essa arte.
Se você se enquadra nesse grupo, que tal ensinar outras pessoas tudo o que você sabe e ajudá-las a se manter ativas, saudáveis e mais felizes?
É claro que, para conseguir fazer isso, você deve ter algum ambiente adequado para receber seus alunos em sua casa. Mas, caso não tenha, você pode criar aulas online, com as lições em vídeo.
Além disso, é bem recomendável que você tenha algum tipo de especialização no assunto, para oferecer um serviço realmente excepcional e garantir a saúde e segurança de todos os seus alunos.

25. Conserto de roupas

Se você tem habilidades de costura, que tal oferecer serviços de conserto de roupas?
Esse é um serviço que, apesar de tradicional, ainda está muito em alta. Afinal, quem nunca precisou arrumar um zíper estragado, trocar algum botão ou apertar uma roupa que está muito larga?
Você pode divulgar seus serviços no bairro onde mora ou até mesmo utilizar as redes sociais para contar a todos seus amigos sobre seu trabalho.

26. Aluguel de quarto

Atualmente, as pessoas estão procurando opções mais acessíveis para se hospedar em suas viagens — mas, é claro, sem abrir mão do conforto.
Se você tem um quarto disponível em sua casa, com uma boa estrutura para receber turistas ou profissionais viajando a trabalho, essa pode ser uma ótima alternativa.
Inclusive, já existem sites especializados, como o Airbnb, que facilitam muito a vida de quem quer trabalhar nesse nicho de mercado.

27. Personal Stylist e buyer

Todos os serviços personalizados, em geral, podem ser executados em casa. Um personal stylist pode fazer visitas aos seus clientes ou ter um estúdio em casa para recebê-los, ensinando e dando dicas de combinações que favorecem mais.
Já o personal buyer é aquele que auxilia na compra, oferecendo conhecimento para uma boa curadoria, seu networking com as melhores lojas e até mesmo maneiras para economizar na hora de fazer compras pessoais ou para uma loja, por exemplo.

Produtos e Vendas

28. Trabalho artesanal

Esse é um nicho muito amplo que te dá várias opções de trabalho remoto. Se você tem habilidade ou interesse em aprender como trabalhar com produtos artesanais, essa é uma boa ideia! É possível produzir sabonetes, cremes, bijuterias, elementos decorativos, canecas, tapetes, caixinhas para organização e o que a criatividade permitir.
Uma boa dica é pensar em algum produto que gere recorrência de compras, como um creme para o corpo, por exemplo. Se seu produto for realmente bom, seus clientes irão te procurar com mais frequência.
Outra dica interessante é apostar em produtos personalizados que podem ser ótimas opções de presente pessoal, ou então, podem ser encomendas em grande escala para empresas.
O importante é pensar qual formato de trabalho mais se adequa com seu estilo de vida e com suas aspirações.

29. Produção de alimentos

Produzir alimentos caseiros também permite explorar muitas opções. Almoços saudáveis estão em alta, bem como sucos e lanches fit. É claro que os doces, bolos e tortas nunca perderão seu lugar.
Se você tiver um bom espaço em casa, pode investir na produção de alimentos em grande quantidade, como salgadinhos e docinhos para festa.
Pense em alimentos diversificados que possam atrair a atenção do público e fazer você ganhar destaque, como a produção de pasta de amendoim caseira. E olha que esse é só um exemplo para te inspirar em sua escolha, existem muitas novidades que podem ser exploradas, basta usar a criatividade.
Algumas dica legais são: em seu lançamento, faça degustação para pessoas conhecidas e, em seus próximos passos, faça parcerias com lanchonetes e padarias para vender seu produto.
Se você reparar, esse é um segmento em que há grandes chances de crescer e expandir o negócio, aproveite as oportunidades!

30. Produção de bebidas

Você sabe preparar cervejas, licores ou mesmo bebidas não alcoólicas, como sucos naturais?
Então aqui está uma ótima oportunidade para criar um negócio próprio!
Identifique aquele ramo com o qual você mais se identifica e aposte nele.

31. Revenda de produtos

Se você é sociável, tem facilidade para persuadir as pessoas e sabe vender bem, uma boa opção pode ser revender produtos para seus amigos, familiares e vizinhos.
Sabe aquelas famosas revistinhas de marcas, como Avon, Natura e Mary Kay?
Elas ainda fazem muito sucesso e podem gerar uma renda atraente para quem quer ganhar dinheiro sem ter que sair de casa.
Se seu perfil não combina muito com o nicho de estética e beleza, existem outras opções, como produtos nutricionais ou até mesmo utensílios domésticos.
No entanto, é importante levar em consideração que seus lucros não serão tão altos como seriam se você criasse um negócio próprio. Mas, talvez, essa seja uma boa ideia para começar e se manter ativo!

