O Ministério das Relações Exteriores da Rússia exortou o mundo inteiro a abandonar os ataques cibernéticos às unidades de saúde durante uma pandemia - Portal Gospel Diversos

Music

Bitcoin Dólar Hoje Dólar TC Dólar TV Euro Hoje Libra Hoje Ouro Hoje Peso Hoje

Breaking

Home Top Ad

Portal Gospel Diversos

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Total de visualizações do Site

quinta-feira, 23 de julho de 2020

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia exortou o mundo inteiro a abandonar os ataques cibernéticos às unidades de saúde durante uma pandemia

No contexto da pandemia de coronavírus, Moscou pede o fim dos ataques cibernéticos em instalações de saúde e infraestrutura crítica. 

Isso foi anunciado na segunda-feira, 20 de julho, pelo representante especial do presidente russo para a cooperação internacional no campo da segurança da informação, diretor do departamento de segurança internacional da informação do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Andrei Krutskikh.

Ele ressaltou que a Rússia compartilha da opinião de muitos países de que a infraestrutura de informação e comunicação no setor da saúde é necessária.

"Propomos garantir a obrigação dos Estados de se absterem de ataques não apenas a instalações médicas, mas também em geral à infra-estrutura crítica de informações de instituições que fornecem serviços públicos vitais", disse Krutskikh.

Em particular, o diplomata observou as esferas da educação, energia, transporte, bem como bancos e finanças. Além disso, ele acrescentou que o trabalho continuará nas plataformas das Nações Unidas sobre segurança internacional da informação.

Além disso, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia ofereceu à Alemanha a realização de consultas sobre segurança cibernética.

"Consideramos extremamente importante retomar um diálogo em grande escala nesse formato, com o envolvimento da gama necessária de especialistas em segurança da informação internacional. Isso ajudará a neutralizar um irritante desnecessário em nossas relações bilaterais e a transferir a interação sobre a questão da segurança da informação. em um plano prático ", disse Krutskikh.

Além disso, o representante especial comentou a situação com o russo Dmitry Badin.
Segundo Krutskikh, a Rússia já ofereceu à Alemanha várias vezes consultas sobre segurança da informação, inclusive em 2018, mas o lado alemão interrompeu as negociações planejadas.

Anteriormente, o E Hacking News informou que o Gabinete do Promotor Público Federal alemão emitiu um mandado de prisão para um russo suspeito de invadir os sistemas de computador do Parlamento alemão em 2015. 


A publicação relata que o nome do suspeito é Dmitry Badin, ele é supostamente um oficial da GRU. A Rússia negou repetidamente acusações de envolvimento em ataques de hackers. 

Fonte: https://www.ehackingnews.com/2020/07/russian-foreign-ministry-urged-whole.html

Nenhum comentário:

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Páginas