32. Aluguel de produtos

Hoje em dia muitas pessoas e empresas veem mais vantagem em alugar determiados produtos do que adquirir.
Por isso, esse tipo de mercado está crescendo e pode ser muito lucrativo para quem quer ter o próprio negócio.
Um exemplo, é o aluguel de utensílios para festas, você pode alugar mesas e cadeiras, utensílios para buffet e até brinquedos para festas infantis.
O importante é manter os produtos em bom estado, saber divulgar e fazer os acordos com os clientes. Uma coisa interessante, que pode inclusive valorizar seu negócio, é oferecer serviços extras.No exemplo de utensílios para festas, ofereça a entrega e retirada dos produtos e faça parcerias com buffets e confeitarias para oferecer descontos.

33. Brechó

Os brechós ainda atraem a atenção de quem quer consumir produtos de boa qualidade por um preço muito mais acessível e eles estão cada vez mais em alta.
Se você se interessa pela área de moda e de vendas, pode ter muito sucesso com esse tipo de negócio. O melhor de tudo é que você pode montar o brechó em sua própria casa, caso tenha um espaço disponível e acessível para isso.
Mas, caso você não tenha um ambiente adequado para isso, outra opção é fazer as vendas com horário marcado e criar um perfil no Instagram para divulgar as peças. Se optar por essa alternativa, você ainda pode oferecer uma consultoria personalizada para seus clientes!

7. Alguns sites que te ajudam a trabalhar de casa

Para te ajudar nos primeiros passos, selecionamos 8 sites que auxiliam profissionais a começarem novos projetos em suas carreiras. O cadastro é gratuito, basta começar!

WeDoLogos

A WeDoLogos é um site que faz a ponte entre designers e pessoas que precisam de arte para seus negócios, como um logotipo. Mas, diferente de um site comum para freelancers, os designers se cadastram no site e competem em determinado projeto.
A arte escolhida como a melhor recebe uma bonificação em dinheiro, que eles chamam de “prêmio” pelo trabalho realizado.
Cabe ao designer escolher o projeto de acordo com a descrição e valor do prêmio.

Hotmart

Se você deseja vender ebooks, videoaulas ou algum outro tipo de produto digital, a Hotmart é a plataforma que você deve procurar.
Além de ser a intermediária entre os vendedores e clientes que querem comprar algum material online, ela faz a cobrança, entrega o produto e repassa comissões, tudo de forma automatizada.
Hotmart também oferece um programa de Afiliados para quem desejar promover produtos de terceiros, como em nossos exemplos de profissões citadas anteriormente.

Rock Content

Se você deseja ser um redator ou revisor freelancer, basta procurar a plataforma da Rock Content, startup focada em ajudar clientes com estratégias de Marketing de Conteúdo.
Ela oferta textos dos mais diversos assuntos aos freelancers cadastrados, com o valor do trabalho e todas as informações necessárias para executá-lo.
A função do redator é seguir as instruções e caprichar na escrita!

Outros portais

Os sites abaixo são plataformas para diversos tipos de trabalhos freelancers, entre programação, design, redação, edição de vídeo e outras categorias.
Você ainda pode descobrir outros tipos de projetos em cada um e se inspirar com eles para criar seu negócio.

8. Dicas para trabalhar em casa

Ok, já falamos sobre tópicos fundamentais para você decidir com o que vai trabalhar.
Agora é hora de iniciar um planejamento para, de fato, partir para a ação! Siga à risca e crie um ambiente favorável para desempenhar suas tarefas.

Prepare-se financeiramente

Essa dica vai, principalmente, para quem deseja sair de um trabalho em uma empresa para trabalhar em casa.
Esse é o seu caso?
Então faça os cálculos de quanto você precisará para organizar seu espaço de trabalho e, se você decidiu começar a empreender, entenda que o retorno financeiro não acontece instantaneamente.
Nesse caso, analise por quanto tempo você consegue se manter com suas economias e projete quando deverá começar a ter um retorno lucrativo.

Peça privacidade

Se você mora com mais pessoas, é importante que comunique a todos os moradores sobre seu novo projeto.
E é aconselhável pedir, com muita delicadeza, é claro, que você não seja interrompido durante o horário de trabalho, principalmente se você for atender clientes em sua casa.

Estabeleça prioridades

Da mesma forma que você não deve ser interrompido, também deve estabelecer prioridades e não misturar tarefas pessoais enquanto trabalha.
Há quem acredite que trabalhar em casa significa começar e parar a hora que quiser. De fato, é você quem define seus horários, mas isso significa estabelecer uma rotina e cumpri-la à risca, pois só assim você conseguirá atingir um bom nível de produtividade.
Reserve horários para cada tipo de compromisso. Mantenha uma agenda que possa acompanhar diariamente todos os seus afazeres. O Google Calendar e o Asana são ótimos aplicativos para otimizar sua rotina.

Faça a gestão de seu tempo

Além de manter uma rotina, utilize métodos para cumprir todas as tarefas de modo efetivo. A gestão correta de seu tempo pode influenciar em um aumento de produtividade. O GTD (Getting Things Done), Scrum e Pomodoro são técnicas muito conhecidas que podem ser aplicadas em seu dia de trabalho.
Um outro hábito muito interessante é organizar sua semana na sexta-feira anterior e rever suas tarefas todo final de expediente. Dessa forma, você prepara sua mente e corpo para o que vem a seguir!

Contrate um bom servidor de internet

Essa dica vai para todos aqueles profissionais que dependem de internet para trabalhar: se você ainda não conta com um bom serviço, se sua internet é inconsistente e cai muitas vezes, considere contratar um novo servidor para não passar nenhum tipo de frustração.

Organize o ambiente

Deixe seu ambiente sempre organizado. Mantenha tudo limpo e disponha seus materiais de trabalho a seu alcance. Crie um ambiente funcional e evite distrações em seu local de trabalho, assim você poderá focar no que realmente importa.
Além disso, há outro aspecto muito importante para quem vai trabalhar pela internet: garanta que sua cadeira, mesa e todo equipamento de trabalho seja ergonômico, assim você evita problemas posturais.
A iluminação também deve ser ajustada, principalmente se você tem o costume de trabalhar durante a noite.
Por outro lado, para quem irá atender clientes, também é importante tomar cuidado com o ambiente para oferecer a melhor experiência a eles. Assim, a garantia de que vão voltar a utilizar seu serviço é muito maior.

9. A grande sacada para gerar mais renda de casa!

É claro que você ainda precisa fazer o seu planejamento com base em tudo que citamos e, se você chegou até aqui, tem muitas informações em sua cabeça.
Mas se você decidiu trabalhar em casa e por conta própria, a grande sacada é investir na divulgação do seu produto ou serviço. Portanto, adicione esse tópico em seu plano de negócios!
No início, utilize o marketing boca a boca, principalmente se não tiver nenhum cliente ainda. Conte para seus amigos e conhecidos sobre seu trabalho, mostre o que você faz e peça a eles para indicá-lo a outras pessoas quando possível.
Paralelamente, dedique tempo e, se possível, capital na divulgação online. Redes sociais serão de grande valia para promover seu serviço.
Prefira criar uma fanpage em vez de fazer postagens em seu perfil pessoal, ela vai tornar seu negócio mais profissional. Com uma fanpage, você também poderá criar anúncios patrocinados para divulgar seu trabalho para que mais pessoas te conheçam.
Independentemente da carreira escolhida, criar um blog e alimentá-lo com bom conteúdo é sempre uma estratégia valiosa, principalmente se você focar seus esforços com base em técnicas de SEO.
Por exemplo: se você dá aulas de inglês pela internet, pode escrever sobre dicas de como aprender o idioma mais rápido, como praticá-lo, diferenças de sotaque e uma infinidade de outros assuntos!
Uma outra estratégia é oferecer versões de avaliação, trials e amostras grátis, isso vai ajudar a atrair novos clientes e eles ainda poderão conhecer a qualidade de seu trabalho. Assim, a notícia vai se espalhar rapidamente e de forma orgânica.
Invista também em aquisição de leads para trabalhar com email marketing.
Com uma página de captura, seja em um blog ou em seu site, você pode pedir o email de seus visitantes para receber sua newsletter ou um material gratuito (um ebook, por exemplo).
Dessa forma, você alimenta sua base de contatos e cria mais uma ferramenta para se comunicar com potenciais clientes.
Existem diversas estratégias de divulgação online e você pode entender mais sobre o assunto aqui mesmo, em nosso blog.

10. Próximo passo: comece a trabalhar em casa!

Como você pode perceber, trabalhar em casa não é uma decisão que você toma da noite para o dia. É preciso se planejar muito bem para começar com o pé direito.
Assim que tiver tudo planejado, não se esqueça de que nada vai para frente se você só ficar no campo das ideias. Com tudo preparado, dê o pontapé inicial em busca de seu objetivo!
Espero que nosso conteúdo tenha sido valioso para você. Fique à vontade para utilizá-lo para consultas futuras.
Se restou alguma dúvida, deixe nos comentários abaixo para podermos ajudá-lo!
E, se a ideia de trabalhar produzindo vídeos pareceu interessante para você, temos um conteúdo mostrando várias dicas e estratégias para ir bem além do YouTube.

Encontrei este post na internet do Blog Hotmart e apliquei essas técnicas e realmente tem funcionado pra mim e resolvi postar no meu Blog culto abençoado no seu lar , pra todos meu amigos e leitores que gostariam também de faturar uma grana extra . Pra receberem mais dicas e tutoriais do blog culto abençoado no seu lar  acesse o vídeo abaixo e se inscreva em nosso canal
Clique aqui e assista ao vídeo e não se esqueça de se inscrever no nosso canal

0 Comments:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Quem sou eu

Minha foto
Diac. Marco Aurélio
Visualizar meu perfil completo



Direito

Direitos Autorais Você é livre para reproduzir os artigos desse blog em qualquer meio de comunicação, contudo, não deve infringir a lei de direitos autorais 9.610, sancionada em Fev. de 1998. As reproduções devem conter autores do artigo e endereço do blog. Os que são de Cristo cumprem.

Visitas vários países

VISITAS ONLINE GEOGIVITES
contador de visitas

FANPAGE - AnniaFotografia

Descrição da Imagem

Seguidores pelo Face

Annia Fotografia - Site

Descrição da Imagem

FANPAGE DESIGNER BRYAN

Descrição da Imagem

Siga-nos